Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-14T08:39:30-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
disputas internas

Smiles atende minoritários e marca assembleia sobre acordo com Gol

Acionistas questionam termos do acordo com a controladora e defendem que houve abuso de poder por parte dos diretores

14 de julho de 2020
8:28 - atualizado às 8:39
Avião com pintura do Smiles Fidelidade
Avião com pintura do Smiles - Imagem: Smiles

A empresa de programa de milhagem Smiles marcou uma assembleia geral extraordinária para 20 de agosto. A convocação atende a um pedido dos acionistas minoritários, que querem discutir o acordo anunciado com a controladora Gol.

Os minoritários propõem a anulação de R$ 1,2 bilhão em compras antecipadas de passagens e a responsabilização dos administradores por prejuízos - ressarcindo em R$ 425,963 milhões a empresa.

O grupo defende que houve violação do Estatuto Social (pelo uso de excesso de poder por parte dos diretores) e que o acordo possui condições não comutativas ou equitativas.

Os acionistas minoritários pedem o ressarcimento pela controladora à companhia de cerca de R$ 15 milhões relativos às despesas com consultores financeiros e jurídicos externos ligados ao processo de reorganização societária.

Em reunião em que foi aprovada a assembleia geral extraordinária, o conselho de administração da Smiles defendeu que a assembleia geral não teria competência para declarar a invalidade do acordo com a Gol. Para o grupo, somente um tribunal arbitral poderia declarar a invalidade ou nulidade dos contratos.

Entenda o caso

No último dia 6, a Smiles anunciou um acordo com a Gol para a compra de R$ 1,2 bilhão em créditos da companhia aérea para uso na aquisição de passagens aéreas, com contrapartidas.

O anúncio acirrou a disputa entre os acionistas da empresa de programa de fidelidade. Sócios minoritários já estavam insatisfeitos com a Gol - que detém 52% de participação da Smiles - desde o início da pandemia.

Para os advogados Cesar Augusto Fagundes Verch e Márcio Louzada Carpena, sócios do Carpena Advogados, as operações não estão sendo realizadas pelo interesse da companhia, mas da sua controladora, disseram ao Estadão. Eles representam três fundos de investimentos que, juntos, têm 4% das ações da Smiles.

Em março, a Smiles já havia realizado duas operações de compra antecipada de passagens que totalizaram R$ 425 milhões. Para os minoritários, essas operações, semelhantes a empréstimos, foram feitas com taxa de juros inferior ao que a Gol conseguiria no mercado.

Os minoritários alegam ainda que, em março deste ano, a Smiles já tinha um saldo de R$ 700 milhões com a Gol. Isso significa, segundo eles, que não havia necessidade de comprar mais passagens antecipadas.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies