Menu
2020-07-28T09:14:33-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
negócio fechado

BNDES aceita proposta da AES Corp. pela AES Tietê

Grupo americano ainda assumiu o compromisso de fazer a migração da geradora do Nível 2 para o Novo Mercado

28 de julho de 2020
8:23 - atualizado às 9:14
AES Tietê
Imagem: Divulgação

O BNDES aceitou a proposta da AES Corp. por uma fatia da geradora AES Tietê, embolsando R$ 1,27 bilhão. A AES apresentou oferta por 18,5% da Tietê, do total de 28,41% detido pelo banco de fomento por meio da BNDESPAR.

O grupo americano assumiu o compromisso de fazer a migração da geradora do Nível 2 para o Novo Mercado. O movimento, segundo a Tietê, "ajudaria a amenizar parte das críticas recentes recebidas pelo acionista sobre direito dos preferencialistas".

A previsão é de que mudança aconteça dentro de seis meses. É uma resposta a uma das questões que ficaram evidentes na negociação pela venda da fatia do BNDES.

A primeira proposta para a AES Tietê foi realizada pela Eneva, no fim de fevereiro. Mas a empresa encontrou resistência do grupo da AES Corp, que já detinha 24,35% do capital total e 61,6% das ações ON.

Os norte-americanos disseram que não reconheceriam a operação caso fosse aprovada em uma assembleia de acionistas - o que poderia acontecer, conforme as regras no Nível 2 da bolsa.

Com receio de uma longa e incerta disputa judicial, a Eneva retirou a oferta pela companhia, mas voltou à disputa após posicionamento da B3 pelo direito ao voto de quem detinha ações preferenciais.

De todo modo, a perspectiva de disputas que alongassem o destino da negociação pesaram para que o BNDES aceitasse a proposta da AES Corp.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

pandemia

Covid-19: número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registradas mais 3.459 mortes no país

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies