Menu
2020-09-23T12:48:31-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
abertura de capital

Bradesco planeja IPO da Ágora e corretora deve se separar do banco até o fim do ano

Analistas do Goldman Sachs tiveram conferência com os diretores do Bradesco, Leandro Miranda e Carlos Firetti. O plano é realizar o IPO depois de a Ágora conquistar o segundo lugar do setor em termos de participação de mercado — o que é previsto para acontecer dentro de 4 ou 5 anos

21 de setembro de 2020
20:05 - atualizado às 12:48
Banco Bradesco
Imagem: Estadão Conteúdo / André Dusek

O Bradesco planeja a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da sua corretora Ágora Investimentos para algum momento do futuro. Por ora, o banco brasileiro já definiu que, até o fim do ano, fará da Ágora uma empresa separada do grupo — seguindo o mesmo processo que ocorreu com o Banco Next. As informações constam de relatório do Goldman Sachs.

Analistas de ações do banco americano estiveram em conferência com os diretores do Bradesco da área de relações com investidores e responsável pela Ágora, Leandro Miranda, e de relações com mercado, Carlos Firetti, em 18 de setembro, sexta-feira passada.

Durante o encontro, os executivos manifestaram a intenção da realização de abertura de capital da Ágora eventualmente, de acordo com o documento.

O primeiro passo para o IPO, diz o Goldman citando os executivos, seria o levantamento de recursos para a corretora com a intenção de apoiar os investimentos em recursos humanos, marketing, fusões e aquisições horizontais e governança corporativa.

O plano da administração, no entanto, é apenas realizar o IPO depois de a Ágora alcançar o segundo lugar do setor em termos de participação de mercado — o que é previsto pelos executivos para acontecer dentro de 4 ou 5 anos.

Além disso, segundo Miranda, do Bradesco, afirmou ao Goldman, haverá acordos exclusivos entre Ágora e Banco Next para preservar os benefícios do acesso a uma base relevante de clientes de ambas as plataformas.

Atualmente, a corretora possui R$ 65 bilhões em ativos sob custódia e 500 mil clientes. A Ágora foi adquirida pelo Bradesco em 2008 e incorporou clientes da Bradesco Corretora a partir do ano passado.

Comoditização é risco

O Bradesco acredita que haverá somente de 4 a 5 grandes concorrentes no segmento de investimento dentro de 5 anos. A administração espera que a Ágora se torne a segunda maior corretora de varejo em 2021 e que tem o objetivo de se tornar a líder em cinco anos.

A migração de clientes do Bradesco, juntamente com clientes de outras plataformas, deve apoiar este crescimento, diz o Goldman.

"É importante ressaltar que a administração mencionou que pretendia trazer ativos sob custódia do private banking do Bradesco, da gestão de ativos e depósitos de custódia, o que poderia aumentar os ativos sob custódia da Ágora para R$ 200 bilhões."

Os executivos do banco acham que as recentes fusões e aquisições no segmento de investimentos não devem ser vistas como uma "ameaça" à Ágora. Eles consideram que a corretora possui escala e sinergias sendo parte do Bradesco.

"No entanto, a administração prevê a possibilidade de que a comoditização de produtos de investimento pode resultar em taxas mais baixas, apesar do tendência de crescimento secular do mercado", aponta o relatório do Goldman.

Os executivos do Bradesco disseram também que a Ágora não acompanhou as recentes reduções de preços promovidas pelos concorrentes, uma vez que o movimento não impactou sua base de clientes.

Eles afirmam que, se necessário, a Ágora poderia reduzir os preços também.

Os executivos também enfatizaram que a Ágora no momento está se concentrando em oferecer produtos com serviços de maior valor agregado para evitar a "comoditização", o que pode ser um risco para os preços.

A expressão remete ao processo no qual o consumidor, diante de tantas ofertas de produtos de um mesmo setor, não é capaz de diferenciar entre eles.

Casa dos brasileiros

O objetivo da Ágora, enquanto isso, é ser a "casa dos investimentos" para os brasileiros.

A atual base de clientes da Ágora é composta principalmente por pessoas mais velhas com alto patrimônio líquido. Mas isso está mudando: o perfil está sendo alterado para mais millenials e jovens, uma vez que os clientes do Banco Next passam a investir através da Ágora.

Atualmente, as ações representam 90% dos ativos sob custódia, já que a administração acredita que oferece maior valor agregado e melhores margens. Além disso, 50% de seus clientes atuais são da base de clientes do Bradesco, enquanto 25% vêm do Banco Next (do Bradesco banco digital) e 25% dos concorrentes.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

pacote comercial

Brasil e EUA assinam acordo para facilitar comércio e desburocratizar regulação

O Acordo de Comércio e Cooperação Econômica vinha sendo negociado pelos dois países desde 2011, mas estava em hibernação até a eleição do presidente Jair Bolsonaro

Relatório de produção

Vale: Produção de minério vai a 88,676 milhões/toneladas, alta anual de 2,3%

No relatório que divulgou nesta segunda-feira, 19, a companhia informa que está evoluindo com seu plano de estabilização e entregou uma forte produção de minério de ferro no terceiro trimestre.

Buscando eficiência

Infraestrutura anuncia início do plano de incorporação da Valec e EPL

Segundo a pasta, um dos principais objetivos da incorporação é “otimizar os gastos por meio de uma empresa mais enxuta, eficiente e sustentável”.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Segurando o teto

Hoje foi dia de descolamento entre o Ibovespa e as bolsas americanas novamente. E tudo por causa dos impasses que vêm pesando sobre as perspectivas dos investidores nos últimos tempos. Mas desta vez o jogo virou. Foi a bolsa brasileira que se saiu bem, enquanto as bolsas americanas amargaram perdas. Lá fora, o vaivém das […]

Agora vai?

Agora é oficial: CSN entra com pedido de IPO da unidade de mineração

A abertura de capital da unidade da CSN que inclui a mina Casa de Pedra é aguardada há pelo menos uma década, a ponto de ganhar status de lenda urbana no mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Fechar
Menu
Advertisements