Menu
2020-12-18T20:12:54-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
novo formato

AES Tietê anuncia reorganização societária, com migração ao Novo Mercado

Proposta prevê que cada unit da companhia poderá ser trocada por uma ação ordinária da nova holding

18 de dezembro de 2020
14:11 - atualizado às 20:12
AES Tietê
Imagem: Divulgação

A AES Tietê (TIET11) anunciou nesta sexta-feira (18) um plano de reorganização societária, que resultará na criação de uma holding e a migração da companhia para o Novo Mercado, segmento de governança mais elevado da B3.

A proposta prevê que a absorção da companhia pela AES Brasil Energia, uma sociedade não operacional que é atualmente subsidiária integral da AES Tietê e que passará a ser a holding controladora.

Todos os acionistas da AES Tietê se tornarão acionistas da AES Brasil Energia e manterão o percentual atual de participação na nova companhia. A americana AES, por exemplo, permanecerá com a mesma fatia, de 42,85% no capital social.

Como o Novo Mercado permite apenas empresas com ações ordinárias, foi calculada uma relação de troca para as ações ordinárias e preferenciais da AES Tietê, que formam também units.

Nesse sentido, está sendo proposto que sejam atribuídas, para cada cinco ações de emissão da AES Tietê, preferenciais ou ordinárias, uma ação ordinária de emissão de AES Brasil Energia, de forma que cada unit – constituída por quatro ações preferenciais e uma ação ordinária – seja representada por uma nova ação ordinária de emissão da AES Brasil Energia.

Segundo a companhia, a relação de troca foi definida visando a manutenção das cotações por ações atualmente negociadas na B3.

A AES Tietê informou que a operação vai permitir ampliar a capacidade de crescimento, ao liberar uma maior alavancagem financeira, uma vez que somente os ativos que estiverem sob controle da AES Tietê ficarão limitados ao atual teto de 3,85 vezes da relação entre a dívida líquida e o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês).

“Além dos 3,85 vezes, os novos projetos poderão ser desenvolvidos em SPEs [Sociedade de Propósito Específico] sob controle comum da atual AES Tietê, permitindo um endividamento de até 80% em tais sociedades”, diz trecho do comunicado.

A reorganização ainda precisa ser aprovada pelos acionistas da AES Tietê e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Sobe e desce da commodity

Dia de correção: minério de ferro cai forte e derruba ações da Vale e siderúrgicas

As ações da Vale, Gerdau, Usiminas e CSN estão entre as maiores baixas do Ibovespa hoje, influenciadas pela cotação do minério de ferro

Rombo nas contas assusta

Decisão do STF sobre ICMS pode acelerar reforma tributária

O risco de um desfalque maior na arrecadação do governo deve intensificar os esforços da equipe econômica para acelerar a tramitação das mudanças no Congresso

Reação ao balanço

Lucrou, mas não empolgou. Ações do IRB caem mesmo com melhora no resultado

Papéis da resseguradora (IRBR3) estavam entre as maiores quedas do Ibovespa nesta sexta-feira; Credit Suisse vê piora operacional da companhia

Prepare o bolso

Petrobras diz que manterá ritmo de reajustes nos preços de combustíveis

Um executivo confirmou que não haverá mudanças na política de preços da estatal, que segue sem frequência definida

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies