Menu
2020-12-16T23:31:07-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
boas expectativas

Suzano aumenta previsão para investimentos em 2021, diante do crescimento da produção

Empresa prevê dispêndios de R$ 4,9 bilhões no ano que vem, a maior parte indo para atividades de manutenção

16 de dezembro de 2020
8:08 - atualizado às 23:31
Suzano Papel e Celulose
Suzano Papel e Celulose - Imagem: Amanda Oliveira/Governo da Bahia

A Suzano (SUZB3) anunciou na terça-feira (15) à noite que vai investir R$ 700 milhões a mais em 2021, na comparação com o planejado para este ano, destinando mais recursos às atividades de manutenção do que novos projetos, para acompanhar a perspectiva de aumento da produção.

O conselho de administração aprovou ontem investir R$ 4,9 bilhões no ano que vem, acima dos R$ 4,2 bilhões em que os aportes devem terminar este ano.

A companhia informou que vai destinar R$ 4 bilhões para manutenção, em razão dos efeitos do plano de contingência adotado em 2020, que postergou parte dos projetos para 2021, da maior concentração de aportes em máquinas e equipamentos florestais e da elevação de produção prevista para o ano que vem, além dos efeitos da valorização do dólar ante o real.

Com relação aos demais investimentos, o segundo maior dispêndio está associado a terras e florestas (R$ 400 milhões). Para a Suzano, este valor é o mínimo necessário para que ela mantenha sua opcionalidade de crescimento no longo prazo e sua competitividade.

Tudo indo bem

Os ventos sopram em favor da Suzano. Depois de sofrer no começo do ano com a queda nos preços da celulose, a maior produtora de celulose de eucalipto do mundo deve aproveitar uma recuperação das cotações, iniciada no quarto trimestre, e que deve se estender ao longo de 2021.

Os preços da celulose de fibra curta tiveram mais uma leve alta na semana passada, de US$ 2,80 por tonelada, para US$ 467,46 a tonelada, segundo a XP Investimentos. E existe espaço para subir no longo prazo, de acordo com o analista Yuri Pereira. Para ele, os valores se encontram há muito tempo abaixo do custo marginal, que ele calcula girar em torno de US$ 500 a tonelada.

“Adicionalmente, esperamos que uma recuperação da demanda na China seja gatilho para um movimento de recomposição de estoques”, diz trecho de relatório.

O cenário está permitindo à Suzano reajustar os preços da fibra para cima. Segundo apurou o jornal “Valor Econômico”, ela está comunicando a seus clientes na Europa e nos Estados Unidos novos preços para a fibra a partir de 1º de janeiro, de US$ 750 e US$ 970 por tonelada, respectivamente.

No começo do mês, ela aumentou os preços para clientes na China, para US$ 500 a tonelada, segundo o jornal.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

perspectivas

Temporada de balanços 1º tri: quem deve ir bem e quem ainda está mal, segundo o BofA

Empresas começam a divulgar resultados de um período marcado por lockdowns e alta dos preços das commodities; veja o que esperar

vale o que pesa?

Oi perdeu atratividade após vender fibra ótica? BTG Pactual diz que não

Para analistas, que trabalham dentro do grupo que fez a oferta pelos ativos, as ações possuem bom potencial de alta em qualquer cenário

Exile on Wall Street

Você daria 5 estrelas para as os ativos da sua carteira?

Imagino que você já foi convidado a dar notas para aplicativos, filmes, músicas, livros, restaurantes e até mesmo relatórios da Empiricus. Ao nos depararmos com a média dessas notas, acessamos diretamente aquilo que os romanos antigos chamavam de “sabedoria das massas”. Por meio de um feedback loop social, tal sabedoria permite reduzir dramaticamente os custos da […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies