🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Rodolfo Amstalden: Uma ideia de research jamais poderá salvar sua alma

Venho escrevendo relatórios de research há quase 15 anos, e ainda não aprendi uma lição: a de que não é possível alcançar consolo para os nossos lutos através da explicação

4 de agosto de 2022
11:15
Imagem: Shutterstock

Quando o mercado sobe, comemoramos.

Quando o mercado cai, explicamos.

Tentamos explicar para os outros, mas – acima de tudo – tentamos explicar para nós mesmos.

Um amparo ao luto

Eu venho escrevendo relatórios de research há quase 15 anos, e ainda não aprendi uma lição simples: a de que não é possível alcançar consolo para os nossos lutos através da explicação. 

Nos dias de pregão em queda, manifesta-se em mim um desejo desesperado de escrever sobre algum insight financeiro capaz de me trazer conforto face à impotência e à solidão.

Por meio de algumas poucas frases cuidadosamente escolhidas – pensava eu – haveria como encontrar certa dose de amparo. 

E então isso se tornaria um exercício estritamente intelectual, de deduzir tais frases, e imprimi-las na tela.

Teimosia e vocação

No entanto, uma vez começado o exercício, eu sempre acabo sucumbindo, me dando conta, após horas de teimosia, de que eu não conseguiria escrever nem mesmo uma linha sequer. 

O Felipe fala em vocação. Não sei como funcionam as regras entre ele e a sua vocação analítica.

No meu caso, já percebi que minha vocação não demonstra qualquer interesse por mim; não está nem um pouco preocupada com aquilo que me aflige ou animada com aquilo que me alegra. Ela não é uma companheira de jornada.

Servir é o que resta

Em meio aos mais impiedosos drawdowns, tudo o que me resta é engolir minha saliva e minhas lágrimas, enxugar o sangue que brota das minhas feridas e servir com obediência à minha vocação.

Servir com as parcas ideias que ela deseja que eu leve até os quatro leitores desta newsletter, sabendo ouvir e transcrever essas ideias de forma diligente.

Servir escrevendo coisas bonitas se eu estiver triste, ou coisas feias se eu estiver feliz.

Os clientes estão felizes

Hoje, minha vocação diz para não escrever sobre o Copom, pois 25 bps não vão fazer diferença por aqui.

Também não posso escrever sobre banana republic, pois estaria copiando um belo insight do Stuhlberger.

Por fim, poderia escrever que nenhum dos clientes da Empiricus-Vitreo está feliz tendo conta nos bancões, mas seria uma mentira. 

Contabilizamos quase meio milhão de clientes, algum deles há de estar feliz.

Eu mesmo estou feliz.

Compartilhe

EXILE ON WALL STREET

A simplicidade é a maior das sofisticações na hora de investir

12 de setembro de 2022 - 18:55

Para a tristeza dos estudiosos das Finanças, num daqueles paradoxos do conhecimento, quanto mais nos aprofundamos, parece que cavamos cada vez mais no subterrâneo

EXILE ON WALL STREET

Marcas da independência: Vitreo agora é Empiricus Investimentos

5 de setembro de 2022 - 8:43

Com a mudança de nome, colhemos todos os benefícios de uma marca única, com brand equity reconhecido e benefícios diretos, imediatos e tangíveis ao investidor

EXILE ON WALL STREET

Além do yin-yang: Vale a pena deixar os fundos para investir em renda fixa?

2 de setembro de 2022 - 11:47

Investidores de varejo e institucionais migraram centenas de bilhões em ativos mais arrojados para a renda fixa, o maior volume de saída da história do mercado de fundos

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Encaro quase como um hedge

1 de setembro de 2022 - 13:27

Tenho pensado cada vez mais na importância de buscar atividades que proporcionem feedbacks rápidos e causais. Elas nos ajudam a preservar um bom grau de sanidade

EXILE ON WALL STREET

Complacência: Entenda por que é melhor investir em ativos de risco brasileiros do que em bolsa norte-americana

29 de agosto de 2022 - 11:25

Uma das facetas da complacência é a tendência a evitar conflitos e valorizar uma postura pacifista, num momento de remilitarização do mundo, o que pode ser enaltecido agora

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: O elogio que nem minha mãe me fez

25 de agosto de 2022 - 12:02

Em mercados descontados que ainda carregam grandes downside risks, ganha-se e perde-se muito no intraday, mas nada acontece no dia após dia

EXILE ON WALL STREET

Degrau por degrau: Confira a estratégia de investimento dos grandes ganhadores de dinheiro da bolsa

24 de agosto de 2022 - 13:57

Embora a ganância nos atraia para a possibilidade de ganhos rápidos e fáceis, a realidade é que quem ganha dinheiro com ações o fez degrau por degrau

EXILE ON WALL STREET

Blood bath and beyond: Entenda o banho de sangue dos mercados financeiros — e as oportunidades para o Brasil

22 de agosto de 2022 - 12:25

Michael Hartnett, do Bank of America Merrill Lynch, alerta para um possível otimismo exagerado e prematuro sobre o fim da subida da taxa básica de juro nos EUA; saiba mais

EXILE ON WALL STREET

Você está disposto a assumir riscos para atingir seus sonhos e ter retornos acima da média?

19 de agosto de 2022 - 13:50

Para Howard Marks, você não pode esperar retornos acima da média se você não fizer apostas ativas. Porém, se suas apostas ativas também estiverem erradas, seus retornos serão abaixo da média

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Qual é o mundo que nos aguarda logo à frente?

18 de agosto de 2022 - 11:45

O mercado inteiro fala de inflação, e com motivos; afinal, precisamos sobreviver aos problemas de curto prazo. Confira as lições e debates trazidos por John Keynes

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar