Menu
Felipe Miranda
Exile on Wall Street
Felipe Miranda
É sócio-fundador e CIO da Empiricus
2020-11-04T17:28:40-03:00
Exile on Wall Street

O App que você sempre pediu de presente

Este mês é um divisor de águas na Empiricus. Talvez seja coincidência que tudo aconteça justamente no nosso aniversário.

4 de novembro de 2020
17:28
Investimentos; moedas
Imagem: Shutterstock

Empiricus completa 11 anos hoje. Foi uma jornada e tanto. Muito trabalho e muita sorte.

Ainda não acho que tenhamos saído da infância. Na verdade, ainda é — e sempre será — o Day One, como os três leitores já estão cansados de saber por aqui. Mesmo assim, há algumas coisas importantes conquistadas na caminhada.

Leia também:

Temos hoje 372 mil famílias sendo assistidas pelo nosso conteúdo para investir melhor seu dinheiro e cuidar de seus patrimônios. É nosso recorde de assinantes e crescemos todos os dias. Preciso agradecer a cada um de vocês por isso e me comprometer, com todas as vísceras, em me empenhar ao máximo, até de forma doentia, exatamente como costumo fazer, para ser merecedor de tamanha confiança e responsabilidade. Essa é a minha natureza, a minha vocação e eu não posso trair a minha alma, sob o risco de tê-la se vingando contra mim. A alma tem seus próprios ancestrais.

Há muito ainda por fazer. Penso estarmos na parte inicial de uma curva exponencial. Ou seja, o maior crescimento, como grupo empresarial, está à frente. Acredito que, por meio da nossa parceria com a Vitreo, temos reais condições de sermos em alguns anos a principal plataforma independente de investimentos do Brasil. Com a transparência de sempre, confesso que não sei se acredito ou torço.

Talvez os mais críticos e céticos afirmem ser um jogo duríssimo, de muita intensidade de capital e players bem estabelecidos, contra os quais não poderíamos lutar. Eu os respeito. É possível que estejam certos. Pondero, porém, que Malcolm Gladwell está certo ao dizer que, na verdade, o lento e pesado Golias não tinha a menor chance contra o rápido e ágil Davi. Foram também eles que desacreditaram a capacidade de se desenvolver um research de alta qualidade e em escala para a pessoa física no Brasil, que desconfiaram da capacidade de termos rentabilidade superior aos profissionais em nossas carteiras no longo prazo, que desqualificaram as chances de sucesso da Vitreo, que duvidaram da nossa capacidade de institucionalização. Eu já ouvi “não vai dar certo” várias e várias vezes desse pessoal.

Não os tomo como rivais, tampouco guardo rancores. Ao contrário, esse ceticismo serve de combustível para a nossa obstinação. A verdade é que eu adoro que duvidem da gente. E carrego comigo nesses anos o mantra talebiano: se meus detratores me conhecessem melhor, me odiariam ainda mais.

Este mês é um divisor de águas na Empiricus. Talvez seja coincidência que tudo aconteça justamente no nosso aniversário. Sincronicidade junguiana, quem sabe. 

Há algo muito importante acontecendo agora. Em resumo, estamos, como grupo empresarial, deixando de ser uma empresa de conteúdo para nos tornarmos um grande ecossistema de tecnologia, conteúdo e execução de investimentos, ancorados, em grande medida, naquele que será o primeiro Super APP de finanças do Brasil.

Assinamos na sexta-feira a aquisição de um app de consolidação de carteiras, além de outras funcionalidades muito legais. Com efeito, este é o melhor app de consolidação de carteiras do Brasil, segundo as avaliações disponíveis na própria App Store. É um motivo de orgulho pra gente. Atendemos com isso uma demanda muito antiga de nossos próprios assinantes, investidores que gostariam de contar com esse serviço e não contavam com algo à altura. É um passo fundamental para o diagnóstico da carteira consolidada, para posterior adequação rumo à alocação ótima desejada, que, no futuro, poderá ser alcançada e executada por meio do clique em um botão. Um salto quântico para união de tecnologia escorada nas nossas ideias de investimento. O casamento perfeito, orientado pelo research, usando muita tecnologia e sob a integração com nossos brilhantes sócios da Vitreo.

A ideia, admito, seria já anunciar o nome da empresa adquirida neste Day One, mas um pequeno trâmite burocrático atrasou isso. Uma famosa corretora, sempre muito gentil e cordial conosco, exigiu um “aviso prévio” da turma. Não tem problema. Conto tudo na segunda.

É também este mês de novembro que marca nossa entrada formal como empresa educacional. Lançamos na próxima semana nosso MBA de Analista de Ações, em parceria com a Estácio, realizando um sonho antigo meu e do Rodolfo, pois que sempre tivemos um viés acadêmico muito forte. Acredito muito na capacidade transformacional da educação. Sempre fui um aluno muito dedicado e tenho convicção de que isso foi — e ainda será, porque é sempre tempo de estudar e aprender — determinante na minha trajetória. A primeira aula, uma espécie de aquecimento, já está liberada e, caso você ainda não a tenha visto, fica o convite para que você o faça agora, clicando neste link. Tenho comigo um ideal, que sinceramente não sei se vou conseguir materializar, de transformar a educação financeira no Brasil, de forma definitiva e estrutural. Esse seria meu maior legado. Tomara que consiga cumprir ao menos um pouquinho disso.

Há ainda uma importante realização pessoal. Tudo em novembro. Lanço meu livro, em coautoria com Ricardo Mioto, nos próximos dias. Ele já está em pré-venda na Amazon e em outras livrarias virtuais. No domingo, saiu uma resenha muito bacana da excelente jornalista Denyse Godoy sobre o livro. Você pode conferir aqui. Talvez nem todos percebam de cara, mas isso é um marco na nossa história. Desde 2014, a Empiricus é um grande sucesso de público. E um sucesso entre o seu público. Mas a Empiricus nunca foi um sucesso de crítica. Sempre enfrentamos enorme resistência da imprensa dita especializada. Ter uma resenha deste nível publicada na Exame, que desenvolve o melhor jornalismo financeiro do Brasil junto com a Bloomberg, significa não só um elogio à qualidade do livro, o que, em si, já é muito bacana. Isso simboliza também a própria transformação da Empiricus.

A transformação da Empiricus é também a transformação do investidor. Quando nós avançamos, devolvemos isso em forma de mais conteúdo de qualidade e mais tecnologia para melhor a experiência do assinante. Quanto mais e melhores analistas, melhores as recomendações e mais dinheiro para o bolso do investidor. 

Encerro com um convite, para que nos transformemos juntos. Se você deseja assinar algum plano premium da Empiricus e ainda está na dúvida, ligue aqui no 4003-3117 e hoje vamos resolver isso para você em condições extraordinárias. A festa só é completa com você. Talvez seja a sua chance de se tornar um assinante Reserva ou World Class. Aproveite.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

FECHAMENTO DA SEMANA

Juros futuros são grandes protagonistas da semana e ainda prometem mais emoção; dólar recua 1% e bolsa fica no vermelho

Com Copom duro e a sinalização de uma possível elevação nas taxas de juros nos EUA, os principais contratos de DI dispararam. Na semana, o dólar recuou com o forte fluxo estrangeiro e a bolsa seguiu o ritmo das commodities (mais uma vez)

Calendário completo

Banco Central: veja as datas das reuniões do Copom em 2022

O Copom é o órgão do BC responsável por definir, a cada 45 dias, a taxa básica de juros da economia brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies