Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-07T06:51:43-03:00
Estadão Conteúdo
posicionamento oficial

Coronavírus deve causar turbulência temporária à economia, diz BC da China

Analistas apontam que o crescimento do PIB da China provavelmente desacelerará para 5% este ano devido ao surto do vírus

7 de fevereiro de 2020
6:51
china virus
Shanghai/China-Jan.2020 - Imagem: Shutterstock

A China está considerando possíveis contramedidas para amortecer o baque do surto do coronavírus que se espera causar uma turbulência temporária à economia, disse nesta sexta-feira Pan Gongsheng, um dos vice-presidentes do Banco do Povo da China (PBoC).

"O surto do coronavírus será temporário e não mudará o aprimoramento de longo prazo da economia da China", disse.

Analistas apontam que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da China provavelmente desacelerará para 5% este ano devido ao surto do vírus, com a maioria dos efeitos sendo sentidos no primeiro trimestre. Espera-se que o crescimento do PIB do país volte a acelerar fortemente após o surto, eles dizem.

Há uma grande chance de a taxa principal de empréstimos (LPR) e as taxas de juros do instrumento de empréstimo de médio prazo (MLF) serem baixadas este mês, disse Pan.

No começo da semana, o banco central chinês injetou 1,7 trilhões de yuans (US$ 243,88 bilhões) de liquidez no sistema financeiro.

O governo da China, enquanto isso, convocou bancos a oferecer empréstimos com taxas de juros abaixo de 1,6% a empresas que fornecem bens e serviços para conter o surto. Na entrevista coletiva, o vice-ministro de Finanças Yu Weiping disse que a China também trabalharia para cortar impostos e cobranças, especialmente para indústrias que foram atingidas em cheio pelo coronavírus.

Os empréstimos de qualidade ruim do país poderiam crescer em 2020, à medida que o surto do coronavírus vai afetar algumas pequenas e microempresas, especialmente aquelas do setor de hospedagem, turismo e serviços de buffet, afirmou o vice-presidente da Comissão de Regulação Bancária e de Seguros da China Zhou Liang. Em 2019, a razão de empréstimos de qualidade ruim para micro e pequenas empresas foi de 3,22%, uma queda de quase um ponto porcentual em relação ao ano anterior, ele acrescentou.

O regulador disse que autoridades manterão os mercados financeiros estáveis para ajudar companhias listadas e determinarão que bancos emitam empréstimos a pessoas afetadas pelo surto do vírus.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

AMPLIANDO A BASE

Em busca do pequeno investidor, BR Partners (BRBI11) fecha preço de oferta de ações; papéis sobem

Banco havia realizado IPO em junho do ano passado em operação que permitia a compra dos papéis nos primeiros 18 meses apenas por investidores que tivessem mais de R$ 1 milhão em aplicações, os chamados investidores qualificados

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) avança para os US$ 38 mil antes da decisão de política monetária do Fed, mas semana ainda é difícil para mercado de criptomoedas

Investidores aguardam maiores informações sobre a retirada de estímulos e alta nos juros por parte do Banco Central americano

EXILE ON WALL STREET

Para triunfar, antes é preciso atravessar: confira três dicas importantes para seguir antes de investir

Antes de tomar qualquer decisão no calor do momento, seja pelo excesso de otimismo ou por um receio em demasia, é necessário ter em mente três lições para investir bem e com prudência

FOME POR EXPANSÃO

BTG Pactual (BPAC11) compra 100% da carteira da Planner Investimentos e acirra disputa com XP por agentes autônomos

Com o negócio, a corretora Planner vai deixar de atuar na corretagem e assessoria de investimentos para pessoas físicas

SÓ NO TAPETINHO

Petz (PETZ3) fecha aquisição da Petix pela liderança no mercado de tapetinhos higiênicos e ações disparam

Em mais uma investida viabilizada por oferta subsequente realizada no fim do ano passado, Petz precifica a dona da marca SuperSecão em R$ 70 milhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies