Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-26T19:45:37-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Ibovespa volta a cair mais de 2% na véspera da decisão do Copom; inflação salgada e fiscal deteriorado comandaram o dia

O mercado financeiro aguarda ansioso pelas palavras do BC, que devem pesar a recente deterioração do cenário fiscal e a elevação dos preços. O Ibovespa teve novo dia de perdas

26 de outubro de 2021
19:03 - atualizado às 19:45
Taxa de Juros Claquete v2
Imagem: Andrei Morais

As projeções de bancos e economistas para a alta da Selic não param de subir. É possível ver essa tendência semanalmente no boletim Focus, divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, em relatórios de diversas casas de análise e na curva dos juros futuros — que não param de ser revisados para patamares cada vez mais elevados.

Na semana passada, a confirmação de que o teto de gastos pode se tornar meramente decorativo para encaixar novos gastos do governo aumentou a percepção do risco fiscal do país. Esse obstáculo está longe de ser superado pelo mercado e deve ser a maior pedra no sapato do Banco Central brasileiro na próxima decisão de juros.

Se antes o mercado confiava que os indicadores e acontecimentos de curto prazo não mudariam a “trajetória de voo” do BC, agora a história é outra. As mudanças no teto de gastos e as pautas travadas no Congresso — como a PEC dos precatórios, a reforma do IR e a inclusão da renda básica na Constituição — se mostram riscos muito mais duradouros e intensificam as apostas na aceleração da Selic até a casa dos dois dígitos.

Os riscos fiscais não são os únicos nessa equação. A inflação também não dá trégua. O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15) divulgado nesta manhã mostrou que os preços seguem em ritmo acelerado.

O índice apresentou a maior alta para o mês de outubro em 26 anos ao avançar 1,20%, acima da mediana das projeções, que era de 1%. No ano, o acumulado é de 8,30% e, em 12 meses, a alta é de 10,34%, também acima das expectativas.

Logo após a divulgação do número, alguns contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) chegaram a entrar em leilão após atingirem a oscilação máxima do dia, repetindo um movimento já visto na semana passada, no auge da crise no ministério da Economia.

A curva de juros continuou se inclinando durante a tarde, indicando uma provável alta de, no mínimo, 1,25 ponto percentual da Selic na próxima reunião do Copom, e não mais apenas 1 ponto, como era esperado anteriormente.

No fim da tarde, os principais contratos de DI também repercutiram a decisão de adiar para amanhã a votação da PEC dos precatórios, texto essencial para abrir o espaço desejado pelo governo no Orçamento. Confira o fechamento dos principais vencimentos:

  • Janeiro de 2022: de 8,5% para 8,74%
  • Janeiro de 2023: de 11,17% para 11,59%
  • Janeiro de 2025: de 11,67% para 11,92%
  • Janeiro de 2027: de 11,88% para 11,90%

O mau humor do mercado de juros se refletiu também na bolsa, que ignorou os novos recordes em Wall Street. O Ibovespa recuou mais 2,11%, aos 106.420 pontos. O dólar à vista fechou longe das máximas, mas ainda em alta de 0,37%, a R$ 5,5734.

Não teve nem como buscar algum conforto nos dados do mercado de trabalho. Logo cedo, o Caged mostrou a criação de 312 mil postos, um pouco abaixo da expectativa do mercado, que era de 367 mil. Os sussurros de uma possível privatização da Petrobras, que se espalharam ontem e ajudaram a bolsa, também não foram encarados como uma promessa crível pelos investidores.

Um fator que pode ajudar algumas empresas a escaparem do clima pesado da bolsa brasileira são os balanços do terceiro trimestre. A EDP (ENBR3) liderou as altas do Ibovespa hoje e avançou quase 3% depois da divulgação dos seus números. Mas, no geral, o dia foi de queda firme para quase todos os papéis. 

Ares melhores

Enquanto no Brasil os ativos domésticos mais uma vez patinavam, os Estados Unidos e a Europa tiveram um dia mais agradável. 

A temporada de balanços segue entregando bons resultados e animando os investidores, mas não foi só isso. Pela manhã, dados da confiança do consumidor da venda de casas novas superaram as expectativas do mercado, indicando mais otimismo com a recuperação econômica. Logo na abertura, o Dow Jones e o S&P 500 voltaram a renovar suas máximas e assim seguiram até o fim do dia. 

  • Nasdaq: 0,06% - 15.235 pontos
  • S&P 500: 0,18% - 4.574 pontos
  • Dow Jones: 0,04% - 35.756 pontos

Sobe e desce do Ibovespa

Algumas empresas também conseguiram se beneficiar dos seus números do terceiro trimestre por aqui. Embora a temporada de balanços ainda esteja só começando em solo nacional, a EDP ficou com o melhor desempenho do dia após a divulgação dos seus resultados. Confira as maiores altas do dia:

TICKERNOMEVALORVARIAÇÃO
ENBR3EDP EnergiasR$ 19,672,23%
BRKM5BraskemR$ 57,031,78%
GOAU4Gol PNR$ 13,041,09%
CPFE3CPFL EnergiaR$ 25,800,78%
GGBR4Gerdau PNR$ 28,050,32%

Confira também as maiores quedas:

TICKERNOMEVALORVARIAÇÃO
AZUL4Azul PNR$ 26,90-8,38%
GETT11Getnet UnitsR$ 5,21-7,79%
EZTC3Eztec ONR$ 18,63-7,64%
COGN3Cogna ONR$ 2,51-7,04%
CIEL3Cielo ONR$ 2,30-6,88%

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9 por ação; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima quinta-feira (09), saem valendo R$ 8,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies