Menu
2020-10-09T14:35:00-03:00
Estadão Conteúdo
NEGÓCIO DA CHINA

Vale anuncia joint venture com chinesa para projeto portuário

Iniciativa prevê investimento de cerca de US$ 624 milhões na expansão das instalações do Porto de Shulanghu

9 de outubro de 2020
14:34 - atualizado às 14:35
A mineradora Vale
Imagem: Shutterstock

A Vale informou nesta sexta-feira (9) que seu conselho de administração aprovou a criação de uma joint venture com a Ningbo Zhoushan Port Company Limited para construir, possuir e operar o Projeto West III no Porto de Shulanghu, na cidade de Zhoushan, na província de Zhejiang, China.

O projeto tem investimentos com valor plurianual total de RMB 4,3 bilhões ou cerca de US$ 624 milhões (capital total, base 100%).

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a mineradora detalha que o Projeto West III consiste na expansão das instalações do Porto de Shulanghu, desenvolvendo um pátio de estocagem e berços de carregamento com capacidade adicional de 20 milhões de toneladas por ano (Mtpa).

"Ao participar do projeto, a Vale garantirá uma capacidade portuária total de 40 Mtpa em Shulanghu, o que ajudará a Vale a otimizar custos em sua cadeia de valor", afirma a empresa no documento.

O projeto inclui a aquisição de direitos de propriedade e o desenvolvimento da capacidade portuária de 20 Mtpa, incluindo a construção de um novo pátio de estocagem e dois berços de carregamento, sujeitos a aprovações regulatórias.

A Vale deterá 50% da joint venture e ambas as partes pretendem obter empréstimos de terceiros de até 65%, mas não menos que 50% do investimento total. "Com essas premissas, a contribuição de capital da Vale para o projeto variará entre US$ 109 milhões e US$ 156 milhões, aproximadamente", calcula a empresa.



A construção do projeto, que deve durar até três anos, terá início após ambas as partes obterem as aprovações antitruste e outras aprovações regulatórias na China. "O projeto garantirá capacidade portuária estratégica para a Vale na China, uma vez que o porto de Shulanghu permite a atracação de navios Valemaxes e a otimização dos custos de transporte e distribuição da Vale", destaca.

A Ningbo é uma subsidiária do Zhejiang Provincial Seaport Investment & Operation Group Co. Ltd.. A parceria será através da Vale International S.A. A Ningbo é a operadora dos terminais públicos do Porto de Ningbo Zhoushan, que ocupou o primeiro lugar por 11 anos consecutivos em termos de movimentação total de carga no mundo.

Como uma das maiores operadoras de terminal na China, a Ningbo atua no carregamento e descarregamento de contêineres, minério de ferro, petróleo, carvão, gás liquefeito, grãos, entre outras cargas. A empresa possui dois berços capazes de receber navios de 400.000 DWT.

Blendagem

A Vale lembra que em 2015 lançou o Brazilian Blend Fines (BRBF), produto resultante da mistura de finos de minério de ferro de Carajás, no Sistema Norte, com finos de minério de ferro dos Sistemas Sul e Sudeste, que se complementam em termos de características físicas, químicas e metalúrgicas.

O BRBF é produzido no Terminal Marítimo de Teluk Rubiah na Malásia e em dezessete portos na China, incluindo o Porto de Shulanghu. "Esse processo reduz o tempo necessário para atendimento dos mercados asiáticos e aumenta nossa capilaridade de distribuição ao permitir o uso de embarcações menores", afirma a mineradora.

A estratégia de blendagem também permite planos de mineração mais eficientes e aumenta o uso de métodos de processamento a seco, que por sua vez reduzem investimentos, estendem a vida útil de nossas minas e reduzem o uso de água em nossas operações: uma flexibilidade fundamental para lidar com os desafios de curto prazo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Bola rebola

Show das poderosas: Nubank estreia dueto com Anitta e cala os críticos com primeiro lucro

Fintech que já vale US$ 30 bilhões tem primeiro resultado positivo na história e anuncia contratação da cantora para compor o conselho de administração

Temperatura subindo

Febraban: carteira de crédito continua em expansão e deve registrar melhor índice desde 2013

As concessões de empréstimos devem apresentar crescimento de 4,7% em maio, acumulando aumento de 6,9% nos últimos 12 meses

Fim de papo

Bolsonaro se irrita com questão de frete e termina conversa na saída do Alvorada

Antes, ao ser cobrado quais as propostas para atender a categoria, Bolsonaro repetiu que o “maior problema de vocês (caminhoneiros)” é o preço dos combustíveis e os tributos

Nova realidade?

UBS prevê queda nos preços de minério de ferro e rebaixa Rio Tinto

Para os analistas, problemas com oferta no Brasil, intensificados pela pandemia, e atuação do governo chinês devem pressionar cotação do insumo

Muito além do pix

Bancos Centrais da Suíça e França testam transações com moedas digitais entre países

O experimento visa investir no mercado de empréstimos de “atacado” entre bancos, ao invés de transações públicas diárias, mas será o primeiro teste com as CBDC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies