2021-10-14T16:25:53-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Ibovespa não sustenta alta e vai na contramão de Wall Street; dólar opera em alta mesmo após leilão do BC

Enquanto as bolsas americanas reagem aos bons números da temporada de balanços, o Ibovespa patina para tentar acompanhar

14 de outubro de 2021
10:50 - atualizado às 16:25
A cautela prevalece no mercado brasileiro, que segue descolado do exterior - Imagem: Shutterstock

Enquanto Wall Street começa o dia com altas robustas, puxada pelos bons números apresentados pelos bancos americanos no terceiro trimestre, a bolsa brasileira começa a quinta-feira mais preocupada e derrapando para o terreno negativo. 

Lá fora, o dia é de alta superior a 1,5%, com o bom humor atingindo também as bolsas europeias. O Ibovespa chegou a abrir o dia no azul, mas a situação local não deixou que a bolsa brasileira acompanhasse. Aqui, a preocupação dos investidores se volta para os indicadores de inflação e como a situação atual é prejudicial para o consumo, principalmente no setor de serviços, além de repercutir a redução do ICMS aprovada na Câmara. 

Por volta das 14h20, o principal índice da bolsa brasileira recuava 0,38%, aos 113.056 pontos. Depois da injeção de mais de US$ 2 bilhões feita ontem pelo Banco Central, a quinta-feira começou com uma nova oferta de US$ 1 bi, o que ajudou a segurar a moeda americana por algum tempo, mas não o suficiente. No mesmo horário, a moeda americana operava em leve alta de 0,15%, a R$ 5,519. 

Dentro de casa

Por aqui, o setor de serviços mostrou um crescimento de 0,5% em agosto, mas o mercado está pesando mesmo é o impacto que esse número pode gerar nos índices de inflação. Com a reabertura econômica ganhando tração nos últimos meses, os analistas estimam que a elevação nos preços está longe do fim. 

Falando em inflação, outro tema em pauta é o preço dos combustíveis, um dos maiores vilões das últimas leituras do IPCA. A Câmara dos Deputados passou o tema na frente de outras reformas mais esperadas e trouxe uma solução que adiciona pressão no mercado. Isso porque o impacto da medida é incerto, principalmente porque as chances de aprovação no Senado são baixas, já que os estados devem perder receita. 

O projeto de lei que modifica o regime de cobrança do ICMS incidente sobre os combustíveis passou com 392 votos a favor e 71 contrários. Com isso, o ICMS sobre combustíveis adotará alíquotas específicas, fixadas a cada 12 meses. O teto será a média de preços (PMPF) dos últimos 2 anos.

O deputado Jaziel, relator da proposta, estima que poderá haver redução média de 8% na gasolina comum, 7% no etanol hidratado e 3,7% no diesel tipo “B”, mas analistas desconfiam que o desconto pode acabar nem chegando ao consumidor final. O mercado de juros chegou a abrir o dia em queda, mas assim como o dólar, não sustentou o movimento.

  • Janeiro de 2022: de 7,30% para 7,34%
  • Janeiro de 2023: de 9,06% para 9,14%
  • Janeiro de 2025: de 10,01% para 10,05%
  • Janeiro de 2027: de 10,36% para 10,45%

Os números lá fora

Mas o mercado também olha para outros dados da economia americana. Na véspera do início da retirada de estímulos monetários por parte do Federal Reserve, o indicador de inflação no atacado e os novos pedidos de auxílio-desemprego vieram melhores que o esperado. Foram 293 novos pedidos, abaixo da previsão de 318 mil.

A temporada de balanços também começa a ganhar tração no exterior. Pela manhã, os números exibidos pelo Bank of America, Wells Fargo, Citi e United Health animaram o mercado.

Sobe e desce do Ibovespa

Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEULTVAR
BIDI11Banco Inter unitR$ 51,686,78%
BIDI4Banco Inter PNR$ 17,445,89%
PRIO3PetroRio ONR$ 27,913,56%
BPAN4Banco Pan PNR$ 16,363,15%
PETZ3Petz ONR$ 24,102,68%

Confira as maiores quedas:

CÓDIGONOMEULTVAR
BRFS3BRF ONR$ 25,26-4,43%
CASH3Meliuz ONR$ 5,20-4,24%
VIIA3Via ONR$ 7,94-3,29%
CYRE3Cyrela ONR$ 17,60-3,24%
EZTC3EZTEC ONR$ 23,96-3,04%
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

MUDANDO A RECOMENDAÇÃO

Itaú BBA vê Gerdau (GGBR4) como ação defensiva, mas a siderúrgica que pode subir mais de 50% é outra; confira as apostas do banco

A queda de mais de 39% das ações da Usiminas abriram um bom ponto de entrada, segundo os analistas do Itaú BBA

Análise SD

Jogou a toalha? Azul (AZUL4) critica plano de recuperação da LATAM e dá a entender que não vai aumentar a proposta

A Latam pretende injetar mais de US$ 8 bi com as medidas de seu plano de recuperação judicial, cifra superior à proposta pela Azul (AZUL4)

bitcoin (BTC) hoje

Alívio com variante da covid-19 chega primeiro ao mercado de criptomoedas e bitcoin (BTC) volta aos US$ 57 mil

O mercado de criptomoedas, que não para nunca, sentiu o alívio ainda no final do sábado (27) e segue em alta hoje

Radiocash

“Esses 4 milhões de pessoas na Bolsa vieram para ficar”, diz Gustavo Cerbasi

Com 16 livros publicados e 1,5 milhão de seguidores no Instagram, o ex-professor universitário encara com cautela a fama, e rejeita alguns rótulos

Ao acionista com carinho

Ação da Petrobras (PETR4) pode render 100% só em dividendos nos próximos cinco anos

Relação ‘risco-recompensa’ é como comparar um formigueiro ao Everest, avalia o UBS