Menu
2020-07-23T21:15:28-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
novela ganha novo capítulo

Eneva confirma proposta ao BNDES e nova oferta para incorporar AES Tietê

Caso o BNDES aceite a proposta, a Eneva submeterá à administração da AES Tietê uma oferta de incorporação envolvendo as duas companhias

23 de julho de 2020
21:10 - atualizado às 21:15
AES Tietê
Imagem: Divulgação

A Eneva informou na noite desta quinta-feira (23) que fará proposta ao BNDESPar, braço de investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por fatia detida na AES Tietê.

A mesma oferta encaminhada ao BNDES será estendida aos demais acionistas da AES Tietê, se o banco concordar com as condições da Eneva.

O BNDESPar detém participação de 28,41% do capital social total da AES, sendo 14,42% das ações ordinárias (ON) e 37,51% das ações preferenciais (PN). A oferta divulgada hoje prevê um acordo de troca de ações e uma parte em dinheiro.

Segundo a proposta, a Eneva oferecerá 0,06539522 novas ações ON de emissão da companhia por cada ação ordinária ou PN de emissão da AES Tietê, ou 0,32697609 por unit. O acordo totalizaria 130,5 milhões novas ações ordinárias de emissão da Eneva.

Além disso, a Eneva pagaria mais uma parcela em dinheiro de R$ 727,9 milhões, o equivalente a R$ 0,36 por cada ação ON ou PN ou R$ 1,82 por unit.

A relação de troca proposta atribui prêmio de 10% sobre o valor de mercado das duas companhias na data de hoje, disse a Eneva, no comunicado.

Mais cedo, o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, disse que a Eneva tinha decidido fazer proposta pela participação da BNDESPar na geradora e que ela seria entregue ainda nesta quinta.

Oferta hostil

Em abril, em resposta à proposta da Eneva feita em março, o conselho de administração da AES Tietê rejeitou a oferta dizendo que ela era hostil e que subavaliava a companhia, citando ainda uma incompatibilidade existente entre os negócios das duas empresas.

À época, a Eneva propôs a incorporação usando como moeda suas próprias ações mais R$ 2,7 bilhões em dinheiro. O valor total representava um prêmio de 13,3% sobre as cotações das units da AES Tietê.

O grupo norte-americano AES, que detém 24,35% do capital total, controla a empresa por deter 61,6% das ações ON, que dão direito a voto.

No entanto, como a AES Tietê está listada no nível 2 de governança corporativa da B3, os detentores de ações preferenciais têm direito a voto em temas como uma proposta de incorporação, segundo decisão da própria bolsa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

É dia de feira?

Maia diz que meta flexível em 2021 é ‘jabuticaba brasileira”

O governo resolveu abandonar uma meta fixa de resultado primário no ano que vem.

A queridinha de Wall Street

Ações da Tesla, de Elon Musk, sobem forte após recomendação do Goldman Sachs

A forte alta anual dos papéis ganhou ainda mais força depois da inclusão da Tesla no S&P 500, a partir de 21 de dezembro.

em busca de recursos

Empresas do agronegócio se preparam para ir à Bolsa; veja candidatas

Seis empresas do segmento já entraram com o pedido na CVM; setor, que há tempos sustenta o PIB brasileiro, vinha distante das ofertas de ações

OTIMISMO

Guedes admite PIB um pouco abaixo do esperado, mas vê economia voltando

Resultado leva Ministério da Economia a defender fim dos auxílios emergenciais adotados durante a pandemia

efeito pandemia

Crise longe do fim? 6 pontos para entender o PIB do terceiro trimestre

Economia cresceu 7,7% no período, segundo o IBGE, abaixo do esperado pelo mercado financeiro – que ignora o resultado no pregão desta quinta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies