Menu
2020-03-11T20:09:09-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
DE OLHO NA VALE

Após desastres, Vale anuncia instalação de comitê de auditoria e proposta para criar diretoria de compliance

A companhia informou também que o comitê será composto por, no mínimo, três membros, sendo que dois deles nomeados hoje pelo Conselho de Administração

11 de março de 2020
20:09
Navio da Vale
Imagem: Agência Vale

Depois dos desastres de Brumadinho e de Mariana, a Vale (VALE3) anunciou hoje (11) ao mercado que vai instalar um comitê de auditoria e que vai submeter proposta para criar também uma diretoria de compliance. No caso do comitê, a ideia é que ele ajude a supervisionar a auditoria interna, além da área de controles internos e a área de elaboração de demonstrações financeiras da mineradora.

No documento, a companhia informou que o comitê será composto por, no mínimo, três membros, sendo que dois deles nomeados hoje pelo Conselho de Administração. Os nomes escolhidos foram Isabella Saboya de Albuquerque e Luciana Pires Dias.

A primeira é conselheira de administração independente da Vale e da companhia Wiz Soluções. E já atuou nas instituições Jardim Botânico Investimentos, Investidor Profissional, Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Banco Icatu.

Já Dias é advogada, com mestrado e doutorado pela Universidade de São Paulo (USP) e 23 anos de experiência profissional nas iniciativas pública e privada, tendo se especializado em regulação de mercado de capitais, direito societário e governança corporativa ao longo dos anos. Ela também teve passagens pela CVM e por escritórios de advocacia no Brasil e nos Estados Unidos.

A diretoria de compliance, por sua vez, deverá responder pelas áreas de integridade e auditoria interna, além da gestão do canal de denúncias. Mas a sua criação ainda depende da aprovação em Assembléia Geral dos Acionistas que será feita em 30 de abril deste ano.

No momento, apenas houve a deliberação do Conselho de Administração para que seja revisado o Estatuto Social da Vale e que seja feita a inclusão de uma diretoria de compliance na proposta. Por essa razão, a mineradora ainda não anunciou nenhum nome para a diretoria.

"A criação do CCO reforçará o modelo de gestão de riscos da Vale em sua terceira linha de defesa, supervisionando a integridade corporativa da organização e corroborando com o cumprimento das leis, regulamentos, políticas e procedimentos, com autonomia e independência da gestão", disse a empresa no documento.

No ano, os papéis da companhia apresentam desvalorização de 24,20%. Hoje (11), as ações da Vale terminaram o dia cotadas em R$ 40,74, o que representa uma queda de 9,08%.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

em Minas Gerais

Notre Dame Intermédica compra Grupo Serpram por R$ 170 milhões

Aquisição marca avanço da empresa em Minas Gerais; mais cedo, companhia anunciou compra de outra empresa, no Sul do País

forte expansão

Unidas reporta lucro líquido de R$ 124 milhões, alta de 44,4% e melhor da história

Empresa registrou uma forte retomada no segmento de Terceirização de Frotas, que apresentou recordes de contratação

desinvestimentos

Compass apresenta proposta para adquirir participação da Petrobras na Gaspetro

Empresa, que chegou a desistir de abrir capital, não revelou valor pela fatia; processo é mais um desinvestimento da Petrobras, que desembarca de vez da companhia

Dinheiro na conta

Santander pagará R$ 1 bilhão em juros sobre capital próprio

O valor líquido por ação será de R$ 0,10859906709 por ON, com retenção de IR na fonte.

PLANOS

Agora parte do BTG, Necton vai em busca de pequenos investidores

Corretora pretende lançar iniciativas e produtos para a base dos investidores, para quem tem entre R$ 10 mil e R$ 15 mil aportados no mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies