Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-30T13:13:36-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convocação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexer nos preços

27 de setembro de 2021
19:00 - atualizado às 13:13
Petrobras
Imagem: Shutterstock

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário. A passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta por mais alguns meses, o que reflete diretamente no preço da commodity. 

O petróleo fechou em alta pelo quinto pregão consecutivo, voltando a alcançar patamares vistos antes da pandemia, em outubro de 2018, e se aproximando cada vez mais dos US$ 80. 

A alta recente do barril tem conexão direta com os temores de que a inflação brasileira siga pressionada por mais algum tempo. Mas essa não é a única preocupação que surge na cabeça dos investidores brasileiros. 

Nos últimos meses, ao notar o efeito da elevação dos preços, o presidente Jair Bolsonaro tem sido vocal sobre a necessidade de adotar alguma medida para reduzir o impacto nas bombas de combustíveis. A troca do presidente da Petrobras, no início do ano, se deu justamente pelo descontentamento do chefe do Executivo com o repasse ao consumidor feito pela petroleira. 

Assim, com o petróleo em alta e a inflação acelerando cada vez mais, o alerta amarelo sobre a possibilidade de intervenção na política de preços da Petrobras volta ao radar. A estatal, no entanto, agiu rápido para não deixar o sentimento contaminar o mercado e convocou uma coletiva de imprensa apenas para dizer que nada irá mudar. 

O mais novo aceno do presidente Joaquim Silva e Luna ao mercado foi bem recebido, e o Ibovespa, que acompanhava a cautela vista em Nova York, rapidamente passou a registrar alta de quase 1%. O fôlego se reduziu ao longo do dia, mas o principal índice da bolsa encerrou a segunda-feira em alta de 0,27%, aos 113.583 pontos.

Para os analistas, o mercado está sedento por notícias, sejam elas positivas ou negativas, por isso a reação ‘exagerada’ no calor do momento. O resultado do dia também teve ajuda das siderúrgicas e da Vale, que subiram forte com a recuperação do minério de ferro.

Os próximos dias devem ser agitados e ficam no radar. Na agenda temos a sequência da tramitação da PEC dos precatórios, a ata da última reunião de política monetária do Copom e o Relatório Trimestral de Inflação. Lá fora, os investidores estão em compasso de espera por números importantes nos Estados Unidos e a definição do Congresso americano sobre o teto da dívida, o que deixa os índices em Wall Street sem muita força. 

No câmbio, porém, a história foi outra e a moeda americana se manteve pressionada ao longo de todo o dia, acompanhando o movimento visto no exterior. Nos Estados Unidos, o temor de que a retirada dos estímulos seja feita de forma rápida deixa os holofotes nos discursos dos dirigentes do banco central americano. Após três deles defenderem o crescimento da economia e a discussão em torno do aperto monetário, não só os juros foram pressionados como também a divisa.

O alívio do dólar foi pontual, em resposta aos leilões extraordinários de swap cambial convocados pelo Banco Central para as segundas e quartas. O dólar à vista encerrou o dia em alta de 0,65%, a R$ 5,3788. Confira o fechamento dos principais vencimentos dos contratos de DI:

  • Janeiro de 2022: de 7,14% para 7,16%.
  • Janeiro de 2023: de 8,96% para 9,06%
  • Janeiro de 2025: de 10,03% para 10,17%
  • Janeiro de 2027: de 10,42% para 10,58%

Um soluço, parte 1

A alta do petróleo impulsionou o avanço das ações das petroleiras ao longo de toda a tarde. Com exceção de um breve momento, por volta das 16 horas.

A Petrobras, que até então seguia em forte alta, passou a recuar com o anúncio de uma coletiva no meio da tarde para discutir a sua política de preços. Como o assunto é sensível, principalmente diante da necessidade de novos aumentos para o consumidor final, os investidores reagiram negativamente. 

Mas logo nos primeiros minutos da coletiva a cautela se dissipou. O presidente da companhia, indicado por Bolsonaro, fez questão de afirmar que a política de preços não irá mudar, o que garantiu que a empresa retomasse o ritmo de alta. 

Um soluço, parte 2

As ações da Vale, que surfaram a mais nova alta do minério de ferro, também passaram por um susto ao longo da tarde. A companhia abandonou as máximas do dia, em um avanço de mais de 2%, para uma queda de 1,5% em poucos minutos. 

A reação do mercado veio após sair na imprensa internacional que 39 funcionários da Vale estão presos na Mina Totten, localizada no Canadá, desde domingo. Segundo a companhia, o resgate já se iniciou e os trabalhadores estão seguros. 

As ações da companhia encerraram o dia em alta de 1,30%, a R$ 78,70. 

Monitorando as mudanças

Após 16 anos do domínio do partido de centro-direita da chanceler Angela Merkel, a Alemanha terá mudanças. O partido social-democrata, de centro-esquerda, conquistou a maioria dos votos nas eleições nacionais. O SPD é favorável ao fortalecimento da União Europeia.

Os investidores aguardam atentos a movimentação que dará origem ao novo governo, e as bolsas do continente fecharam a segunda-feira majoritariamente em alta. 

Nos Estados Unidos, o temor de que a retirada dos estímulos seja feita de forma rápida deixa os holofotes nos discursos dos dirigentes do banco central americano. Após três deles defenderem o crescimento da economia e a discussão em torno do aperto monetário, não só os juros foram pressionados como também os principais índices. O Dow Jones foi a exceção, impulsionado pelo setor energético. 

  • Nasdaq: -0,52% - 14.970 pontos 
  • S&P500: -0,28% - 4.443 pontos 
  • Dow Jones: 0,21% - 34.869 pontos. 

Sobe e desce do Ibovespa

Enquanto CSN e PetroRio subiram na cola da alta das commodities vista no exterior, o grande destaque do dia ficou com o setor de proteínas. 

Para Marcio Lórega, gerente de research do Pagbank, as ações do setor ainda repercutem a aprovação da compra de cerca de 32% da BRF pela Marfrig. Além disso, o dólar mais forte tende a favorecer as exportadoras.

A perspectiva de alta da Selic tem impulsionado as ações do setor bancário. No caso do Santander, o banco é visto como a melhor opção diante de um cenário de aumento da inadimplência e foi o principal destaque do setor hoje. Além disso, o banco deu mais um passo para a cisão da GetNet e entrou com o pedido de listagem da empresa de maquininhas na Nasdaq. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVAR
BRFS3BRF ONR$ 26,307,08%
MRFG3Marfrig ONR$ 24,116,40%
PRIO3PetroRio ONR$ 23,155,28%
CSNA3CSN ONR$ 30,073,58%
SANB11Santander Brasil unitsR$ 36,363,41%

Com a alta da inflação no horizonte, as empresas mais ligadas ao cenário da economia doméstica sofreram o maior baque no pregão de hoje. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVAR
CASH3Méliuz ONR$ 6,58-5,32%
VIIA3Via ONR$ 8,10-4,71%
BIDI11Banco Inter unitR$ 58,47-4,27%
MGLU3Magazine Luiza ONR$ 14,99-4,09%
BIDI4Banco Inter PNR$ 19,52-3,98%
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Domando o dragão

Campos Neto volta dizer que BC fará o que for preciso para trazer inflação para a meta em 2022

O presidente do Banco Central acredita que a escalada dos preços já atingiu seu ponto máximo no mês passado; agora a tendência é convergir.

Fiscalização em alta

Empresas ligadas à quinta maior criptomoeda do mundo, são multadas por comissão nos Estados Unidos

As empresas irmãs são acusadas de fazerem “declarações falsas ou enganosas” e de “omitirem fatos relevantes” para o mercado sobre a stablecoin tether

AO VIVO

O que muda com a compra da Mosaico (MOSI3) pelo Banco Pan (BPAN4)? CEO do banco e fundador da empresa de tecnologia respondem em live com Felipe Miranda

Para entender o racional da negociação, o sócio-fundador e CIO da Empiricus conversa hoje (15) com Carlos Eduardo Pereira Guimarães e Guilherme Pacheco

Efeito dominó

Mais uma incorporadora chinesa deixa de pagar seus credores; China rompe o silêncio sobre a crise no setor imobiliário

A China Properties Group informou que não fez o pagamento de US$ 226 milhões referentes a uma emissão de notas seniores que vencia hoje

Exile on Wall Street

Dia do professor: cinco lições sobre fundos de investimento para o primeiro dia de aula

Dos brinquedos à maçã (virtual), comemora-se nesta semana as datas dos dois agentes de mudanças mais importantes de uma sociedade. Crianças têm, claro, suas aptidões naturais por exatas, humanas, ciências biológicas e artes em todas as suas formas de expressão. Mas são os professores que catalisam e alavancam esse interesse pelo conhecimento, ensinam a pensar […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies