Sextou com o Ruy
Ruy Hungria
É formado em Física e especialista em bolsa e opções na Empiricus
2020-03-12T18:04:30-03:00
Sextou com o Ruy

Efeito contágio: gigantes do varejo apostam em estratégia de crescimento similar à do coronavírus

Cada pessoa infectada com o Covid-19 costuma repassar o vírus para duas ou três pessoas. O varejo usa essa lógica para crescer.

13 de março de 2020
5:50 - atualizado às 18:04
Coronavírus e o market place, o efeito "contágio" é a chave para o crescimento
Imagem: Shutterstock

Você pode odiar o coronavírus e todos os efeitos negativos que ele tem causado na vida das pessoas e nos seus investimentos, mas não podemos negar que a "estratégia" que ele utiliza para triunfar é simplesmente genial.

Segundo um dos vários estudos realizados recentemente, cada pessoa infectada com o Covid-19 costuma repassar o vírus para duas ou três pessoas.

Esses novos hospedeiros, por sua vez, transmitem para mais outras duas ou três pessoas, criando uma espécie de efeito de rede.

Para ficar mais fácil de entender, eu criei o diagrama abaixo com algumas rodadas de contaminação. Na primeira, uma pessoa infectada (ponto vermelho) repassa o vírus para duas novas pessoas (pontos laranjas).

Os dois novos hospedeiros, por sua vez, repassam para outros quatro (pontos amarelos).

Esses quatro infectam outras oito pessoas (pontos verdes).

E essas repassam para mais dezesseis (pontos azuis):

Poderíamos passar horas brincando de pintar bolinhas cinzas, mas já deu para pegar a ideia: o crescimento é exponencial! Bastaram quatro interações para que apenas três infectados se transformassem em vinte e sete. A cada novo infectado, a velocidade de multiplicação e a força do vírus aumenta ainda mais.

Mas essa estratégia de ficar exponencialmente mais forte a cada membro conquistado dentro da rede não se restringe apenas ao coronavírus. Ela tem sido utilizada por várias empresas de tecnologia para tentar dominar os seus mercados.

O efeito rede

A nova onda no varejo é o market place, ambiente virtual oferecido pelas grandes varejistas para que terceiros coloquem produtos à venda. Esses terceiros são conhecidos como "sellers", e se aproveitam da maior visibilidade e confiança oferecidas pela marca de grandes redes. Por exemplo, as chances de ele vender seu produto em um site como o do Submarino ou do Ponto Frio são muito maiores do que em um site próprio e desconhecido.

As varejistas, por outro lado, ganham em rentabilidade, já que recebem uma porcentagem do valor do produto vendido sem precisar investir em estoques.

O problema para as companhias é que a briga está intensa. Além das duas empresas já mencionadas, no mercado brasileiro atualmente temos o Mercado Livre, as Casas Bahia, a Amazon, o Magazine Luiza, as Lojas Americanas e muitos outros sites brigando de maneira ferrenha por cada seller, sabe por quê?

Por causa de um efeito parecido com aquele que torna o vírus mais forte.

Quanto mais sellers uma varejista conseguir atrair para o seu market place, maior será a quantidade de produtos oferecidos em sua plataforma e, consequentemente, maior a quantidade de clientes que tendem a visitar o seu site.

Por outro lado, quanto mais clientes visitam o site da varejista, maiores são as chances de ela atrair novos sellers interessados nesse tráfego elevado.

Esse fenômeno pertencente ao mundo digital é conhecido como efeito de rede: quanto mais membros (sellers e clientes) fazem parte da sua rede, maior a chance de ela crescer e ficar ainda mais forte em uma velocidade exponencial.

A vencedora

Diversas varejistas listadas na Bolsa estão investindo pesado nesse novo modelo de negócios. No entanto, uma em especial tem chamado a nossa atenção na maneira como vem criando soluções de logística e financiamento para atrair mais sellers, além de estar investindo pesado na aquisição de novas empresas digitais para agregar ainda mais produtos e tráfego em seu site.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

O resto da história você já sabe, né? Mais produtos e mais sellers atraem mais clientes que atraem ainda mais sellers…

A melhor parte é que essa mesma companhia, que é uma das grandes apostas da Carteira Empiricus, está com muito dinheiro no caixa, o que neste momento ajudará não apenas no investimento em tecnologia e em novas aquisições, mas também contribuirá para que ela atravesse a tempestade trazida pelo coronavírus e por essa nova crise do petróleo com muito mais tranquilidade do que as rivais.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira