Menu
2020-03-26T13:48:28-03:00
Estadão Conteúdo
Embraer

Embraer tem prejuízo líquido de R$ 867,8 milhões no 4º trimestre de 2019

Embraer registrou um prejuízo líquido atribuído aos acionistas de R$ 867,8 milhões no quarto trimestre de 2019, queda significativa na comparação com o R$ 1,4 milhão de prejuízo reportado em igual trimestre de 2018

26 de março de 2020
13:48
Embraer
Imagem: Wikpedia

A Embraer registrou um prejuízo líquido atribuído aos acionistas de R$ 867,8 milhões no quarto trimestre de 2019, queda significativa na comparação com o R$ 1,4 milhão de prejuízo reportado em igual trimestre de 2018. Excluindo impostos e itens especiais, a empresa apontou que teve prejuízo de R$ 383,6 milhões no trimestre. A fabricante aeronáutica destacou que o trimestre foi prejudicado por um resultado operacional menor e por elevação nos impostos.

No trimestre, o Ebitda ajustado da empresa fechou em R$ 270,7 milhões, queda de 46% na comparação com igual período de 2018. A margem Ebitda ficou negativa em 0,3% contra uma margem positiva de 4,1% na comparação anual. No ano, o Ebitda ajustado foi de R$ 725,6 milhões, queda de 57% na comparação com 2018.

Já o resultado operacional (Ebit) ficou negativo em R$ 276,8 milhões no trimestre, recuo frente ao dado positivo de R$ 14,5 milhões em igual intervalo de 2018. No ano de 2019, o Ebit foi negativo em R$ 309,8 milhões, contra um Ebit também positivo de R$ 103,1 milhões em 2018.

Entre os efeitos não recorrentes que afetaram os números estão os custos relacionados à separação do negócio de Aviação Comercial da Embraer, que impactaram negativamente o Ebit do trimestre em R$ 222,9 milhões, além do impairment de ativos.

Ainda conforme a empresa, no trimestre, a receita líquida teve crescimento de 33% na comparação anual, para R$ 8,585 bilhões, com crescimento em todos os quatro negócios principalmente em função do maior número de jatos entregues tanto na Aviação Comercial quanto na Executiva.

No ano, a Receita líquida consolidada da Companhia foi de R$ 21,802 bilhões, um crescimento de 16% em comparação a 2018, principalmente em função da variação cambial ocorrida no período e também pelo crescimento de 39% na receita de Defesa & Segurança, de 35% na Aviação Executiva e de 16% em Serviços & Suporte.

A Embraer entregou 35 aeronaves comerciais e 46 executivas (20 jatos leves e 26 grandes) no quarto trimestre de 2019. No ano, as entregas foram de 89 aeronaves comerciais e 109 executivas (62 leves e 47 grandes).

"Tal desempenho ficou dentro das estimativas anuais da Embraer de entregar entre 85 e 95 jatos comerciais e de 90 a 110 jatos executivos", apontou a empresa. Em 2018, a Embraer entregou 90 aeronaves comerciais e 91 executivas (64 leves e 27 grandes).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

O melhor do Seu Dinheiro

Lições de investimentos do Professor Polvo, balanços e outros destaques do dia

O cineasta Craig Foster teve uma ideia inusitada. Mergulhar todos os dias para acompanhar a vida de um polvo em uma floresta aquática de algas no litoral da África do Sul. Você pode conferir o resultado dessa aproximação que rendeu uma comovente “amizade” no documentário Professor Polvo, o vencedor do Oscar deste ano, que está disponível […]

Payroll

Payroll indica emprego mais fraco que o esperado nos EUA e reduz pressão por alta de juros

O relatório de emprego (payroll) mostrou a geração de 266 mil novos postos de trabalho em abril, bem abaixo da expectativa de 1 milhão do mercado

NA CARA DO GOL

Ibovespa tem nova chance de voltar aos 120 mil pontos; será que agora vai?

Enquanto agenda de balanços perde força, investidores voltam suas atenções para o payroll, o IGP-DI e as vendas no varejo

IR 2021

Imposto de Renda: Qual CNPJ informar para declaração de fundos imobiliários?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

pandemia

Covid-19: Brasil tem mais de 15 milhões de casos acumulados

Total de vidas perdidas para a pandemia subiu para 416.949, segundo o Ministério da Saúde

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies