Menu
2020-12-12T14:49:36-03:00
Estadão Conteúdo
pandemia

Bradesco mantém sede vazia e testa funcionários

Diante do repique no número de casos da covid-19 no Brasil, a volta está descartada, por enquanto, e a situação tem sido monitorada de perto pelo alto comando da instituição

12 de dezembro de 2020
14:49
Banco Bradesco
Imagem: Estadão Conteúdo / André Dusek

Com 215 mil metros quadrados e acostumada a receber um público diário de 13 mil pessoas, a Cidade de Deus é frequentada hoje por, no máximo, 620 funcionários do Bradesco, que se revezam na ida à sede do banco, em Osasco, por conta da pandemia. São menos de 5% do habitual.

Diante do repique no número de casos da covid-19 no Brasil, a volta está descartada, por enquanto, e a situação tem sido monitorada de perto pelo alto comando da instituição.

"Temos o mínimo necessário", diz a diretora executiva do Bradesco, Glaucimar Peticov, responsável pela área de Recursos Humanos em entrevista ao Estadão/Broadcast.

Nova rodada

Em home office desde o início de março, o Bradesco faz agora uma nova rodada de testes de sorologia para toda a sua base de funcionários e familiares. Ao fim de setembro, o banco contava com um quadro de 95.934 pessoas. A primeira fase de testes aconteceu em maio, auge da pandemia do novo coronavírus no Brasil. Essa teve início no fim de novembro e se arrastou para dezembro.

Com o agravamento do quadro da covid-19 no País, que nem ao menos se livrou da primeira onda, as empresas engavetaram os planos de voltar ao ambiente físico, até segunda ordem. Segundo a diretora-executiva do Bradesco, a segunda rodada de testes não foi estimulada pelo crescimento da taxa de contaminação no País, ou pelo alerta dado em São Paulo, que voltou à fase amarela de quarentena, mas o banco faz questão de saber com precisão qual é o impacto dessa situação sobre a sua população de funcionários.

Os testes de sorologia estão sendo feitos por meio de atendimento drive thru, na rede de laboratórios Fleury, da qual o banco detém uma fatia no capital, por meio da Bradesco Seguros, e em associados por todo o Brasil. "Só voltaremos quando a situação permitir", afirma a executiva, que torce por uma vacina disponível até fevereiro.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Sinal verde

Bolsonaro não deve mais barrar a Huawei no leilão do 5G no Brasil

Segundo fontes do Palácio do Planalto e do setor de telecomunicações, o banimento da empresa chinesa provocaria um custo bilionário com a troca dos equipamentos

Impasse

Guedes monta operação ‘apara arestas’ para manter Brandão à frente do Banco do Brasil

Por enquanto, o presidente do BB está no “limbo” na avaliação de funcionários do próprio banco, sem uma manifestação pública do presidente e de Guedes

IPO

Espaçolaser pode arrecadar até R$ 3 bilhões em estreia na B3

Maior rede de clínicas de depilação do País lançou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês)

Privacidade

WhatsApp é notificado e adia novos termos de uso

Procon-SP notificou o WhatsApp sobre a nova política de privacidade da plataforma, que obriga o compartilhamento de dados com o Facebook

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies