Menu
2020-04-24T16:32:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Títulos públicos

Após paralisação, Tesouro Direto volta a funcionar. Veja os preços e as taxas dos títulos nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

24 de abril de 2020
16:32
Selo para série preços e taxas do Tesouro Direto com uma sacola de dinheiro com pernas subindo e uma porcentagem caída no chão
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Após ter as negociações de títulos prefixados e atrelados à inflação paralisadas durante boa parte do dia, por conta da alta volatilidade nas taxas de juros, o Tesouro Direto voltou a funcionar normalmente na tarde desta sexta-feira (24). As taxas do Tesouro Direto apresentam forte alta.

O Tesouro IPCA+ 2026 (NTN-B Principal) é negociado com taxa de 3,58% ao ano mais IPCA, por um valor mínimo de R$ 53,08. O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2055 (NTN-B) é negociado com taxa de 4,79% ao ano mais IPCA e aplicação mínima de R$ 40,73.

Já o Tesouro Prefixado 2023 (LTN) está pagando 5,53% ao ano para quem o comprar nesta sexta-feira, com aporte mínimo de R$ 34,62. O Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2031 (NTN-F) é negociado com taxa de 8,43% e aporte mínimo de R$ 34,13.

O único Tesouro Selic (LFT) disponível para compra atualmente no Tesouro Direto, com vencimento em 2025, está remunerando Selic + 0,03% para quem o levar até o fim do prazo. A aplicação mínima é de R$ 105,86.

Lembre-se de que essas taxas do Tesouro Direto só são válidas para quem adquirir o título hoje e o levar até o vencimento. Na venda antecipada, o retorno pode ser bem diferente, uma vez que a venda é sempre feita a preço de mercado.

Confira os preços e taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

O Tesouro Direto é o programa do Tesouro Nacional para compra e venda de títulos públicos federais on-line pela pessoa física. O investimento mínimo é de apenas R$ 30, desde que essa quantia não seja inferior a 1% do valor de um título.

Para investir no Tesouro Direto, o ideal é abrir conta em uma corretora de valores que não cobre taxa de administração. Dessa forma, o único custo do investimento, além dos impostos, é a taxa de custódia paga à bolsa, de 0,25% ao ano.

Os títulos públicos federais são os investimentos de menor risco de crédito da economia brasileira, pois são garantidos pelo governo. Mas há risco de mercado, uma vez que há volatilidade nos preços.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Rankings

Os fundos imobiliários mais rentáveis dos últimos cinco anos

Saiba quais foram os FII com maiores retornos de dividendos e com as maiores valorizações na bolsa no longo prazo

fique de olho

Petrobras reajusta gasolina em 7,6%; aumento vale a partir da terça-feira, dia 19

Esse é o primeiro aumento do ano; empresa tem sido criticada por um grupo de concorrentes, acusada de praticar valores abaixo da paridade internacional

indo às compras

XP vê setor de supermercados melhor que antes da pandemia e escolhe ação favorita

Analistas avaliam que segmento apresenta dinâmica de resultados favorável e papéis baratos em termos históricos

na b3

Bemobi, clube de assinatura de aplicativos, pode levantar R$ 1 bi em IPO

Empresa precifica os papéis no dia 8 de fevereiro; companhia, que faz parte de grupo norueguês, vende assinaturas de apps, soluções de “micro finanças”, entre outros

OUÇA DE GRAÇA

Do zero ao R$ 1 bilhão: como a Empiricus usa tecnologia para vender produtos digitais

Na edição dessa semana do Tela Azul, recebemos o Rodrigo Gianotto head de e-commerce da Empiricus.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies