Menu
2021-02-19T19:28:11-03:00
Estadão Conteúdo
Mesma coisa?

Tirar presidente da Petrobras é trocar 6 por meia dúzia, diz conselheiro

“Não tem motivo para trocar o presidente. Seria trocar seis por meia dúzia e em time que está ganhando não se mexe”, afirmou Mesquita.

19 de fevereiro de 2021
13:56 - atualizado às 19:28
Petrobras
Imagem: Shutterstock

O conselheiro da Petrobras, Marcelo Mesquita, afirmou ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) que todos os conselheiros da estatal apoiam o atual presidente, Roberto Castello Branco, e que não há motivo para tirá-lo do cargo, apesar das declarações da quinta-feira, 18, do presidente da República, Jair Bolsonaro, que sinalizou com mudanças na empresa.

Leia também:

"Não tem motivo para trocar o presidente. Seria trocar seis por meia dúzia e em time que está ganhando não se mexe", afirmou Mesquita, que apesar de avaliar que não pode falar em nome de todo o Conselho, disse que "todos gostam muito do Roberto e têm dado muito apoio ao que ele vem fazendo na empresa".

Ele ressaltou que mesmo as pessoas que estão no conselho colocadas pela União têm apoiado Castello Branco em todas as suas ações. "Não tem nenhuma desavença e nenhum problema."

Segundo ele, tanto os conselheiros como Castello Branco estão aguardando mais informações sobre o que considerou uma fala "problemática e enigmática" de Bolsonaro na live da quinta-feira. "Quem tem o poder para decidir não precisa falar com enigmas. Isso só cria confusão", avaliou.

O Conselho vai se reunir nas próximas terça e quarta-feira, como já estava agendado há algum tempo, informou Mesquita, com objetivo de analisar o resultado da companhia no quarto trimestre de 2020. Segundo ele, não houve nenhuma reunião na quinta-feira.

"É difícil especular, a gente não pode ficar falando sobre fatos que não existem ainda, quando houver um fato a gente vai trabalhar em cima do fato, porque depende das pessoas que forem indicadas ou não. Se for tirar o Roberto, depende de quem vai colocar", explicou, lembrando que para trocar o presidente da Petrobras o presidente da República pode sugerir a mudança via Ministério de Minas e Energia, mas a decisão da eleição é do Conselho.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Realização brusca?

Com uma alta de mais de 800% no ano, ações da Fertilizantes Heringer recuam 40% em um único dia

A companhia, que se encontra em recuperação judicial, já subiu mais de 800% só neste ano

Oscar do jornalismo

Victor Aguiar, repórter do Seu Dinheiro, é indicado ao prêmio Comunique-se; saiba como votar

O repórter Victor Aguiar, do Seu Dinheiro, é um dos dez indicados na categoria “Economia- mídia escrita” do prêmio Comunique-se

Nova rodada

Auxílio emergencial será prorrogado por mais três meses, afirma Guedes

O benefício será estendido até outubro nos mesmos valores atuais, com parcelas de R$ 150 a R$ 375 que contemplam cerca de 39 milhões de brasileiros

MERCADOS HOJE

De olho na vacinação, Ibovespa reduz alta e perde os 130 mil pontos, mas dólar segue em queda de 1%

Aceleração da vacinação é bem recebida pelo mercado, que aposta em uma recuperação econômica mais robusta

Ajudanda externa

Banco Centroamericano de Integração Econômica irá ajudar El Salvador a implementar bitcoin

Em entrevista coletiva, Mossi acrescentou que o banco também trabalhará com o ministério das finanças e o banco central de El Salvador para selecionar uma equipe para trabalhar na implementação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies