Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-08T18:43:36-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Mercado teme por PEC dos precatórios, mas commodities e exterior positivo aliviam a queda do Ibovespa; dólar sobe

A PEC, que já não aparenta ter vida fácil nas próximas etapas, agora também enfrenta oposição do STF. A situação pesou sobre o Ibovespa hoje

8 de novembro de 2021
18:40 - atualizado às 18:43
Congresso Nacional Ruído Gráfico
Incertezas no Congresso devem movimentar os negócios - Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Morais

Queda de braço entre os Três Poderes dificilmente entraria na lista de esportes prediletos do mercado financeiro, mas tá aí uma modalidade que de tempos em tempos rouba a cena e entra na rotina da B3. 

A última briga entre o Executivo e o Judiciário ainda está fresca na memória, mas dessa vez é o Legislativo que bate de frente com o Supremo Tribunal Federal, colocando em risco a possibilidade de aprovação da PEC dos precatórios. 

É bem verdade que mesmo sem a interferência do STF a situação já era complicada – alguns partidos tentam reverter votos favoráveis dados no primeiro turno e o Senado deve ser uma prova dura para o texto –, mas a decisão da ministra Rosa Weber, tomada na última sexta-feira (05) eleva ainda mais os riscos. 

A ministra do STF suspendeu o pagamento de emendas do relator, originados do orçamento paralelo e são relativas à votação da PEC e pediu explicações para o presidente da Câmara, Arthur Lira, sobre o procedimento que permitiu a aprovação em primeiro turno na última semana. 

O segundo turno de votação do texto está marcado para acontecer nesta terça-feira (09) e mesmo com a decisão do Supremo, a pauta deve seguir em frente. 

Ricardo Barros, líder do governo na Câmara, foi o primeiro a flertar com uma nova crise institucional, ao afirmar que o calendário deve seguir. Hoje, foi a vez de Arthur Lira endereçar o tema, ao pedir que a ministra derrube a decisão e afirmar que a medida é uma afronta ao princípio de separação entre os Poderes. Lira deve se reunir com Luiz Fux, presidente do STF, para discutir a situação. 

Com a votação ameaçada de um lado e a recuperação do setor de commodities metálicas do outro, pegando carona na aprovação do pacote trilionário de infraestrutura nos Estados Unidos, o Ibovespa passou o dia oscilando entre perdas e ganhos. 

Do lado negativo, ainda pesou a divulgação do IGP-DI de outubro, que mostrou mais uma aceleração para a inflação.  Nos Estados Unidos, as bolsas voltaram a renovar recordes, mas sem muito impulso. 

No fim, o cabo de guerra levou o Ibovespa a fechar o dia em leve queda de 0,04%, aos 104.781pontos. O dólar à vista trabalhou em alta ao longo de todo o dia, mas fechou longe das máximas, com um avanço de 0,33%, aos R$ 5,5410. 

A incerteza renovada com a saúde fiscal do país pressionou o mercado de juros, que também repercutiu a alta das expectativas de inflação, mas o compromisso de Lira em encontrar uma saída para a PEC ajudou a trazer alívio para a curva. Confira as taxas de fechamento:

  • Janeiro de 2022: de 8,39% para 8,46%
  • Janeiro de 2023: de 12,10% para 12,36%
  • Janeiro de 2025: de 12,14% para 12,44%
  • Janeiro de 2027: de 12,09% para 12,23%

Petrobras na mira do Planalto

A Petrobras mais uma vez voltou a ser tema de conversas do presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista dada agora pela manhã. Bolsonaro voltou a condenar os dividendos da companhia e mostrar desagrado com a política de preços da estatal.

As palavras, no entanto, não parecem ter abalado a confiança do mercado, e as ações da Petrobras seguiram o comportamento do petróleo no exterior. Tanto os papéis ordinários quanto os preferenciais fecharam em alta superior a 1%. 

Não se esqueça!

Para acompanhar o fim do horário de verão nos Estados Unidos, a bolsa brasileira passa a ter uma hora a mais de pregão a partir de hoje. O after market está suspenso e as negociações vão até às 18h

Sobe e desce do Ibovespa

O principal impulso para a alta vista hoje no setor de siderurgia ficou por conta da aprovação do pacote de infraestrutura de US$1 trilhão na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. O projeto de Biden visa viabilizar investimentos em estradas, pontes e ferrovias pelos próximos 10 anos. 

O projeto levou meses para sair do papel e passou com 228 votos a favor e 206 contra. Enquanto 13 republicanos foram favoráveis ao projeto, seis democratas da ala progressista votaram contra. 

A notícia impacta o setor como um todo, mas Rodrigo Barreto, analista da Necton Investimentos, aponta que a Gerdau, empresa com forte presença no país, tende a ser a mais favorecida pelo plano do governo democrata.

As ações da Cielo também tiveram grande destaque. Após os números do terceiro trimestre, o JP Morgan divulgou um relatório elevando a recomendação para as ações da empresa de maquininhas para neutro. Para o banco, não existem mais potenciais riscos que possam interferir negativamente nas cotações, já que todos parecem já precificados. Confira as maiores altas do pregão desta segunda-feira:

CÓDIGONOMEVALORVAR
VALE3Vale ONR$ 67,605,44%
CIEL3Cielo ONR$ 2,394,37%
USIM5Usiminas PNAR$ 12,604,56%
COGN3Cogna ONR$ 2,804,48%
BRKM5Braskem PNAR$ 55,792,01%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVAR
BIDI11Banco Inter unitR$ 42,80-7,30%
BIDI4Banco Inter PNR$ 14,38-7,29%
AMER3Americanas S.AR$ 32,68-6,49%
BPAN4Banco Pan PNR$ 12,30-5,82%
LAME4Lojas Americanas PNR$ 5,80-4,61%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies