Menu
2020-05-28T18:47:30-03:00
Estadão Conteúdo
Habilitação de maquininhas

Uso do auxílio em maquininhas começa com Cielo e GetNet; Rede é no dia 8

A Cielo informou que habilitou 1,5 milhão de maquininhas em todo o Brasil para aceitarem pagamentos dos beneficiários do auxílio emergencial

28 de maio de 2020
18:47
Maquininha Cielo
Imagem: Shutterstock

O projeto que permite o uso dos recursos do auxílio emergencial para o pagamento de compras em maquininhas de cartão inicia nesta quinta-feira, 28, com a Cielo, de Bradesco e Banco do Brasil, e Getnet, do Santander, conforme o vice-presidente de varejo da Caixa Econômica Federal, Celso Leonardo Barbosa. A Rede, do Itaú Unibanco, deve estar apta a partir do dia 8 de junho e a expectativa, conforme o executivo, é de que mais empresas, inclusive players menores, possam aderir à iniciativa.

"O projeto foi colocado para todas as adquirentes que estão se comunicando conosco e fazendo as adequações técnicas para participarem. Não teve preferência", explicou Barbosa, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Segundo ele, o mercado de maquininhas é muito vasto em número de competidores, contando com adquirentes e subadquirentes, que são plugadas nas grandes empresas. "A partir do lançamento, feito hoje, esperamos receber dados sobre o desempenho e acelerar o desenvolvimento junto a mais adquirentes", avaliou.

Barbosa disse ainda que o projeto, baseado na tecnologia QR Code, é uma preparação da Caixa para o modelo nacional, o BR Code, que virá a partir dos do sistema de pagamentos instantâneos, o PIX, que está sendo desenvolvido pelo Banco Central.

A Cielo informou que habilitou 1,5 milhão de maquininhas em todo o Brasil para aceitarem pagamentos dos beneficiários do auxílio emergencial.

A facilidade estará disponível a partir desta sexta-feira, dia 29, a todos os usuários com contas poupanças digitais da Caixa, ou seja, que possuem o aplicativo Caixa Tem. Esse contingente é de mais de 40 milhões de pessoas.

O aplicativo Caixa Tem, necessário para receber os recursos do auxílio emergencial, vai funcionar como uma carteira digital.

Com o celular, o beneficiário escaneia o QR Code gerado nas maquininhas e conclui o pagamento, cujos recursos serão debitados das contas poupanças digitais.

Adquirentes

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse todas os adquirentes podem participar do projeto que permite o uso dos recursos do auxílio emergencial para o pagamento de compras nas maquininhas de cartão. "Todos os adquirentes sem exceção podem participar e temos bandeira Elo que é quem está coordenando", disse ele, durante live, no período da tarde desta quinta-feira, 28, sem citar os nomes das empresas participantes.

De acordo com Guimarães, o potencial de volume financeiro a ser transacionado nas maquininhas é grande, considerando o uso dos recursos já identificado para compras na internet e pagamentos de contas. "Hoje, a utilização é dez vezes maior para compras na internet ou pagamento de contas do que saques nas agências", afirmou, sem precisar um volume.

Ele explicou que o volume dependerá do porcentual dos recursos que as pessoas vão utilizar para o pagamento de compras em estabelecimentos físicos.

Os recursos da primeira e segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600,00 já somam quase R$ 80 bilhões.

Além disso, os beneficiários poderão fazer várias transações com a nova funcionalidade.

O aplicativo Caixa Tem, necessário para receber os recursos do auxílio emergencial, vai funcionar como uma carteira digital.

Com o celular, o beneficiário escaneia o QR Code gerado nas maquininhas e conclui o pagamento, cujos recursos serão debitados das contas poupanças digitais.

O presidente da Caixa informou ainda que a internet dos beneficiários do auxílio emergencial é 'patrocinada', possibilitando que as pessoas paguem suas compras com o celular. "Não há necessidade de gastar internet do cliente. Essa é uma vantagem do aplicativo Caixa Tem e o objetivo é exatamente atender a população mais carente, que é o foco desse benefício", concluiu.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

coronavírus

Covid-19: Brasil tem 8,4 milhões de casos e 61 mil novos diagnósticos nas últimas 24h

Segundo ministério, 7.388.784 pacientes recuperaram-se da doença

Melou

Carrefour e Couche-Tard anunciam encerramento das negociações

O Couche-Tard e o Carrefour, contudo, destacaram que estenderão as discussões para avaliar “eventuais oportunidades na área de parcerias operacionais”

Estrada do futuro

Como as empresas mentem para você sobre o crescimento exponencial

A palavra “exponencial” está batida. Todo mundo se diz exponencial. O Google é exponencial, a Amazon é exponencial… então toda empresa de tecnologia é exponencial? Não. Entenda as diferenças

Mais uma opção

Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V

Neste domingo, Anvisa se reunirá para tratar de pedidos para uso de vacinas CoronaVac e a da AstraZeneca/Oxford

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies