Menu
2020-11-26T09:30:13-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

9 notícias para começar o dia bem informado

26 de novembro de 2020
9:30
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Os investidores estão no meio de um cenário nebuloso. Neste momento, não dá para enxergar com clareza o que vem pela frente.

Há chances grandes de esbarramos nas seguintes situações:

  1. segunda onda de covid-19 chega ao Brasil e o isolamento social fica mais forte. Shoppings e restaurantes voltam a ser fechados nas grandes cidades. A pandemia não tem data para acabar;
  2.  As vacinas avançam e a população é imunizada ainda no primeiro semestre de 2021. A covid-19 até persiste por algum tempo, mas a pandemia chega ao fim no ano que vem.

Qualquer novidade que fortaleça o cenário 1 deve puxar a bolsa para baixo. Mas se o cenário 2 prevalecer, o rali dos mercados ganha fôlego para seguir.

Em sua coluna de hoje, o Alexandre Mastrocinque diz que encontrou uma alternativa na bolsa que ganha nos dois cenários. Trata-se de um fundo imobiliário que irá estrear na B3.

Ele é especializado na locação de imóveis para grandes redes de e-commerce - um segmento que bombou com quarentena.

Trata-se de uma boa opção para quem busca uma renda extra. Veja só que o Alexandre falou:

“Vejo potencial para pagar proventos na casa de 7% ao ano, bem acima da média dos pares, que estão entregando em torno de 5,5%”. Convenhamos, é um rendimento bem razoável em tempos de Selic a 2% ao ano.

Se estiver interessado em pegar a estreia do fundo, você precisa ser rápido. As reservas vão até o dia 7 de dezembro e o investimento mínimo é de R$ 500.

A indicação é exclusiva para os leitores Premium do Seu Dinheiro. A assinatura custa R$ 5 ao mês, mas neste link há informações de como fazer uma degustação por 30 dias sem custos.

O que você precisa saber hoje

MERCADOS

O Ibovespa fechou o pregão de ontem com alta de 0,32%, aos 110.130 pontos, se descolando dos índices americanos graças à ajuda de ações como Vale e Magazine Luiza. O dólar recuou 1,03%, para R$ 5,32, com a divulgação de dados das contas externas e investimentos estrangeiros contribuindo para a depreciação da moeda.

O que mexe com os mercados hoje? Com as bolsas americanas fechadas para o feriado do Dia de Ação de Graças, os mercados globais sofrem com a baixa liquidez e falta de fôlego. No Brasil, um embate entre o ministro Paulo Guedes e o presidente do Banco Central rouba a cena. As bolsas asiáticas fecharam em alta durante a madrugada. Já as principais praças europeias operam com sinais mistos.

EMPRESAS

 O conselho de administração da Petrobras aprovou o plano estratégico da companhia para o período de 2021 a 2025. Há previsão de investir US$ 55 bilhões no período, a maior parte em ativos do pré-sal.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou ontem a retomada dos voos com aviões Boeing 737-8 Max no Brasil. A decisão é positiva para a Gol, a única empresa credenciada a operar o modelo no País.

ECONOMIA

 O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem que o governo "manteve o rumo mesmo no caos" e rebateu críticos que veem falta de uma estratégia clara da equipe econômica para assegurar a sustentabilidade fiscal do País.

 O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou ontem que parte da desvalorização maior do real em relação ao dólar, na comparação com outras moedas de países emergentes, se deve ao avanço da dívida pública.

O Senado aprovou ontem projeto que reformula a Lei de Falências. O texto agora segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

 Nas últimas 24 horas, o número de novos infectados pela covid-19 subiu 54% e as mortes avançaram 4%, segundo dados divulgados ontem pelo Ministério da Saúde.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

EM ALTA

Com petróleo em alta, Credit Suisse reitera recomendação de compra da Petrobras

Banco eleva preço-alvo de ADRs após revisar para cima projeção para Ebitda da indústria do petróleo em 2021 e 2022

Exile on Wall Street

Private equity para pessoas físicas

Há uma frase de que gosto muito no livro “Princípios do Estrategista”: as ideias do Taleb são tão boas que se dessem dinheiro seria sacanagem.

Panorama das fintechs

Goldman Sachs recomenda compra de ação da Stone, XP e PagSeguro e venda de Banco Inter

Embora o Inter seja o grande destaque de crescimento de clientes, os analistas do banco norte-americano apontam a ação da da Stone como a favorita entre as fintechs

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Mercados hoje

Queda do setor de commodities pesa e Ibovespa opera em queda, destoando do otimismo em NY

O início da vacinação no Brasil segue entusiasmando, mas uma série de incertezas limitam o alcance desse otimismo. No exterior, a proximidade da posse de Joe Biden faz os olhos se voltam para Washington

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies