🔴 É HOJE! PLANO PRÁTICO PARA GERAR RENDA EM DÓLAR SERÁ REVELADO – VEJA COMO ACESSAR

Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Reestruturação

Coca-Cola decide demitir 2.200 trabalhadores após impacto da pandemia

A Coca empregava cerca de 86.200 pessoas ao redor do mundo, até o fim de 2019. Destas, 10.400 ficavam nos EUA.

Rafael Lara
Rafael Lara
18 de dezembro de 2020
14:40
Fachada da sede da Coca-Cola em Atlanta, EUA
Fachada da sede da Coca-Cola em Atlanta, EUA - Imagem: Shutterstock

A Coca-Cola está demitindo 2.200 trabalhadores como parte de uma reestruturação maior que visa reduzir suas unidades de negócios e marcas. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (18), pela empresa.

Leia também:

De acordo com a empresa, do total de demissões, 1.200 serão feitas nos Estados Unidos, incluindo cerca de 500 em Atlanta, onde fica a sede da empresa.

A Coca empregava cerca de 86.200 pessoas ao redor do mundo, até o fim de 2019. Destas, 10.400 ficavam nos EUA.

A pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) afetou os negócios da Coca, já que suas vendas em lugares como estádios e cinemas despencaram. Sua receita entre julho e setembro caiu 9% em comparação a 2019, para US$ 8,7 bilhões.

A movimentação que a empresa fez foi justamente acelerar uma reestruturação que já estava em andamento.

Segundo o presidente e CEO da Coca, James Quincey, em teleconferência em outubro: "temos desafiado as formas tradicionais de fazer negócios e a pandemia nos ajudou a perceber que poderíamos ser mais ousados ​​em nossos esforços".

A Coca está reduzindo suas marcas registradas pela metade, para 200. Ela abandonou marcas com vendas lentas, como: Tab, Zico, Odwalla e Diet Coke Feist Cherry.

A companhia disse que usará a economia para investir no crescimento de marcas como os sucos Minute Maid e Simply, além de financiar o lançamento de novos produtos como Topo Chico Hard Seltzer, Coca-Cola Energy e a água com gás Aha.

Os segmentos de negócios também estão sendo reduzidos, de 17 para nove.

De acordo com a Coca, os programas de indenização custarão ao todo entre US$ 350 milhões a US$ 550 milhões.

A companhia começou a oferecer demissões voluntárias aos funcionários em agosto. A Coca não revelou quantos funcionários aceitaram essas ofertas.

As demissões não afetarão a parte de engarrafadoras da Coca, já que são independentes. Com as engarrafadoras, a companhia emprega mais de 700.000 pessoas ao redor do mundo.

*Com informações da Business Insider.

Compartilhe

MAIS UM CAPÍTULO DA NOVELA

Petrobras (PETR4): dividendos comprometidos… de novo? O pagamento de R$ 19,8 bilhões à Receita que pode cortar a remuneração extra aos acionistas

17 de junho de 2024 - 20:09

Cálculos da própria estatal mostram que o impacto após os efeitos tributários será de R$ 11,87 bilhões no lucro líquido do segundo trimestre de 2024

É TUDO CULPA DA IA

Nem Japão, nem Cingapura: o país asiático que está se tornando a nova potência em data centers e já atraiu bilhões de big techs como Google e Microsoft

17 de junho de 2024 - 20:00

Uma cidade com quase 800 mil habitantes se tornou um dos principais destinos dos investimentos bilionários de grandes empresas de tecnologia em centros de dados

ATENÇÃO, ACIONISTA!

Dividendos e JCP: Itaúsa anuncia provento bilionário e Cemig (CMIG4) marca data do pagamento; confira os detalhes

17 de junho de 2024 - 19:15

O valor total de Juros sobre Capital Próprio e dividendos a ser pago pelas duas empresas ultrapassa R$ 3 bilhões

TECH EM FOCO

A bateria do iPhone finalmente vai melhorar? Fornecedora da Apple desenvolve bateria revolucionária — e segura —, que promete armazenar mais energia

17 de junho de 2024 - 18:29

As chamadas solid-state battery são consideradas a nova fronteira da tecnologia, ao menos no ramo de capacitância

AS RAINHAS DOS PROVENTOS

Dinheiro no bolso: As 7 ações que prometem pagar os melhores dividendos na visão do Itaú BBA

17 de junho de 2024 - 17:00

O Índice Dividendos (IDIV) do banco, que superou o Ibovespa, tem empresas de serviços públicos essenciais e de construção entre os setores de destaque

BATALHA DAS CONSTRUTORAS

Meus dividendos, minha vida: Bank of America escolhe ação favorita entre Cury (CURY3) e Direcional (DIRR3) e prevê proventos robustos para a top pick

17 de junho de 2024 - 16:35

O banco atualizou seus números para incorporar o crescimento recente do programa habitacional e o otimismo dos analistas com as construtoras de baixa renda

PAPEL QUE RELUZ

Ouro nas alturas: Metal precioso já subiu 15% em 2024 e valorização abre oportunidade para se tornar sócio desta gigante da mineração

17 de junho de 2024 - 16:16

Segundo o BTG Pactual, este é o “tão esperado ponto ideal” para quem quer se tornar sócio desta mineradora canadense; descubra qual é o papel

DIREITOS TRABALHISTAS

Vale (VALE3) consegue aval da Justiça para sair da “lista suja” do trabalho escravo — pelo menos por enquanto

17 de junho de 2024 - 10:16

A mineradora foi incluída no cadastro de trabalho escravo devido a uma situação ocorrida em fevereiro de 2015 com uma de suas contratadas em Minas Gerais; entenda a situação

PAPÉIS NO VERMELHO

Ficou barato? Cogna (COGN3) lança programa de recompra após ações perderem metade do valor na B3

17 de junho de 2024 - 9:59

De olho na maximização do retorno dos acionistas, a companhia de educação decidiu tirar 44,2 milhões de papéis de circulação do mercado

O SEGREDO DO SUCESSO

Jensen Huang: como um jardineiro ajudou o dono da Nvidia (NVDC34) a manter a gigante dos chips de pé

16 de junho de 2024 - 16:57

Sob a liderança de Huang, a Nvidia se tornou na semana passada uma das poucas empresas do mundo a ultrapassar o valor de mercado de US$ 3 trilhões

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar