Insights de investimento, análises de mercado e muito mais! Siga o Seu Dinheiro no Instagram

2021-12-27T17:47:24-03:00
Beatriz Azevedo Pinto
POSSÍVEL RECUPERAÇÃO?

‘Game over’ para o Magalu (MGLU3)? Queda brutal faz ação ficar entre as piores do ano, mas analista enxerga alta de quase 160% no longo prazo; entenda

Depois de levar um tombo feio neste ano, papéis do Magazine Luiza (MGLU3) têm potencial de se recuperar a partir de 2022 e chances de entregar lucros para investidores

27 de dezembro de 2021
16:34 - atualizado às 17:47
Fachada de loja do Magazine Luiza (MGLU3), um dos grandes players de varejo da bolsa, junto com Via (VIIA3) e Americanas (AMER3)
Imagem: Shutterstock

Com queda de quase 74% no ano, o Magazine Luiza (MGLU3) aparece entre as líderes de  um ranking nada honroso: o de piores ações de 2021. A varejista registra a maior queda do Ibovespa  - ao lado de Via (VIIA3) e Americanas (AMER3). 

Tamanhas são as perdas que, recentemente, um investidor insatisfeito com o desempenho dos papéis enviou um e-mail um tanto incisivo para nós aqui do Seu Dinheiro. 

Nele, o leitor chegou a dizer que o ativo já pode até “ser trocado por rolos de papel higiênico”. Considerando o preço de um pacote com 12 rolos (cerca de R$ 10) e o atual preço da ação (por volta de R$ 7), a comparação pode até parecer fazer sentido. 

ATENÇÃO: liberamos de graça o nome das duas criptomoedas mais promissoras para quem quer ter a chance de ficar rico em 2022, basta clicar aqui para descobrir

O papel higiênico sem dúvida tem sua utilidade. Mas a relação com MGLU3 não é justa. Afinal, os papéis da varejista ainda podem trazer bons frutos para os investidores pacientes.

De acordo com o trader e head de educação da Vitreo, Rogério Araújo, a queda representa uma oportunidade. Para ele, os papéis podem disparar nos próximos dois anos, veja a análise completa no vídeo abaixo:

Na visão de Fernando Ferrer, analista da Empiricus, o potencial de alta chega a quase 160%, com o preço-alvo estabelecido em R$ 18, ante aos R$ 6,50 atuais. 

Por que MGLU3 ainda pode subir quase 160% no longo prazo?

Antes de explorar os motivos que podem sustentar a alta dos papéis no longo prazo, é preciso lembrar que apesar da possível alta, ainda trata-se de um investimento de risco. 

O cenário macroeconômico, as eleições de 2022, alta dos juros, forte competição internacional e o alto índice de desemprego são alguns dos fatores que podem influenciar negativamente os ativos do Magalu. Por isso, o investidor que escolher se expor deve se limitar a uma pequena parte do patrimônio. 

LEIA TAMBÉM: comunidade de investimentos Seu Dinheiro presenteia membros com assinatura gratuita da carteira Crypto Legacy da Empiricus, clique aqui para receber a sua

Dito isso, vamos ao que interessa: a possível alta. A queda brutal vista durante 2021 se deu por alguns motivos, são eles: 

  • Inflação e juros altos que corroem o poder de compra do cliente; 
  • Câmbio depreciado, que aumenta o custo de produção de bens duráveis já que possuem peças comercializadas em dólar; 
  • Base de comparação forte em relação ao ano passado; 
  • Alto índice de desemprego. 

Não é possível estimar com certeza quando esses fatores vão deixar de assombrar a companhia. Mas, para Ferrer, com as diversas aquisições realizadas recentemente, a empresa conseguiu reforçar a posição em um setor muito promissor para os próximos anos: o e-commerce. 

O Magalu montou um ecossistema extenso e se tornou um player relevante de cosméticos (Época), esportes (Netshoes), games e etc. E tem mais: a empresa segue crescendo quando o assunto é logística por meio da inauguração de novos Centros de Distribuição. 

A companhia detém a agência Magalu, que funciona basicamente como um ‘correio particular’ e permite que vendedores integrados ao marketplace da empresa despachem seus produtos em 280 lojas espalhadas pelo país. O plano é levar a ideia a todos os 1,4 mil pontos físicos da varejista, garantindo entregas mais rápidas e baratas.  

No final do terceiro trimestre de 2021, quase 60% dos produtos próprios do Magalu eram entregues em menos de um dia. No marketplace, onde a logística é bem mais desafiadora, a entrega em menos de 48 horas já chega a uma porcentagem de 28%. 

E, mesmo com as condições desfavoráveis, o foco no desenvolvimento online permitiu que o volume de vendas no canal atingisse R$ 10 bilhões no último trimestre, volume três vezes maior do que o período que antecede a pandemia. 

Há também iniciativas como o Magalu Play, que auxilia o vendedor e o cliente na hora de realizar transações. E, na análise do volume de vendas totais (GMV), a plataforma tem ajudado vendedores mais antigos a crescer de forma saudável durante os anos.

Para ter uma ideia, a empresa multiplicou o GMV de vendedores da safra de 2017 em 13 vezes, ao longo de 5 anos. De acordo com os analistas da Empiricus Richard Camargo e Ruy Hungria, isso é bom para o Magalu porque aumenta a diversidade de produtos disponíveis em seu marketplace.

“Essas características fortalecem a companhia e dificultam a vida dos concorrentes”, destaca Ferrer. O analista é claro ao afirmar que trata-se de um dos maiores players do e-commerce no Brasil, que deve se beneficiar do desenvolvimento desse segmento nos próximos anos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DIPLOMACIA RUSSA

Bandeira branca? Putin diz que vai viabilizar comércio de grãos ucranianos e fertilizantes

Em conversa com o presidente da França e o chanceler da Alemanha, Putin afirmou que vai aumentar a oferta de grãos e fertilizantes

NÃO VINGOU

Terra 2.0 derrete mais de 60% no dia do lançamento; saiba por quê

A Terra 2.0 já acumula perdas; o renascimento da criptomoeda sofre com a perda de credibilidade, após falhas no protocolo da antiga moeda

NOVA CRIPTO NA ÁREA

Lançamento da Terra 2.0: vale a pena investir em um projeto criado pelos mesmos desenvolvedores da extinta Terra (LUNA)? Especialistas falam sobre nova criptomoeda

A resposta foi quase unânime: os analistas deixaram de acompanhar a Terra (LUNA) e não acreditam mais no projeto

SOBE E DESCE

Cosan (CSAN3) lidera as altas do Ibovespa e Banco Inter (BIDI11) vai em direção oposta ‒ saiba o que foi destaque na bolsa na semana

A semana começou com mudanças na presidência da Petrobras (PETR4). Apesar disso, o Ibovespa fechou a semana em leve alta

PODCAST TOUROS E URSOS

Petrobras e Eletrobras: afinal, vale a pena investir no sucesso dessa dupla na bolsa?

Especialista na dupla Petrobras e Eletrobras, o colunista do Seu Dinheiro Ruy Hungria conta o que esperar das ações das estatais no podcast Touros e Ursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies