Menu
2020-04-30T11:14:29-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Bancos

Bradesco diz que inadimplência com efeito coronavírus pode ser maior que em crises passadas

Lucro do banco caiu quase 40% no primeiro trimestre com provisão de R$ 2,7 bilhões para absorver perdas na crise. O índice de calotes acima de 90 dias na carteira do banco já começou a aumentar

30 de abril de 2020
10:44 - atualizado às 11:14
Octavio de Lazari, presidente do Bradesco
Octavio de Lazari, presidente do Bradesco - Imagem: Egberto Nogueira/divulgação

O índice de inadimplência no crédito provocado pela crise do coronavírus pode superar o de crises econômicas passadas, como as de 2008 e de 2015. A afirmação é do presidente do Bradesco, Octavio de Lazari.

O índice de calotes acima de 90 dias na carteira do banco já começou a aumentar e fechou o primeiro trimestre em 3,7%, um avanço de 0,4 ponto percentual em relação a dezembro.

“Ainda não sabemos a dimensão e extensão da crise, que deverá ser longa. Mas poderia me arriscar e dizer que esta crise será pior”, disse Lazari, durante uma teleconferência com a imprensa.

Leia também:

Após fazer uma provisão de R$ 2,7 bilhões no balanço diante do aumento da inadimplência esperado com a recessão da economia, o Bradesco não descarta fazer ajustes adicionais diante dos efeitos da crise do coronavírus.

As provisões contribuíram para derrubar o lucro do Bradesco em quase 40% no primeiro trimestre deste ano. O banco está confortável com o nível atual do “colchão”, mas Lazari disse que a avaliação de novas provisões é feita constantemente.

Menos agências

Outro impacto da crise do coronavírus para o Bradesco deve se refletir na rede de agências. O banco fechou 78 pontos de atendimento físico no primeiro trimestre e até o fim deste ano esse número deve ficar acima de 300.

Com a redução do fluxo nas agências provocado pela pandemia, o presidente do Bradesco disse que pode acelerar os ajustes esperados na rede, com menores tamanhos e formatos. “Nada será como antes”, afirmou Lazari aos jornalistas.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

apesar da crise...

Mercado de startups do Brasil caminha para ter melhor ano da história em 2020

O número de aportes realizados em novatas também já tem recorde histórico de 322 cheques, superando o melhor ano do setor com folga – em 2017, foram 263 investimentos

altas expectativas

Casa Branca: Negociações por novo pacote fiscal desaceleraram, mas não terminaram

Kudlow argumentou que, embora republicanos e democratas estejam mais perto de um acordo, ainda há divergências importantes.

O que esperar dos número?

JBS, BRF ou Marfrig, quem vai apresentar o melhor resultado no 3º trimestre?

Com a proximidade das datas de divulgações, os analistas do setor de Alimentos do Credit Suisse aproveitaram para revisar as projeções para três das principais empresas do setor

NA MODA

Grupo Soma fecha acordo por marca de blogueira e ações sobem mais de 9%

Acordo prevê que montante a ser pago, parte em dinheiro e outra em ações, equivalerá a sete vezes o Ebitda da empresa de Nati Vozza

Novidade na B3

Com novo modelo, ações da Track&Field estreiam no pregão da B3 após IPO

Oferta da empresa de vestuário e calçados esportivos inaugura modelo em que as ações preferenciais terão direito econômico — incluindo os dividendos — 10 vezes maior que o das ordinárias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies