Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-05T16:01:27-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Ibovespa reduz queda com melhora de Petrobras, mas tensão política segue pressionando o dólar

Sem Nova York como norte, o Ibovespa sente o peso da crise política em Brasília.

5 de julho de 2021
10:47 - atualizado às 16:01
Petrobras, Ibovespa, queda, mercados
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A nuvem carregada que paira sobre Brasília não se dispersou ao longo do fim de semana. Com as bolsas americanas fechadas nesta segunda-feira (05), o volume de negociações deve ser reduzido, o que leva a capital federal a seguir sendo a raiz da dor de cabeça dos investidores. 

As denúncias de corrupção envolvendo a compra de vacinas pelo governo federal nem foram esclarecidas e o Planalto já tem outro incêndio para apagar: a ex-cunhada de Jair Bolsonaro implicou o presidente no esquema de “rachadinha”, entrega de salário de assessores, pelo qual Flavio Bolsonaro já é investigado. 

Sem o referencial americano, o Ibovespa começou o dia no vermelho e vem renovando as mínimas. Por volta das 16h, o principal índice da bolsa brasileira operava em queda de 0,40%, aos 127.126 pontos, nível mais elevado do que o observado mais cedo.

A recuperação parcial do índice acompanha uma melhora nas cotações da Petrobras. A estatal, que chegou a recuar mais de 2% pela manhã, tem queda mais moderada após anunciar um novo reajuste no preço da gasolina. O dólar à vista sobe 0,60%, aos R$ 5,0836. 

A cautela também tem um ‘quê’ de antecipação pela semana cheia de indicadores que temos pela frente - mesmo que por aqui também tenhamos uma semana mais curta também. A decisão da Opep+ sobre o futuro da produção de petróleo deve acontecer nos próximos dias e ainda teremos ata da última reunião do Federal Reserve e número de inflação e vendas no varejo no Brasil.

Com um olho no IPCA e outro em Brasília, os juros futuros também ficam pressionados nesta tarde. Confira:

  • Janeiro/22: de 5,68% para 5,73%
  • Janeiro/23: de 7,07% para 7,16%
  • Janeiro/25: de 8,15% para 8,23%
  • Janeiro/27: de 8,60% para 8,67%

Olhos no presidente

Em reportagem divulgada nesta segunda-feira (05) pelo portal UOL, a ex-cunhada do presidente Jair Bolsonaro trouxe evidências do envolvimento do presidente no esquema de "rachadinhas".

O esquema de "rachadinha", entrega de salários de assessores para o político empregador, ficou popularmente conhecido com as investigações da prática no gabinete do filho do presidente, Flávio Bolsonaro.

A denúncia de hoje encontra um governo já sobrecarregado com as denúncias de corrupção envolvendo a compra de vacinas da Covaxin, feita na semana passada. A CPI da covid-19 segue investigando o caso e na semana passada levou diversas entidades a protocolarem um 'superpedido de impeachment.

No caso da Covaxin, um documento do Ministério da Saúde mostra que o valor da dose inicialmente era de US$10, mas o contrato foi fechado a US$ 15.

O momento coincide com uma piora da aprovação do governo Bolsonaro. De acordo com a pesquisa da CNT/MDA, a desaprovação cresceu 11 pontos percentuais desde a última medição, feita em fevereiro, indo a 62,5%.

Descendo quadrada

Não é só o Executivo que inspira cautela nos investidores. A reforma tributária proposta pela equipe econômica e que mexe com a tributação de investimentos e a tabela do Imposto de Renda para pessoas física e jurídica.

Desde que o texto foi anunciado, o mercado financeiro tenta antecipar o seu impacto nas empresas. Até agora, a repercussão tem sido negativa, com os agentes do mercado prevendo um aumento da carga tributária e um grande peso sobre as ações que se destacam por serem boas pagadoras de dividendos.

Sobe e desce

Confira as maiores altas do dia: 

CÓDIGONOMEVALORVAR
MULT3Multiplan ONR$ 23,903,24%
PRIO3PetroRio ONR$ 21,812,59%
BRML3BR Malls ONR$ 10,231,89%
IGTA3Iguatemi ONR$ 40,751,88%
CSNA3CSN ONR$ 45,801,62%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVARIAÇÃOVAR
LWSA3Locaweb ONR$ 26,06-2,76%
TOTS3Totvs ONR$ 37,10-2,08%
BBDC4Bradesco PNR$ 25,03-2,00%
LAME4Lojas Americanas PNR$ 21,03-1,59%
BBDC3Bradesco ONR$ 21,24-1,50%
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ampliação dos negócios

Cosan (CSAN3) paga R$ 1,5 bilhão por fatia na Radar, gestora de propriedades agrícolas

Companhia já detinha uma participação na Radar; após a conclusão da operação e uma reorganização societária, a Cosan será dona de mais de 50% do capital social

o melhor do seu dinheiro

Caso Lehman Brothers: não vale a pena ver de novo

Se tem um roteiro que o mercado financeiro não quer ver se repetindo, é o de uma crise financeira desencadeada pela quebra de uma grande empresa, como foi o caso da falência do banco Lehman Brothers em 2008, que marcou o início da grave crise dos subprime. Nem mesmo em uma escala menor, como é […]

força do esg

Environmental ESG, da Ambipar, busca IPO de R$ 3 bilhões para dar gás às aquisições

Preço da faixa indicativa está entre R$ 15,50 e R$ 20,50; após IPO, 43,8% do capital social estará em circulação no mercado com as ações

MERCADOS HOJE

Evergrande injeta temor no mercado global e bolsas têm dia de fortes perdas; Ibovespa fecha no menor nível desde novembro

Temor de que os problemas da incorporadora chinesa gerem uma reação em cadeia no mercado global afundou as bolsas nesta segunda-feira (20)

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies