Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-02T10:36:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Conselhos do bilionário

Esqueça o bitcoin e vá de ouro: investidor que previu a crise de 2008 afirma que mercado de criptomoedas é uma bolha

Em entrevista à Bloomberg, John Paulson avaliou que as criptomoedas são “um suprimento limitado de nada” que deve chegar a zero

30 de agosto de 2021
18:58 - atualizado às 10:36
Bitcoin dentro de uma bolha de sabão criptomoedas
Imagem: Shutterstock

O megainvestidor John Paulson ganhou fama e alguns bilhões de dólares ao apostar contra o mercado imobiliário norte-americano às vésperas da crise de 2008. Agora, o fundador e presidente da Paulson & Co. volta sua mira para o bitcoin e o mercado de criptomoedas.

Existem diversas formas de investir em criptomoedas. Se você não tem medo, confira 4 maneiras de comprar bitcoin (BTC).

Em entrevista à Bloomberg, Paulson avaliou que as criptomoedas são “um suprimento limitado de nada”. Segundo a lógica, ligada à quantidade fixa disponível para alguns dos ativos digitais, como o bitcoin, o mercado é uma bolha.

“Criptomoedas, independentemente de como são negociadas atualmente, eventualmente se revelarão inúteis. Uma vez que a exuberância se for ou a liquidez secar, elas chegarão a zero”, ponderou.

Perguntado sobre por que, então, ele não vende criptomoedas a descoberto — estratégia que adotou no caso dos títulos hipotecários subprime, e que permite ao investidor lucrar com a queda do preço de um ativo — o bilionário respondeu que os ativos digitais são muito voláteis. Ele disse que, mesmo que estivesse certo no longo prazo, ainda poderia perder muito dinheiro no curto prazo.

Para Paulson, o erro mais comum dos investidores é buscar esquemas para ficar rico muito rápido ou comprar ativos baseados em uma história, ao invés de fundamentos sólidos.

Na dúvida, vá de ouro

Para quem busca uma alternativa para proteger o patrimônio da inflação, Paulson indica que “o lugar lógico para se ir é o mercado do ouro”. 

Assim como no caso de algumas criptomoedas, também há uma quantidade limitada do ativo metálico para se investir.

O investidor explica que, à medida que a inflação aumenta, as pessoas tendem a sair da renda fixa. E como a quantidade de capital deixando essa classe de ativos supera a quantidade de ouro disponível, “o desequilíbrio entre oferta e demanda faz com que o metal precioso valorize”.

Pirâmide financeira de CRIPTOMOEDA é investigada. Veja seis dicas para não cair nesses golpes no vídeo abaixo e inscreva-se no canal do Seu Dinheiro no Youtube para mais conteúdos exclusivos sobre investimentos:

*Com informações do Business Insider

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies