Menu
2020-09-23T09:56:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
SINISTRO

IRB registra prejuízo líquido de R$ 62,4 milhões em julho

Excluindo os efeitos de negócios descontinuados, o ressegurador apresentou lucro de R$ 36 milhões

23 de setembro de 2020
9:56
Logo do IRB

O ressegurador IRB Brasil informou nesta quarta-feira (23) que fechou julho com um prejuízo líquido reportado de R$ 62,4 milhões. Excluindo os efeitos de negócios descontinuados, a empresa apresentou lucro de R$ 36 milhões.

Os prêmios emitidos, que representam seu faturamento bruto, atingiram R$ 1,5 bilhão, um crescimento de 100,8% em relação ao mesmo período de 2019. A empresa informou que a alta foi provocada renovação, com crescimento de coberturas, de um contrato no segmento de petróleo emitido no mês.

Já os prêmios ganhos, o faturamento de competência, totalizaram R$ 657,6 milhões em julho. O ressegurador não divulgou a comparação com o desempenho em julho de 2019.

Ainda de acordo com o comunicado divulgado pelo IRB Brasil, o resultado de underwriting, da análise do risco dos contratos, foi negativo em R$ 137,6 milhões. A companhia atribuiu o resultado ao volume elevado de negócios descontinuados, que somaram R$ 160,8 milhões. Já o índice de sinistralidade total foi de 97,1% em julho. Excluindo os sinistros de negócios não continuados, o índice alcançou 73,2%.

O IRB Brasil passou recentemente por uma reestruturação interna, que inclui a revisão do portfólio de contratos. O processo foi desencadeado pela identificação de irregularidades cometidas por ex-diretores, como alteração dos resultados financeiros. A empresa chegou a ser acusada de disseminar “fake news” sobre a compra de ações pelo investidor bilionário Warren Buffett.

No segundo trimestre, a empresa teve prejuízo de R$ 685,1 milhões, revertendo o lucro registrado no mesmo período do ano passado.

O ressegurador destacou que os números de julho são prévios e não passaram por auditoria. Eles constam no relatório periódico mensal enviado à Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Empresa ligada à Vale

Justiça aprova pedido de Recuperação Judicial da Samarco

RJ não terá impacto nas atividades operacionais da mineradora, nem nas ações de reparação e compensação pela tragédia de Mariana

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies