Menu
2020-07-29T16:44:03-03:00
Estadão Conteúdo
Novos números

Dívida pública federal cresce 3,27% e fecha junho em R$ 4,389 tri, diz Tesouro

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) subiu 2,93% em junho fechou o mês em R$ 4,150 trilhões.

29 de julho de 2020
16:43 - atualizado às 16:44
dinheiro

O estoque da Dívida Pública Federal (DPF) cresceu 3,27% em junho e fechou o mês em R$ 4,389 trilhões. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 30, pelo Tesouro Nacional. Em maio, o estoque estava em R$ 4,250 trilhões.

A correção de juros no estoque da DPF foi de R$ 24,26 bilhões no mês passado, enquanto houve emissão líquida de R$ 114,76 bilhões.

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) subiu 2,93% em junho fechou o mês em R$ 4,150 trilhões.

Já a Dívida Pública Federal externa (DPFe) ficou 9,65% maior no mês, somando R$ 239,03 bilhões ao fim de junho.

Estrangeiros

Apesar do aumento na compra de papéis no mês passado, a participação dos investidores estrangeiros no total da Dívida Pública voltou a cair em junho. De acordo com dados divulgados pelo Tesouro Nacional, a parcela dos investidores não residentes no Brasil no estoque da DPMFi passou de 9,11% em maio para 9,09% no mês passado. No fim de 2019, a fatia estava em 10,43%.

Embora a participação relativa tenha caído, o estoque de papéis nas mãos dos estrangeiros somou R$ 377,11 bilhões em junho, ante R$ 367,29 bilhões em maio.

A maior participação no estoque da DPMFi continuou com as instituições financeiras, com 27,47% em junho, ante 26,77% de maio. A parcela dos fundos de investimento passou de 25,85% para 25,79% em junho.

Na sequência, o grupo Previdência retraiu a participação de 24,88% para 24,47% de um mês para o outro. Já as seguradoras passaram de 3,91% para 3,89% na mesma comparação.

Parcela prefixada

A parcela de títulos prefixados na DPF subiu em junho, para 30,11%. Em maio, estava em 29,41%. Já os papéis atrelados à Selic reduziram a fatia, de 38,85% para 38,23%.

Os títulos remunerados pela inflação caíram para 25,90% do estoque da DPF em junho, ante 26,30% em maio. Os papéis cambiais tiveram aumento na participação na DPF de 5,44% em maio para 5,76% em junho.

Todos os papéis estão dentro das metas do Plano Anual de Financiamento para o fim deste ano, menos os remunerados pela Selic, que estão abaixo do limite inferior do PAF.

O intervalo do objetivo perseguido pelo Tesouro para esses títulos atrelados à taxa básica de juros em 2020 vai de 40% a 44%. Para os pré-fixados, o intervalo é de 27% a 31%. No caso dos que têm índices de preço como referência, a meta é de 23% a 27% e, no de câmbio, de 3% a 7%.

O Tesouro informou ainda que parcela da DPF a vencer em 12 meses subiu de 23,25% em maio para 23,30% em junho. O prazo médio da dívida passou de 3,96 anos em maio para 3,87 anos no mês passado. O custo médio acumulado em 12 meses da DPF aumentou de 8,98% ao ano em maio para 9,04% ao ano em junho.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

seu dinheiro na sua noite

B3 Fashion Week

A semana de moda da bolsa brasileira está pegando fogo! Flashes por todos os lados, comentários entusiasmados, queixos caídos a cada novo desfile. As grandes marcas não pouparam esforços para a coleção outono/inverno — e, como era de se esperar, um intenso burburinho toma conta dos bastidores. Essa sexta-feira foi particularmente animada, com a Renner […]

Moradia classe A

Pandemia, juros baixos e dólar caro: combo impulsiona o mercado de imóveis de luxo

Uma combinação que prejudicou boa parte das empresas brasileiras acabou beneficiando o segmento imobiliário de alto padrão

fechamento da semana

Brasília impede Ibovespa de decolar, mas saldo da semana ainda é positivo; dólar vai a R$ 5,58

No Brasil, o que garantiu um bom desempenho do Ibovespa foi a alta das commodities e a recuperação econômica de Estados Unidos e China.

em encontro com investidores

Arthur Lira sinaliza que Orçamento será resolvido ‘sem rupturas’

Presidente da Câmara mencionou ainda o posterior encaminhamento da reforma administrativa e ainda o início das discussões sobre a privatização da Eletrobras

Conheça as novatas

A hora da biotecnologia: empresas do setor disparam até 78% após IPOs na Nasdaq

Três estreantes do segmento atraíram a atenção dos investidores e chegaram com tudo à bolsa norte-americana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies