Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-29T19:33:15-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Estreia do dia

Brisanet estreia na bolsa em queda, mas se recupera na reta final

Companhia desembarca na bolsa brasileira após um IPO que levantou R$ 1,4 bilhão, com os papéis no piso da faixa indicativa

29 de julho de 2021
13:20 - atualizado às 19:33
Brisanet, IPO BRIT3
Imagem: Crédito: Cauê Diniz/ B3

As 39 ofertas de ações realizadas em 2021 pintam a B3 cada vez mais com as cores do Brasil. Se antes a grande parte das companhias listadas se concentravam em potências nacionais do eixo Rio-São Paulo, agora cada vez mais potências regionais marcam presença.

O "boom" de IPOs que se desenha desde o ano passado traz para o centro do palco dezenas de empresas do Norte ao Sul do país. Hoje foi a vez da maior provedora independente de internet, a Brisanet (BRIT3), empresa que há mais de duas décadas atua na região Nordeste e que tem cerca de 700 mil clientes, espalhados por 96 cidades na região.

A empresa desembarca na bolsa brasileira após uma oferta que levantou R$ 1,4 bilhão, ainda que a ação tenha saído no piso da faixa indicativa, a R$ 13,92, e na cola de outras companhias do mesmo ramo que também fizeram suas estreias nos últimos dias: a Unifique, que atua na região Sul, movimentou R$ 820 milhões em sua oferta, enquanto a Desktop, operadora do interior de São Paulo, captou R$ 715 milhões.

Mesmo assim, o primeiro dia da empresa nordestina na bolsa foi de forte volatilidade. No pior momento do dia, os papéis chegaram a recuar quase 10%, mas conseguiram se recuperar e fechar o pregão estáveis, com uma leve alta de 0,07%, a R$ 13,93.

Os recursos captados pela oferta primária — coordenada pelo Santander, XP Investimentos, BTG Pactual, UBS, BB e Bradesco BBI — serão utilizados em aporte de recursos na controlada Agility Telecom, que atende 251 municípios na região Nordeste, e em expansão da rede da companhia.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Sob nova direção

Mudanças no alto escalão da Ultrapar agradam e ações disparam 9%. Hora de comprar UGPA3?

Analistas enxergam movimentação da Ultrapar como ‘ponto de virada’ e uma surpresa positiva, mas ainda é cedo para um diagnóstico mais preciso do futuro.

OCCUPY B3

B3 (B3SA3) recua quase 3% com ocupação do MTST; movimentos sociais protestam contra o governo e a desigualdade social na sede da Bolsa

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Balança, mas (ainda) não cai

Qual o destino da Evergrande? Veja quatro possíveis cenários para a crise da gigante chinesa

As ações da Evergrande subiram mais de 17% na bolsa de valores de Hong Kong após um acordo com credores. A situação, porém, está longe de ser resolvida. Saiba o que esperar

mercado cripto

Bitcoin e criptomoedas: XP e Rico lançam dois fundos, com investimento a partir de R$ 100

Com gestão passiva, produtos são voltados ao público geral, com taxa de administração de 0,5% ao ano, sem proteção cambial ou taxa de performance

Destaques da bolsa

Cyrela (CYRE3): ‘Sem razões para ânimo’ com o setor, Credit Suisse rebaixa recomendação para construtora e ações têm queda firme

Banco suíço, que rebaixou recomendação de “compra” para “neutra”, vê um cenário difícil para as construtoras nos próximos meses por causa da alta da inflação e da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies