Menu
2020-08-21T12:00:33-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Mudanças no plano

Oi: Justiça mantém data de assembleia de credores e nega pedido de Itaú e Banco do Brasil

Na decisão, o TJ também negou o pedido dos bancos de impedir a votação dos detentores de títulos de dívida (bônus) da Oi na assembleia, segundo notícia do Broadcast

21 de agosto de 2020
12:00
Imagem do prédio da operadora Oi
Imagem do prédio da operadora Oi, no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. - Imagem: Estadão Conteúdo/Paulo Vitor

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter a data da assembleia de credores da operadora de telefonia Oi para o próximo dia 8 de setembro, de acordo com informações do Broadcast, do Grupo Estado.

O pedido para cancelar a reunião foi feito pelo Itaú Unibanco e Banco do Brasil, que são credores da companhia. Na decisão, o TJ também negou o pedido dos bancos de impedir a votação dos detentores de títulos de dívida (bônus) da Oi na assembleia, ainda segundo a Broadcast.

Ainda de acordo com a decisão, o encontro de credores da operadora, que está em recuperação judicial desde 2016, ocorrerá de forma virtual em consequência da pandemia da covid-19. Na pauta da assembleia está o aditamento do plano de recuperação.

A notícia é positiva para os acionistas da Oi. Antes da divulgação da notícia, os papéis da empresa (OIBR3) eram negociados em alta de 0,62%, a R$ 1,62. Leia também nossa cobertura completa de mercados.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

seu dinheiro na sua noite

Vitória do Ibovespa (no segundo tempo)

“O time no segundo tempo ganhou de 2 a 1.” Foi assim que Fernando Diniz, o técnico do São Paulo, reagiu depois da derrota por 4 a 2 para a LDU no meio da semana e que praticamente eliminou a equipe da Libertadores. Diniz preferiu ignorar os 3 a 0 que o time levou na […]

Que modorra!

Bolsa passa por correção, mas zera perdas na reta final do pregão; dólar retoma alta

Principal índice de ações da B3 passou por correção e ignorou durante a maior parte do dia o impulso do setor de tecnologia à bolsa de Nova York

setor público

Reforma administrativa economiza R$ 400 bi até 2034, aponta estudo

Mesmo restringido a reforma apenas a novos servidores, o setor público poderia economizar pelo menos R$ 24,1 bilhões em 2024 com a aprovação das mudanças no seu RH, liberando o governo para investir mais em saúde, educação e segurança pública, segundo centro de estudos

retomada em pauta

Recuperação está longe de concluída, diz presidente do Fed do Kansas

Esther George fez a declaração durante discurso sobre os bancos comunitários, no qual enfatizou o papel destes para dar estabilidade na crise e apoiar a recuperação

EXILE ON WALL STREET

Bife ancho on sale!

Um país com a trajetória fiscal em xeque mais todas as idiossincrasias tupiniquins deveria ser motivo mais do que suficiente para que todo investidor buscasse diversificação no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements