Menu
2020-03-08T19:13:30-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
IPO na fila

Aura Minerals pede registro de IPO com emissão de BDR

Listada na bolsa de Toronto, a empresa de mineração pretende fazer uma emissão de BDRs, que são recibos de ações de companhias negociadas em outros países

8 de março de 2020
18:39 - atualizado às 19:13
Aura Minerals

A Aura Minerals entrou com pedido de registro para fazer uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na B3.

A diferença da operação para as dezenas de IPOs que aguardam o aval da Comissão de Valores Mobiliários é que a empresa de mineração pretende fazer uma emissão de BDRs, que são recibos de ações de companhias negociadas em outras bolsas.

A Aura Minerals já é listada na bolsa de Toronto (TSX), no Canadá, desde 2006. A companhia opera na produção de ouro e cobre em três países: Brasil, México e Honduras.

Na minuta do prospecto da oferta, a empresa informa possuir um total de 31,8 milhões de toneladas em reservas provadas de ouro e 1,5 milhão de toneladas de cobre.

A Aura Minerals é controlada pela Northwestern Enterprises, que pertence ao empresário Paulo Carlos de Brito, presidente do conselho de administração da mineradora.

Em 2019, a Aura registrou uma receita líquida de R$ 898,3 milhões (US$ 226,2 milhões), alta de 57% em relação ao ano anterior. O lucro líquido, porém, caiu 46%, para R$ 104,2 milhões (US$ 24,9 milhões).

Os bancos Credit Suisse, Itaú BBA e XP Investimentos são os coordenadores da oferta da mineradora.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

O melhor do Seu Dinheiro

A vida da renda fixa após a alta da Selic, o Telegram do Seu Dinheiro e outros destaques

A tribo dos investidores mais conservadores foi dormir um pouco mais contente ontem, após a decisão do Banco Central sobre a Selic. Como esperado, a taxa básica de juros subiu mais 0,75 ponto percentual, para 3,5% ao ano. No comunicado, o Comitê de Política Monetária (Copom) voltou a encarnar o “falcão” — mais duro no […]

Abertura

Bolsa abre sem direção definida, sem apoio do exterior e com cenário interno dividido

Confira os principais eventos e indicadores para o dia de hoje

análise dos balanços

Juntos, Santander, Itaú e Bradesco têm salto no lucro, mas saúde financeira não tranquiliza mercado

Um contraste fica visível na comparação entre Santander e Itaú, principalmente: o comportamento da margem financeira das operações com clientes

Desmatamento em foco

Varejistas europeus ameaçam boicote a produtos do Brasil por risco à Amazônia

O movimento foi visto como “precipitação” por empresários brasileiros que acompanham dois projetos de lei que tramitam no Congresso sobre o tema

CÉU DE BRIGADEIRO

No pós-Copom, Ibovespa tem tudo para amanhecer com céu azul e sol brilhante

Com o Banco Central fora da cena principal, bolsa brasileira tem tudo para acompanhar o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies