Menu
2020-03-20T09:24:38-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
esquenta dos mercados

Alívio toma conta dos negócios e sexta-feira promete ser de recuperação

Com um mercado global mais otimista, o alívio deve se refletir também na bolsa brasileira. O principal ETF brasileiro negociado em Nova York, o EWZ, subia cerca quase 10% por volta das 7h15.

20 de março de 2020
8:05 - atualizado às 9:24
shutterstock_49298287

A semana chega ao fim com o coronavírus ainda no centro das atenções dos investidores. A doença continua se espalhando e as efeitos nocivos para a economia ficam mais visíveis, com diversos setores paralisando suas atividades.

Mas, os investidores parecem mais seguros sobre a efetividade dos pacotes de estímulos divulgados por bancos centrais e governos do mundo inteiro para conter o impacto do coronavírus na economia. Ontem, uma nova rodada de estímulos ajudou as bolsas globais a terem um dia de recuperção.

Relembre algumas das principais medidas econômicas:

  • Federal Reserve estabeleceu linhs de swap cambial com 9 países.
  • Fed também anunciou programa para ampliar a liquidez de fundos do mercado monetário.
  • Banco da Inglaterra cortou juros, assim como diversos outros bancos centrais pelo mundo.
  • O Banco da Inglaterra ainda elevou o seu programa de compra de bônus em 200 bilhões de libras, totalizando 645 bilhões de libras.
  • Banco Central Europeu anunciou novo programa de compra de ativos no valor de 750 bilhões de euros.

Embora controlada na China, a doença continua avançando em diversos locais do mundo, como Estados Unidos e Brasil - onde o mercado monitora de perto os números. Mas, novidades quanto ao tratamento da doença também fazem os investidores respirarem mais aliviados.

Na contramão do que tem sendo visto pelo mundo, o banco central chinês decidiu manter inalteradas suas taxas de juros de referência para empréstimos, que permaneceu em 4,05% para 1 ano e 4,75% para 5 anos.

Com maior segurança no cenário pela frente, as bolsas asiáticas tiveram um pregão de recuperação e fecharam em alta. Destaque para o índice sul-coreano Kospi, que subiu mais de 7%.

Depois de um dia de leve recuperação em Nova York, os índices futuros operam em alta firme nesta manhã, por volta dos 4%. O resultado positivo embala também o pregão europeu, com o índice pan-europeu Stoxx-600 subindo mais de 3,5%.

Montanha-russa

Acompanhar o Ibovespa ontem foi um verdadeiro teste para cardíaco.

Depois de cair mais de 7% e ficar perto de acionar mais uma vez o botão do pânico na bolsa, o principal índice acionário brasileiro se recuperou e fechou o dia em uma alta de 2,15%, aos 68.331,80 pontos.

O solavanco para a recuperação foi a recuperação do petróleo vista no mercado internacional, que se deu após o anúncio de compra de 30 milhões de barris pelo Departamento de Energia dos EUA.

Na sessão de ontem, o petróleo WTI avançava mais de 24% e o Brent tinha ganhos de 14%. Mesmo ainda negociados abaixo dos US$ 30 por barril, a recuperação foi suficiente para puxar as ações da Petrobras.

Com um mercado global mais otimista, o alívio deve se refletir também na bolsa brasileira. O principal ETF brasileiro negociado em Nova York, o EWZ, subia cerca quase 10% por volta das 7h15.

Focos de tensão

Mesmo com o cenário positivo lá fora, a bolsa brasileira também tem como desafio a turbulência que toma conta de Brasília. para digerir.

Mesmo com o anúncio de medidas para contornar o impacto do coronavírus, a imagem do presidente Jair Bolsonaro parece estar cada vez mais desgastada - entre a população e a classe política.

O atrito diplomático entre Brasil e China também se intensificou no último dia e traz preocupação, afinal, o país asiático é um dos principais parceiros comerciais do Brasil.

O governo também deve anunciar hoje uma redução da expectativa de crescimento para 2020. A projeção deve passar dos atuais 2,1% para algo próximo de zero. A informação estará presente no Relatório de Receitas e Despedas do Orçamento de 2020, que já virá sem a meta fiscal.

Parando as máquinas

No Brasil, os esforços para conter o coronavírus estão se intensificando e empresas começam a anunciar a suspensão ou diminuição das atividades. O comércio e shoppings centers começam a fechar por todo o país.

O McDonald's informou que atenderá somente delivery, drive thru e pedidos para viagem. A medida começa a valer na próxima segunda-feira.

As Lojas Renner também irão ficar de portas fechadas. A companhia informou que todas as lojas físicas da marca e unidades da Camicado, Youcom e Ashua interromperão as atividades.

Agenda

Banco Central realiza operações compromissadas em moeda estrangeira e venderá títulos soberanos com recompra (10h). Leilões extraordinário de compra e venda de LTN e NTN-F também acontecerão (11h).

Entre os indicadores, sondagem industrial da CNI é o único indicar de destaque (8h).

Fique de olho

  • Iguá Saneamento é mais uma empresa que decidiu adiar o seu IPO.
  • Telefônica Brasil irá pagar juros sobre capital próprio de R$ 0,083 por ação ordinária e R$ 0,091 por ação preferencial.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Boletim médico

Covid-19: Brasil tem 154 mil mortes e 5,27 milhões de casos acumulados

Atualmente há 397.524 pacientes em acompanhamento. De acordo com o Ministério da Saúde, 4.721.593 pessoas já se recuperaram da doença.

aperte o play

Netflix: 5 números que você precisa conhecer do resultado do terceiro trimestre

Ainda que os analistas já estivessem cientes do mercado que se desenha, os números apresentados pela companhia não agradou.

Mudanças no time

Weg anuncia renúncia de diretor de finanças e relações com investidores

A companhia divulga os seus resultados do terceiro trimestre na próxima quinta-feira (22)

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A bolsa voltou aos 100 mil pontos. Agora pra ficar?

A trilha sonora do mercado nesta terça-feira podia ser O Portão, o clássico de Roberto Carlos do refrão “Eu voltei, agora pra ficar. Porque aqui, aqui é o meu lugar…” O Ibovespa retomou o patamar dos 100 mil pontos depois de pouco mais de um mês. Difícil é dizer se a volta será definitiva. Em outubro, […]

Prévias operacionais

Cyrela tem crescimento de 46% em lançamentos e 58% em vendas no 3º trimestre

Segundo as prévias operacionais, construtora lançou R$ 2,589 bilhões e vendeu R$ 2,456 bilhões no período

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies