💸 Você pode receber R$ 120 para investir; veja como solicitar o depósito aqui

Cotações por TradingView
2021-07-06T08:04:52-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Esquenta dos Mercados

Brasília deve pesar na bolsa brasileira, enquanto NY se ajusta na volta do feriado, à espera do PMI dos EUA

O dia deve ser mais esvaziado, sem maiores indicadores pela frente. Mesmo assim, cautela deve prevalecer e pressionar os índices

6 de julho de 2021
8:04
Brasília
Imagem: Shutterstock

Para um pintor, um quadro em branco é uma janela aberta de possibilidades. O que pode sair impresso naquele tecido? Uma paisagem? Uma pessoa? Tudo pode acontecer. 

Já no mundo dos investimentos, nenhuma notícia não é sinônimo de boas notícias. Depois da divulgação do índice do gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, as bolsas internacionais devem seguir à deriva, apegando-se a dados locais para passar o dia. 

E se depender do Brasil, a pintura deve sair com as tintas mais fortes possíveis. A pressão em cima do governo federal com os novos escândalos envolvendo um possível caso de corrupção de “rachadinhas” com funcionários e superfaturamento na compra de vacinas pioraram ainda mais a situação do Palácio do Planalto. 

O avanço da CPI da Covid também acelera o processo de degradação do governo. A Comissão deve ouvir hoje Regina Célia, servidora do Ministério da Saúde responsável por autorizar o contrato da Covaxin.

Mesmo com o anúncio de prorrogação do auxílio emergencial, o presidente Jair Bolsonaro segue com a popularidade em baixa. O avizinhamento das crises hídrica e energética também deve colocar o Palácio do Planalto em maus lençóis.

A pintura de Brasília se destacou no panorama internacional ontem e fez o Ibovespa recuar, sem Nova York para dar a direção dos negócios.

Exterior

De volta do feriado, os índices de Wall Street devem se ajustar ao cenário local, com o avanço dos temores envolvendo a variante delta do coronavírus no radar. O viés de baixa deve somar com o aumento da cautela antes da ata da última reunião do Federal Reserve.

Esse documento deve trazer novas perspectivas do BC americano para a economia dos EUA. Os dados de emprego e inflação que foram divulgados nos últimos dias deram um duplo sinal para os investidores.

Os dados inflacionários seguem pressionando os dirigentes do Fed por um aumento da taxa de juros e retirada de estímulos antes de 2023, de acordo com o plano da instituição. Entretanto, com a taxa de desemprego ainda alta, o BC americano deve manter os incentivos monetários até uma normalização do emprego.

Commodities

É o fim do “superciclo” das commodities? O mundo segue para um momento de retomada econômica, e a demanda por petróleo, minério de ferro e outros deve subir nos próximos meses. 

A Opep+ abandonou maiores debates sobre o aumento da produção nesse momento, o que ligou um sinal vermelho para o mundo de que o petróleo pode subir ainda mais. Além disso, a China segue ameaçando controlar os preços do cobre e do minério de ferro, negociados nas bolsas do Gigante Asiático.

Apesar da notícia ter saído na noite de ontem (05), a Petrobras deve ficar no radar por outros motivos. A estatal brasileira elevou o preço do diesel e da gasolina mais uma vez, sob a gestão do general Joaquim Silva e Luna. 

Bolsas pelo mundo

Os principais índices asiáticos fecharam o pregão desta terça-feira (06) majoritariamente em baixa. A Opep+ acabou desanimando os investidores depois que o grupo deixou de lado negociações sobre a oferta futura de petróleo. É esperado que, durante a retomada econômica, a demanda pela commodity deva subir e que a produção acompanhe a necessidade dos países.

Já as bolsas europeias seguem em baixa, após dados locais desanimarem os investidores. Por fim, os futuros de Nova York operam com viés de baixa, próximos à estabilidade, à espera do índice do gerente de compras (PMI, em inglês) do país. 

Agenda do dia

  • CNI: Indicadores industriais (10h)
  • Estados Unidos: PMI composto e de serviços de junho (10h45)
  • França: OCDE divulga relatório sobre perspectivas de desenvolvimento global (11h)

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

FII DO MÊS

Fundos imobiliários que lucram com a Selic alta são os mais recomendados para dezembro; veja as escolhas de 11 corretoras para o final do ano

7 de dezembro de 2022 - 7:03

Vale relembrar que o Copom decide a trajetória da Selic hoje; a expectativa é que a taxa básica brasileira seja mantida em 13,75% ao ano

MERCADOS AGORA

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais caem após exportações da China recuarem quase 10%; Ibovespa tem dia cheio com PEC da Transição, STF e Copom no radar

7 de dezembro de 2022 - 7:02

RESUMO DO DIA: Os investidores internacionais se ajustam aos mais recentes dados de exportação da China. O PIB da Zona do Euro também promete movimentar as bolsas internacionais ao longo do dia. Por aqui, o Ibovespa acompanha os gastos e a votação da PEC da Transição. Além disso, o STF vota hoje matéria sobre o […]

PALAVRA DO TRADER

Enxergando o mercado sob a ótica dos traders profissionais e como eles interpretam as notícias

7 de dezembro de 2022 - 6:19

Como trader, seu objetivo é operar como os profissionais. Para isso você tem que olhar o mercado de forma objetiva e direta, sem distorções

LOTERIAS

Lotofácil faz novo milionário; Mega Sena sorteia R$ 115 milhões hoje

7 de dezembro de 2022 - 5:57

O bilhete premiado do concurso 2681 da Lotofácil dá direito a pouco mais de R$ 1,3 milhão; Mega Sena está acumulada há oito sorteios.

TÁ ESCRITO

Klabin (KLBN11) aprova investimento de até R$ 183 milhões e abre outra porta para um mercado bilionário; saiba qual

6 de dezembro de 2022 - 20:14

Com o aporte, a empresa dá passo para entrar em um segmento estimado em mais de US$ 20 bilhões e que tem alta taxa de crescimento esperada para os próximos anos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies