Menu
2020-11-17T18:20:53-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
OPORTUNIDADE

Santander avalia cindir GetNet e repassar participação aos acionistas

Valor do negócio de maquininhas pode chegar até R$ 9 bilhões, segundo estimativas do Credit Suisse

17 de novembro de 2020
10:05 - atualizado às 18:20
getnet
Imagem: Reprodução/Youtube

O banco Santander (SANB11) vai avaliar a possibilidade de cindir parcialmente a GetNet, seu negócio de maquininhas, de sua estrutura e listar suas ações na B3 e recibos de ações (ADRs) nos Estados Unidos.

Segundo os termos da proposta, divulgados na segunda-feira (17), os acionistas do Santander receberiam participação na GetNet com base nas mesmas porcentagens de participação acionária que detêm no banco.

As ações ou units seriam repassadas após a concessão de registro de companhia aberta pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a aprovação da listagem dos ativos nos Estados Unidos e a ratificação da cisão pelo Banco Central brasileiro.

“A potencial cisão e as listagens dependem da finalização do estudo, bem como da obtenção das aprovações necessárias, incluindo de acionistas e dos órgãos reguladores e mercados aplicáveis”, diz trecho do comunicado.

Segundo a Broadcast, o Santander também pretende levar a GetNet para a Europa, como parte de um processo de internacionalização da marca. Nesse sentido, a matriz espanhola anunciou a aquisição de ativos tecnológicos da alemã Wirecard, de pagamentos.

Destravando valor

Os analistas do Credit Suisse acreditam que a GetNet possa ser avaliada entre R$ 6 bilhões e R$ 9 bilhões, assumindo que o lucro líquido dela retorne em 2021 aos patamares apurados em 2019 e um P/L (indicador que mostra quanto os investidores estão dispostos a pagar pelo lucro gerado) para 2021 de 11 vezes a 16 vezes, acima das 10,4 vezes do Santander Brasil e 11,3 vezes da Cielo.

“Vale notar que, se considerarmos a contribuição incremental do pré-pagamento atualmente feito dentro do Santander, a avaliação poderia ser maior, entre R$ 10 bilhões e R$ 15 bilhões”, diz trecho do relatório assinado pelos analistas Marcelo Telles, Otávio Tanganelli e Alonso Garcia.

Considerando o topo dessa faixa, eles estimam um aumento potencial de valor de 3% para o Santander Brasil. Para os analistas do Credit Suisse, os cálculos apontam que a cisão será mais benéfica aos acionistas do banco, em termos de ganhos de capital, dada a expectativa de que as ações da Getnet serão negociadas com ágio em relação às da Cielo e, consequentemente, aos múltiplos dos papéis do Santander Brasil.

Eles também analisaram a operação sob o ponto de vista estratégico e concluíram que ela faz parte da iniciativa do Santander Espanha de criar um negócio global na área de pagamentos, além de ser um veículo de investimento para futuras aquisições neste mercado.

“A transação pode potencialmente destravar algum valor para o Santander Brasil, ao mesmo tempo dando flexibilidade estratégica em diferentes frentes para a Getnet e o Santander Espanha”, diz trecho do relatório.

*Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

MERCADOS HOJE

Ibovespa ignora tensão em Brasília e busca romper marca histórica; dólar recua

Exterior positivo traz fôlego aos negócios locais, mas problemas em Brasília persistem

Exile on Wall Street

Bolsa não precisa de motivos para subir e os ganhos acontecerão – mesmo no pior cenário

Do fim de fevereiro até este meio de abril, o Ibovespa retomou os 120 mil pontos rapidamente, e sem qualquer utopia. Isso nos traz uma importante lição enquanto investidores agnósticos: a Bolsa não precisa de motivos para subir. Repita o mantra: não precisa de motivos para subir, não precisa de motivos… assim como você não […]

Taxa zero pra todo o lado

Easynvest zera taxa de corretagem para maioria das operações com ações, BDRs e opções

A corretora digital já não cobrava por investimentos em renda fixa e agora quer expandir essa ideia para ações, BDRs e opções do aplicativo

O melhor do Seu Dinheiro

A magia dos dados da Boa Vista, Arezzo, Hering e outros destaques do dia

No começo do ano, vazaram na internet dados de mais de 220 milhões de brasileiros, incluindo CPF, nome, endereço e renda. O número é maior que o da população brasileira porque o arquivo incluía pessoas que já faleceram. Mas não são apenas criminosos que espalham referências sobre quem somos por aí. Todos os dias nós […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies