Menu
2020-06-18T14:07:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
o pior já passou?

Movimento do comércio aumenta 9,9% em maio, diz Boa Vista

Em abril, nessa base de comparação, houve recuo de 26,6%. O indicador, que acompanha o desempenho das vendas do varejo em todo País, mostra, contudo, desempenho heterogêneo entre os setores

18 de junho de 2020
14:07
Varejo
Imagem: shutterstock

Mais um dado a apontar alguma melhora da atividade econômica em maio ante abril, o indicador Movimento do Comércio avançou 9,9% no período, com ajuste sazonal, de acordo com relatório da Boa Vista.

Em abril, nessa base de comparação, houve recuo de 26,6%. O indicador, que acompanha o desempenho das vendas do varejo em todo País, mostra, contudo, desempenho heterogêneo entre os setores.

Além disso, no confronto com maio de 2019, o indicador continua a mostrar queda das vendas, de 18,4%. Em 2020, a retração acumulada é de 9% e, em 12 meses, de 3%.

"Após o indicador registrar queda acentuada em abril, o resultado de maio recupera pequena parte dessa perda e interrompe uma sequência de três quedas consecutivas. Refletindo leve reação do varejo no último mês com as medidas de estímulo aos empresários e consumidores no combate à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus", diz a nota da Boa Vista.

Contudo, a instituição espera que o movimento do comércio siga bastante fragilizado ao longo de 2020, considerando a redução da renda e do emprego e as medidas de isolamento ainda vigentes. "Melhores resultados dependerão da flexibilização das medidas de isolamento e do desempenho dos principais setores da atividade."

Setores

O aumento das vendas em maio ante abril, com ajuste sazonal, foi liderado pelo segmento de "Móveis e Eletrodomésticos", que apresentou alta significativa, de 39,4%, sem, porém, recuperar a perda de 83,3% no mês anterior, descontados os efeitos sazonais. Ante maio de 2019, a queda ainda é expressiva: 69,9%.

O outro setor que avançou na margem foi "Outros Artigos do Varejo", com alta de 8,2%. No confronto com o mesmo mês do ano passado, por sua vez, o recuo foi de 0,8%.

O restante dos segmentos ainda continuou no terreno negativo, mesmo na comparação na margem. O setor de "Combustíveis e Lubrificantes" apresentou retração de 8,6% em maio considerando dados dessazonalizados, enquanto frente a igual mês do ano passado a variação foi de -25,4%. A categoria de "Tecidos, Vestuários e Calçados" recuou 2,1% no mês, expurgados os efeitos sazonais, mas subiu 0,6% ante maio de 2019.

Já a atividade de "Supermercados, Alimentos e Bebidas" continua evitando perdas significativas, registrando variação de -0,2% no mês na série dessazonalizada. Em relação a maio de 2019, há alta de 7,5%.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

ESTRADA DO FUTURO

Grafeno, urânio e lítio… cuidado com a obsessão de enriquecer com a próxima tecnologia do futuro

O boom de empresas de tecnologia alimenta uma esperança quase ingênua de enriquecer “horrores” descobrindo como esses materiais moldarão o nosso futuro. Vou ser totalmente transparente com você: não gosto da ideia.

Tamanho menor

Zara fecha sete lojas no Brasil em plano de reorganização

O plano da empresa foi traçado em 2020 e, no Brasil, começou ainda no ano passado, com o fechamento de lojas nas cidades de Joinville (SC) e São José dos Campos (SP)

Seu Dinheiro no sábado

A única coisa que Bill Gates não pode comprar

Troca de presidente nos Estados Unidos, início da vacinação para covid no Brasil e comunicado do Banco Central com vocabulário novo. A semana que se encerra trouxe novidades importantes. É bem verdade que também teve notícia velha, daquelas que encontramos todos os dias: disputas políticas entre Jair Bolsonaro e João Dória, caos nos hospitais públicos […]

Sem dieta

McDonald’s tem planos de abrir 50 novos restaurantes na América Latina, 80% deles no Brasil

Rede pretende investir até US$ 130 milhões (R$ 690 milhões) na região e também quer reforçar o drive-thru, delivery e o aplicativo

Bilionário imunizado

Adivinha quem já foi vacinado? Bill Gates compartilha foto e diz como se sente após tomar 1ª dose

Fundador da Microsoft compartilhou foto do momento em que era vacinado e enalteceu o trabalho dos cientistas, voluntários e profissionais da saúde que trabalham no combate à pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies