Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-17T18:40:06-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sobe puxado pelo minério de ferro e encosta nos 123 mil; NY fecha o dia no vermelho

Com a economia chinesa aquecida, a demanda por commodities segue em alta e sustenta bons níveis para o Ibovespa.

17 de maio de 2021
18:36 - atualizado às 18:40
minério de ferro, mercados, Ibovespa, bolsa
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Primeiro país a entrar na crise do coronavírus, a China agora encabeça a lista das nações que começam a entrar nos trilhos. Como toda economia em recuperação, os indicadores podem até trazer alguns sinais mistos, mas o saldo geral é de otimismo. 

Maior consumidor de commodities do mundo, o país asiático volta a aquecer os seus motores - e, em tempos de produção reduzida, impulsiona as cotações para cima. Por isso, não espanta que o minério de ferro venha em um rali frenético desde o ano passado.

Após passar por uma sexta-feira (14) de correção, a commodity voltou a subir mais de 4%, aos US$ 217 por tonelada, puxando mais uma vez a cotação da Vale e siderúrgicas. Um dos gatilhos para a nova alta foram os dados da produção industrial chinesa, que mostraram um avanço acima do esperado - 9,8% em abril. Com Nova York no vermelho, o bom desempenho do setor fez o Ibovespa voltar a sentir o gostinho dos 123 mil pontos, mesmo que por pouco tempo. A marca não era atingida desde janeiro de 2021. 

A Vale, empresa de maior peso do índice, teve uma alta de quase 3%. E não foi só o minério de ferro que deu a sua contribuição positiva. O petróleo também fechou o dia em alta, favorecendo as ações da Petrobras - que subiram quase 1,5%. 

Ao subir 0,87%, o Ibovespa bateu na trave, fechando o dia aos 122.937 pontos e foi na contramão de Wall Street. O Nasdaq recuou 0,38%,  o S&P 500 teve queda de 0,25% e o Dow Jones caiu 0,16%. As preocupações com a disparada da inflação em escala global e o novo crescimento do número de casos da covid-19 na Ásia segue derrubando os índices pelo mundo. 

 O dólar à vista teve um dia misto. Na primeira metade do dia, se fortaleceu perante as moedas emergentes. Mas, na parte da tarde, o comportamento se inverteu e a divisa encerrou a sessão quase estável, em leve queda de 0,09%, a R$ 5,2663.

Com a agenda esvaziada, o mercado de juros futuros operou em leve queda nesta tarde. Confira as taxas de fechamento do dia:

  • Janeiro/2022: de 4,95% para 4,94%
  • Janeiro/2023: de 6,77% para 6,71%
  • Janeiro/2025: de 8,27% para 8,17%
  • Janeiro/2027: de 8,85% para 8,75%

Sobe e desce

A JHSF liderou as altas do índice no pregão de hoje, aproveitando o momento de reabertura da economia e também do otimismo que tomou conta dos negócios hoje. 

Além das ações ligadas ao setor de commodities, que acompanharam o movimento internacional, vale destacar a alta dos papéis do BTG Pactual após a companhia ter adquirido um dos maiores escritórios de agentes autônomos anteriormente ligado à XP Investimentos. 

Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOME VALORVARIAÇÃO
JHSF3JHSF ONR$ 7,494,32%
GGBR4Gerdau PNR$ 35,563,95%
BPAC11BTG Pactual unitsR$ 116,153,43%
IGTA3Iguatemi ONR$ 43,103,36%
BRKM5Braskem PNAR$ 53,853,32%

Na ponta contrária da tabela, o dia foi de queda para as ações das varejistas - tanto as com foco no e-commerce como também no varejo físico. 

A Eletrobras acabou revertendo a queda do dia, mas vale destacar que as ações chegaram a recuar cerca de 4% com os ruídos em torno do texto final do relatório da Medida Provisória que permitirá a privatização da companhia. O mercado não gostou que o texto pode fazer com que a companhia abra mão de R$ 40 bilhões em recebíveis em favor do governo.

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOME VALORVARIAÇÃO
TOTS3Totvs ONR$ 30,35-2,13%
MGLU3Magazine Luiza ONR$ 18,82-1,72%
BTOW3B2W ONR$ 58,39-1,55%
ASAI3Assaí ONR$ 85,45-1,42%
VVAR3Via Varejo ONR$ 11,96-1,40%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

RIQUEZA DIGITAL

Dancinha milionária: estrelas do TikTok já ganham mais do que grandes executivos nos Estados Unidos; veja quanto elas faturam

Os milhões de seguidores de alguns tiktokers são irresistíveis para as marcas, que acabam gastando muito dinheiro não só em anúncios como em suas linhas de produtos

DA REALIDADE PARA O NOVO DIGITAL

Walmart no metaverso: gigante do varejo dos EUA vai fabricar e vender no mundo virtual; entenda

Para ter um pé nesse universo, Nike e marcas de vestuário como Urban Outfitters, Ralph Lauren e Abercrombie & Fitch também entram com pedidos de marca registrada

PEGA LADRÃO!

Fechada na economia e aberta ao cibercrime: Coreia do Norte desvia milhões de dólares com ataques a plataformas de criptomoedas em 2021

Norte-coreano Lazarus ganhou notoriedade com invasões cibernéticas à Sony Pictures e à WannaCry. Grupo já foi sancionado pelos Estados Unidos e pela ONU

EFEITOS DO CLIMA

Usiminas (USIM5) retoma gradualmente atividades de mineração afetadas por chuvas em Minas Gerais

Segundo o grupo, os problemas ainda afetam empresas responsáveis pela cadeia de escoamento de minério

Conteúdo Empiricus

Dos R$2 mil aos R$100 mil em 12 meses com esta criptomoeda? Criptoativo criado por sócio de Steve Jobs faz parte do segmento que pode decolar e deixar o Bitcoin no chinelo após evento do dia 24 de janeiro

Ele fundou a Apple junto de Steve Jobs e agora criou uma nova criptomoeda que custa centavos e pertence ao ecossistema que pode saltar 5.000% em 2022 e enriquecer os seus investidores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies