⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-01-29T08:21:14-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Em compasso de espera por decisão do Federal Reserve, bolsas ensaiam mais um dia de recuperação

Coronavírus continua trazendo cautela aos mercados, mas as bolsas tentam engatar mais um dia de recuperação

29 de janeiro de 2020
7:59 - atualizado às 8:21
Dólar
Imagem: Shutterstock

Os mercados aguardam a decisão de política monerátia do Federal Reserve, marcada para o começo da tarde desta quarta-feira. Para os especialistas, o presidente da instituição Jerome Powell, não deve ignorar o surto do coronavírus, mas o Fed deve manter o juro inalterado.

Ainda é cedo para definir qual será o impacto econômico da epidemia no crescimento global, mas Powell deve colocar o assunto no radar de riscos para a economia americana.

A expectativa é que o presidente do Fed justifique a pausa no corte do juro com a inflação sobre controle, mercado de trabalho forte e a menor taxa de desemprego em 50 anos nos Estados Unidos.

Boletim médico

Os números do surto de coronavírus continuam crescendo e o mercado segue cauteloso com relação ao tema. Na China, já são 132 mortos confirmados e quase seis mil infectados.

Ontem os mercados tiveram um dia de recuperação, mesmo com a cautela em torno do coronavírus.

No Brasil, o Ibovespa teve um dia de recuperação parcial das perdas fortes da segunda-feira e fechou o dia com uma alta de 1,76%, aos 116.478 pontos.

Na Ásia, as bolsas do Japão e Coreia do Sul se recuperaram e fecharam em alta durante a madrugada, mas em Hong Kong, onde os negócios foram retomados após o feriado do Ano Novo Lunar, as perdas foram fortes. O mercado acionário segue fechado na China.

No compasso de espera pela decisão do Fed, os índices futuros amanhecem com leve alta em Nova York, mantendo o ritmo de recuperação. Os balanços corporativos positivos também fizeram a sua parte e ajudam a manter o ritmo positivo.

Na Europa, as sessões também abrem no azul.

Agenda

Além da divulgação do Fed e dos balanços (ver abaixo), o dia também reserva o resultado primário do Banco Central em dezembro (14h30).

O secretario especial de desestatização, Salim Mattar, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimaães, participam do segundo dia de evento do Credit Suisse.

Pressão

O presidente do BNDES, Guilherme Montezano, marcou coletiva para explicar detalhes do contrato da auditoria feita na 'caixa-preta' do banco estatal. A coletiva foi convocada após pressão do presidente Jair Bolsonaro por explicações.

Balanços

Pela manhã, o Santander Brasil divulga o seu balanço. Confira uma prévia do que esperar dos resultados do bancão.

Lá fora, AT&T, Boeing e GE divulgam os seus balanços antes da abertura.

Fique de olho

  • Oi confirmou o seu plano estratégico de vender, até março, um lote de 700 torres de telefonia móvel
  • Nubank contratou novos diretores: Jag Duggal, ex-Facebook, cuidará do desenvolvimento de produtos, Youssef Lahrech, da CapitalOne, é o novo Global Head of Analycs and Technology, e Marcelo Kopel, ex-Itaú, como CFO.
  • Capital Research passou a deter 5,01% dos papéis emitidos da B3
  • Comgás aprovou o pagamento de dividendos no valor de R$ 1,0038 por ação ON e R$ 1,1042 por ação PN
  • Maurício Parolin Russomano é o novo presidente da Unipar
  • Energisa MS e Echoenergia captaram R$ 284 milhões com emissão de debêntures
  • Tecnisa aprovou a indicação de Daniel Citron para o conselho de administração da companhia

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa fecha setembro no azul, o potencial da Weg (WEGE3) e a semana do bitcoin; confira os destaques do dia

30 de setembro de 2022 - 19:19

O último pregão do mês foi também o último antes da definição do primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, levou um tempo até que a política fosse o principal gatilho para os negócios.  Isso porque o debate final entre os candidatos à chefia do Executivo não trouxe grandes mudanças no cenário-base, já […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha setembro no azul por um triz após nova onda do ‘efeito Meirelles’; dólar vai a R$ 5,39

30 de setembro de 2022 - 18:53

O Ibovespa deixou a política parcialmente de lado no último pregão antes do pleito de domingo

Balanço do mês

Os melhores investimentos de setembro: dólar tem a maior alta do mês, e Brasil vai na contramão do mundo com valorização de quase todos os ativos

30 de setembro de 2022 - 18:42

Títulos prefixados vêm logo em seguida, beneficiados pelo fim do ciclo de alta da Selic no Brasil. Veja o ranking completo dos melhores e piores investimentos do mês

EFEITO MEIRELLES 2.0

Bolsa amplia alta e Magazine Luiza (MGLU3) dispara com novo rumor sobre Henrique Meirelles no governo em caso de vitória do petista

30 de setembro de 2022 - 16:01

Descolando de seus pares internacionais, a bolsa brasileira opera em forte alta, mas o grande destaque fica com a curva de juros e a disparada de ações do setor de consumo

É HORA DE COMPRAR?

Morgan Stanley altera recomendação da Weg (WEGE3) de venda para compra e papel sobe mais de 6%

30 de setembro de 2022 - 15:51

Na avaliação dos analistas, a Weg (WEGE3) tende a se beneficiar das tendências de automação, eletrificação e descarbonização do mercado e pode subir 29,3%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies