Menu
2020-10-02T15:05:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
AVALIAÇÃO

Melhora em questões de ESG faz Moody’s elevar rating da Vale

Novo rating reflete ainda robusto sistema de produção, ativos de qualidade e baixa alavancagem financeira

2 de outubro de 2020
7:25 - atualizado às 15:05
A mineradora Vale
Imagem: Shutterstock

A agência de classificação de riscos Moody’s anunciou na quinta-feira (1) que elevou o rating da Vale do patamar Ba1 para Baa3, citando a melhora nos temas de ESG – sigla em inglês para agregar questões envolvendo governança ambiental, social e corporativa. A perspectiva da nota é estável.

Segundo a agência, a mineradora conseguiu aprimorar a gestão de risco e sua governança desde o rompimento da barragem em Brumadinho, em janeiro de 2019, com as ações que tomou para ajudar a população da área afetada.

Além disso, a Vale estabeleceu um sistema de administração e supervisão de barragens alinhado com as melhores práticas internacionais, reduzindo significativamente os riscos de ocorrer novamente um incidente do tipo.

O novo rating da Vale reflete ainda seu robusto sistema de produção, com ativos de qualidade e de vida útil longa, além da baixa alavancagem financeira – medida que mostra quantos anos a empresa levaria para pagar sua dívida líquida usando sua geração de caixa –, abaixo de 2,0 vezes desde 2017.

A Moody’s destacou que a Vale conseguiu manter sua liquidez em bons níveis, mesmo diante das consequências financeiras provocadas pelo rompimento da barragem. “Com a Vale continuando a gerar fluxo de caixa livre positivo (US$ 5,4 bilhões nos 12 meses encerrados em junho de 2020), não esperamos um impacto material na liquidez da empresa vindo das despesas relacionadas a Brumadinho”, diz trecho do comunicado.

Mandado de segurança

Outra boa notícia que a Vale recebeu ontem foi em relação aos alvarás de funcionamento da disposição de rejeitos da barragem B7, localizada em Jeceaba (MG).

A mineradora conseguiu um mandado de segurança determinando a expedição desses documentos. O mandado foi expedido pela Vara Única da comarca de Entre Rios de Minas, autorizando a liberação dos alvarás pela prefeitura, referentes aos anos de 2019 e 2020.

A situação paralisou por seis dias as operações da usina de concentração de Viga, que tem capacidade de produção de 11 mil toneladas por dia.

Segundo a mineradora, o juiz considerou que a Vale preencheu todos os requisitos legais para conseguir os alvarás. Assim, a companhia retomou, na noite desta quinta, as operações na usina de Viga.

Barragens

A mineradora também divulgou ontem uma atualização da situação de 104 estruturas, em relação às Declarações de Condição de Estabilidade (DCEs).

Deste total, a companhia tem declarações positivas para 71 unidades, enquanto outras 33 não conseguiram a certificação.

*Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

calma, gente

XP considera exagerada reação do mercado à alta de impostos sobre bancos

Analistas ponderam impacto que alta do tributo terá no lucro e no valuation e mantêm recomendação de compra para Bradesco e BB

Exile on Wall Street

O Brasil do Doutor Castor

Castor de Andrade foi talvez o mais famoso bicheiro brasileiro. Tinha, quase literalmente, um exército trabalhando para si. Chegou a contar com mais de cem policiais a seu dispor, além de vários servidores públicos, políticos proeminentes e juízes sob sua influência. Apareceu na posição de segundo homem mais rico do Brasil no meio da década […]

MERCADOS HOJE

Dólar bate R$ 5,71 mesmo após duas intervenções do BC; bolsa recua 1,4%

As bolsas pelo mundo operam em movimento de realização de ganhos, o que é uma péssima notícia para o Brasil, que também tem que lidar com os próprios demônios

preparando para batalha

Dasa vai atrás de recursos para competir com Rede D’Or, Hapvida e Notre Dame Intermédica

Grupo de medicina diagnóstica da família fundadora da Amil segue com planos para fazer re-IPO, em meio à consolidação do mercado de saúde

O melhor do Seu Dinheiro

As mariposas e o tal do reflation trade

Assim como as mariposas são atraídas pela luz, é da natureza do mercado financeiro sair em busca dos ativos com a promessa de maior retorno. Não por acaso, ambos muitas vezes acabam queimados. Podemos dizer, contudo, que o instinto dos investidores é um pouco mais aguçado. Além do brilho do retorno, outra variável costuma pesar […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies