🔴 PRIO3 E +9 AÇÕES PARA COMPRAR AGORA – ASSISTA AQUI

Estadão Conteúdo
Expansão

AES Tietê compra complexo eólico da Renova Energia

Compra inclui 438 MW em fase pré-operacional, pela qual a companhia pagará R$ 350 milhões. Há ainda 305 MW para serem construídos e que custarão R$ 90 milhões.

Parque de geração de energia eólica
Parque de geração de energia eólica - Imagem: Shutterstock

A AES Tietê anunciou nessa terça-feira, 9, a compra do Complexo Eólico Alto Sertão III da Renova Energia num negócio que pode somar R$ 516 milhões. Além do parque em operação, a aquisição inclui uma parte do projeto que ainda será construída e uma carteira de 1.100 MW a serem desenvolvidos. O negócio ainda precisa de aprovação dos órgãos competentes e também depende do cumprimento de ambas as partes de algumas condicionantes prevista no contrato.

A compra inclui 438 MW em fase pré-operacional, pela qual a AES Tietê pagará R$ 350 milhões. Há ainda 305 MW para serem construídos e que custarão R$ 90 milhões. A carteira de projetos de 1.100 MW a serem desenvolvidos podem representar mais R$ 76 milhões, dependendo do resultado da auditoria que a empresa americana está fazendo. Além desses valores, a companhia assumirá a dívida financeira do projeto, de R$ 988 milhões.

Fundada em 2001, a Renova tem como sócios a estatal mineira Cemig; a Light, do Rio de Janeiro; e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). No fim de marco, Cemig e Light compraram a participação do fundo CG I, dos fundadores da Renova. Isso dá ao BNDES o direito de vender também sua participação na empresa, que deverá fazer uma oferta pública de ações para comprar os papéis que estão no mercado.

A venda de Alto Sertão III estava sendo negociada desde o ano passado. Até agosto, a empresa estava em conversas para fechar com a canadense Brookfield. Mas o negócio não foi adiante e a AES entrou no páreo.

Hoje o projeto está com 87% dos investimentos concluídos. No total, foram gastos R$ 2,1 bilhões, sendo R$ 900 milhões de dívidas com o BNDES - originalmente, esse valor era de R$ 650 milhões referente a um empréstimo ponte que vem sendo renovado a juros altos. Para concluir o empreendimento, faltam R$ 325 milhões.

O projeto faz parte de um conjunto de três complexos eólicos levantados pela Renova na Bahia. Os dois primeiros, que somam quase 700 MW de potência instalada, já foram vendidos. O primeiro foi adquirido pela Brookfield e o segundo pela AES Tietê, que agora compra o terceiro complexo.

Com a venda de Alto Sertão III, a Renova fica com 16 PCHs em operação e uma carteira de cerca de 5 mil MW de projetos de energia renovável em desenvolvimento, afirma o vice-presidente da Renova, Claudio Ribeiro da Silva Neto. "Além da venda, está havendo uma reorganização das dívidas da Renova, no total de R$ 1,4 bilhão, com bancos, Cemig e Light."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhe

SEM LOTE SECUNDÁRIO

AES Brasil (AESB3) levanta R$ 1,1 bilhão em oferta restrita de ações

29 de setembro de 2021 - 6:14

Oferta poderia ter ultrapassado a marca de R$ 1,5 bi, mas lote secundário acabou retirado a pedido do BNDESPar

AES Tietê será negociada como AES Brasil na B3 a partir de segunda-feira

24 de março de 2021 - 10:08

A proposta prevê que a absorção da AES Tietê (TIET11) pela AES Brasil Energia, que passará a ser a holding controladora

Energia limpa

Itaú faz novo investimento em energia limpa e fecha parceria com a AES Brasil

18 de março de 2021 - 9:28

O Itaú se tornará dono de 19,9% das ações de uma subsidiária da AES Brasil, no valor de R$ 855 milhões

Aquisição

AES Tietê compra por R$ 806 milhões dois complexos eólicos da Cúbico Brasil

27 de dezembro de 2020 - 18:31

Complexos eólicos estão localizados nos estados do Rio Grande do Norte e Ceará; parte do valor será em assunção de dívidas

novo formato

AES Tietê anuncia reorganização societária, com migração ao Novo Mercado

18 de dezembro de 2020 - 14:11

Proposta prevê que cada unit da companhia poderá ser trocada por uma ação ordinária da nova holding

DINHEIRO NO BOLSO

Ambev, Copel e AES Tietê aprovam pagamento de juros sobre capital próprio

10 de dezembro de 2020 - 7:29

JCP são uma forma de distribuição de lucros, mas com benefício tributário às empresas

DINHEIRO NO BOLSO

BB Investimentos muda carteira de dividendos após resultados do 3º trimestre

23 de novembro de 2020 - 14:44

Analistas avaliam que retomada da economia fomenta a expectativa de melhores resultados, resultando no maior pagamento de proventos

Realizando

BNDES reduz fatia em empresas e vende R$ 16 bilhões em ações durante a pandemia

3 de outubro de 2020 - 15:27

Banco de fomento vem se desfazendo de suas posições, cumprindo meta estabelecida por Gustavo Montezano no início de sua gestão, em julho do ano passado

Resultados que mexem o mercado

Braskem, AES Tietê, SulAmérica, Totvs e BB: os balanços que movimentam o mercado nesta quinta

6 de agosto de 2020 - 9:11

Resultados financeiros do segundo trimestre afetam mercado em meio à pandemia

negócio fechado

BNDES aceita proposta da AES Corp. pela AES Tietê

28 de julho de 2020 - 8:23

Grupo americano ainda assumiu o compromisso de fazer a migração da geradora do Nível 2 para o Novo Mercado

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies