Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-07T10:37:16-03:00
Caio Nascimento
Caio Nascimento
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) e com passagens pelo Estadão e Jornal da USP.
Investimento sustentável

Prazo para investir em COE de reflorestamento da Amazônia termina segunda; veja como participar

Produto sustentável pode render até 37,5% do valor investido com exposição a empresas de tecnologia dos EUA

6 de dezembro de 2020
17:13 - atualizado às 10:37
1
Vista aérea da floresta Amazônica - Imagem: Shutterstock

Acaba nesta segunda-feira, 7, às 15h, o prazo para investir no Certificado de Operações Estruturadas (COE) da corretora Guide Investimentos com o BNP Paribas, em um valor mínimo de R$ 1 mil. 

Oferecendo um potencial de ganho de até 37,5% do valor investido, o objetivo desse produto é financiar a plantação de uma árvore na Amazônia a cada mil euros captados, em parceria com a ONG Refortest Action.

O COE sustentável é atrelado ao índice S&P 500 ESG, da bolsa de Nova York, que é composto por empresas reconhecidas pelas boas práticas ambientais, sociais e de governança, características em alta no mercado.

O investimento exclui, por exemplo, empresas de tabaco, armas ou que poluem ecossistemas. 

Dentre as companhias que integram esse COE estão gigantes da tecnologia, como a Amazon (AMZO34), a Apple (AAPL34) e o Facebook (FBOK34), o que permitirá que o investidor não só ajude no meio ambiente como também exponha o patrimônio a grandes players do mercado mundial.

Para investir nesse certificado, basta abrir uma conta na Guide Investimentos. O produto é isento de taxas para o investidor.

O que é COE? Vale a pena investir em COE?

Os COEs (Certificados de Operações Estruturadas) são produtos que misturam renda fixa e variável, podendo estar atrelada à performance de fundos, índices, ouro, moedas ou outras referências. 

Ele é uma aplicação que chama atenção dos investidores por oferecer chances de lucro sem, muitas vezes, haver o risco de perda do valor investido devido ao mecanismo de "capital protegido".

Em outras palavras, se no vencimento do título a estratégia tiver um resultado negativo, os investidores recebem integralmente o dinheiro aplicado. Atualmente, cerca de 95% dos COEs negociados no Brasil possuem essa proteção.

Por outro lado, existe a desvantagem de, caso não haja lucro com a aplicação, você terá ficado com o dinheiro parado sem valorizar.

Esse tipo de investimento é interessante para quem deseja diversificar a carteira e não se limitar aos investimentos brasileiros. Além disso, alguns COEs entregam oportunidades de lucro com a queda do ativo. Você pode, por exemplo, optar por um certificado atrelado à queda do dólar.


Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies