Menu
2020-01-13T18:39:12-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Altas e baixas

Vale, siderúrgicas, Sabesp e Petrobras: os destaques do Ibovespa nesta segunda-feira

As ações ligadas ao setor de commodities, como Vale, CSN e Suzano, operam em alta forte nesta segunda-feira. Sabesp ON também desponta entre os maiores ganhos do índice

13 de janeiro de 2020
15:35 - atualizado às 18:39
Vale minério mineração
Imagem: Shutterstock

As ações da Vale, das siderúrgicas e do setor de papel e celulose fecharam em alta firme nesta segunda-feira (13), dando força ao Ibovespa como um todo. Os papéis da Petrobras e da Sabesp também apresentaram movimentações relevantes, reagindo ao noticiário corporativo referente às empresas.

As companhias exportadoras de commodities tiveram uma sessão bastante positiva, impulsionadas pelo otimismo em relação às negociações comerciais entre EUA e China — está previsto para a próxima quarta (15) a assinatura da primeira fase do acordo comercial entre os países.

Por mais que a formalização do acerto não ponha um fim à guerra comercial, trata-se de um passo importante para acalmar os ânimos no mercado nesse front no curto prazo. Há a leitura de que, com a assinatura, a desaceleração da economia da China será interrompida.

O desempenho do gigante asiático é especialmente importante para o setor de commodities, uma vez que a China é a grande consumidora global de minério de ferro, produtos siderúrgicos e celulose. Assim, a aceleração da economia do país implica num crescimento da demanda por esses produtos.

E, de fato, o mercado já reagiu positivamente à perspectiva de conclusão do acordo: o minério de ferro negociado no porto chinês de Qingdao fechou em alta de 2,14% nesta segunda-feira.

Como resultado, Vale ON (VALE3) avançou 3,64%, CSN ON (CSNA3) teve ganho de 6,05%, Gerdau PN (GGBR4) valorizou 4,30% e Usiminas PNA (USIM5) fechou em alta de 4,38%. Bradespar PN (BRAP4) subiu 4,20% — a empresa possui participação relevante na Vale.

No setor de papel e celulose, Suzano ON (SUZB3) e as units da Klabin (KLBN11) tiveram ganhos de ,69% e 4,76%, respectivamente.

Petrobras dividida

Os papéis da Petrobras, por outro lado, ficaram perto da estabilidade, contrastando com o tom amplamente positivo do Ibovespa nesta segunda-feira. As ações ON (PETR3) caíram 0,03%, enquanto as PNs (PETR4) subiram 0,20%.

No exterior, o petróleo seguiu em trajetória de baixa, reagindo à despressurização das tensões geopolíticas no Oriente Médio: o WTI caiu 1,63% e o Brent recuou 1,20%.

Além disso, o mercado também digere a informação de que a estatal reduzirá em 3% o preço da gasolina e do diesel a partir desta terça-fera (14), em resposta à desvalorização do petróleo lá fora.

Sabesp reage

Outra ação que se destacou na ponta positiva do índice foi Sabesp ON (SBSP3), com ganhos de 4,35%. No último fim de semana, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que o grupo China Railway Construction está em conversas para comprar uma fatia relevante da estatal paulista.

Top 5

Veja os cinco papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta segunda-feira:

  • Via Varejo ON (VVAR3): +8,55%
  • CSN ON (CSNA3): +6,05%
  • Metalúrgica Gerdau PN (GOAU4): +5,26%
  • Klabin units (KLBN11): +4,76%
  • Magazine Luiza ON (MGLU3): +4,69%

Confira também as maiores baixas do índice hoje:

  • SulAmérica units (SULA11): -2,27%
  • Braskem PNA (BRKM5): -1,31%
  • GPA PN (PCAR4): -1,09%
  • CVC ON (CVCB3): -1,05%
  • Carrefour Brasil ON (CRFB3): -0,89%
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

APRENDENDO COM O PROFESSOR BESSEMBINDER

O clube dos 900%: o que você pode aprender com os maiores casos de geração de riqueza da Bolsa americana

Empresas quebrando são mais frequentes que empresas dominando o mundo em algumas décadas. Mas poucos acertos podem rechear a sua carteira e garantir sua aposentadoria precoce.

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies