Menu
2020-09-30T07:02:28-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
MAIS UMA

Locaweb volta às compras e adquire plataforma de marketing por R$ 18,9 milhões

Esta é a segunda aquisição feita pela empresa desde o IPO, em que levantou R$ 1,2 bilhã

30 de setembro de 2020
7:02

A Locaweb foi ao mercado novamente para fazer compras. Desta vez, ela fechou um acordo para adquirir a Etus Social Network Brasil, startup que oferece soluções para gestão e marketing digital em redes sociais, por R$ 18,9 milhões.

A Etus foi fundada em 2015 e está localizada em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. A plataforma de marketing digital que desenvolveu permite agendar e impulsionar posts, gerenciar interações com perfis das redes e ter relatórios completos de todas as ações, tudo em um único ambiente.

“Essa aquisição é consistente com a estratégia da companhia de oferecer o maior e mais completo ecossistema para apoiar nossos clientes no processo de digitalização dos seus negócios”, diz trecho do comunicado, divulgado na terça-feira.

Desde 2012 a Locaweb intensificou o crescimento, até então orgânico, com seis aquisições. Mais conhecida como uma empresa de hospedagem de sites, a companhia está investindo em serviços a varejistas que desejam vender seus produtos pela internet. A conversão digital se tornou ainda mais necessária desde que os governos locais ordenaram o fechamento do comércio físico, como forma de combater a disseminação do novo coronavírus.

Ela levantou R$ 1,2 bilhão em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), ocorrida em fevereiro. Deste total, cerca de R$ 400 milhões foram reservados para aquisições. A primeira delas ocorreu ainda este mês, com a compra da Social Miner Internet, por R$ 22,2 milhões.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Empresa ligada à Vale

Justiça aprova pedido de Recuperação Judicial da Samarco

RJ não terá impacto nas atividades operacionais da mineradora, nem nas ações de reparação e compensação pela tragédia de Mariana

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies