Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-28T11:26:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Boletim Focus

Estimativa do mercado para a Selic sobe de 3% para 3,13% em 2021

Enquanto a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 não teve alteração, permanecendo em queda de 4,40%, os economistas voltaram a aumentar as expectativas para 2021

28 de dezembro de 2020
9:49 - atualizado às 11:26
análise projeção focus
Imagem: Shutterstock

No Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (28) pelo Banco Central, os economistas e analistas do mercado financeiro voltaram a aumentar a estimativa para a taxa básica de juros, a Selic, no ano que vem. Segundo a publicação, a mediana das previsões passou de 3% para 3,13%. Para 2022, a projeção segue a mesma, de 4,5%.

O relatório repercute a decisão do Copom de manter a taxa básica em 2% ao ano na última reunião e uma sinalização de que uma possível elevação dos juros pode ocorrer já em 2021.

A inflação, foco de atenção no mercado com a disparada recente, também teve suas estimativas revisadas - só que para baixo. O mercado manteve a estimativa para 2020 em 4,39%, mas para 2021 o número passou de 3,37% para 3,34%.

Enquanto a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 não teve alteração, permanecendo em queda de 4,40%, os economistas voltaram a aumentar as expectativas para 2021. A projeção de alta foi de 3,46% para 3,49%.

Os economistas também atualizaram as estimativas para o câmbio. Segundo o documento desta segunda-feira, a median das expectativas para a moeda americana foi de R$ 5,15 para R$ 5,14. Há um mês, a projeção era de R$ 5,36. O mercado espera que a divisa fique em R$ 5 em 2021. Há quatro semanas a estimativa era de R$ 5,20.

*Conteúdo em atualização

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Coluna do jojo

Mercados hoje: Em terra de Copom, quem sobe os juros é rei

Para hoje, além da continuidade da temporada de resultados com pesos pesados – por aqui, esperamos nomes como Gerdau, Banco do Brasil e Petrobras –, mais pesquisas de opinião sobre o sentimento empresarial estão por vir

O melhor do seu dinheiro

O que mexe com seu dinheiro: bolão do Copom na bolsa, novo fundo da Inter, IPO da Raízen e mais

Bem, amigos do Seu Dinheiro. Hoje é dia de decisão! Com o desfalque do diretor Bruno Serra, que testou positivo para a covid-19, o Banco Central entra em campo nesta quarta-feira para definir a taxa básica de juros (Selic). Haja coração! As reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) são para a imprensa econômica o […]

Cliente difícil

Barrada na alfândega: Carne de unidade da BRF não é mais bem vinda na China

País asiático suspende compra de produtos suínos e de aves processados na unidade de Lucas do Rio Verde (MT), alegando problemas no transporte

Esquenta dos Mercados

Pré-mercado: cautela antes da decisão do Copom e risco fiscal devem dividir atenção com balanços do dia

Em meio ao exterior positivo, bolsa brasileira deve lidar com cenário interno de incertezas quanto ao teto de gastos

Preparar para decolagem

Renovação total: Gol faz acordo para adquirir aviões novos; veja os detahes

Presidente da companhia aérea afirma que movimento é uma antecipação à esperada retomada da demanda por viagens após a pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies