Menu
2020-01-29T08:21:14-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Em compasso de espera por decisão do Federal Reserve, bolsas ensaiam mais um dia de recuperação

Coronavírus continua trazendo cautela aos mercados, mas as bolsas tentam engatar mais um dia de recuperação

29 de janeiro de 2020
7:59 - atualizado às 8:21
Dólar
Imagem: Shutterstock

Os mercados aguardam a decisão de política monerátia do Federal Reserve, marcada para o começo da tarde desta quarta-feira. Para os especialistas, o presidente da instituição Jerome Powell, não deve ignorar o surto do coronavírus, mas o Fed deve manter o juro inalterado.

Ainda é cedo para definir qual será o impacto econômico da epidemia no crescimento global, mas Powell deve colocar o assunto no radar de riscos para a economia americana.

A expectativa é que o presidente do Fed justifique a pausa no corte do juro com a inflação sobre controle, mercado de trabalho forte e a menor taxa de desemprego em 50 anos nos Estados Unidos.

Boletim médico

Os números do surto de coronavírus continuam crescendo e o mercado segue cauteloso com relação ao tema. Na China, já são 132 mortos confirmados e quase seis mil infectados.

Ontem os mercados tiveram um dia de recuperação, mesmo com a cautela em torno do coronavírus.

No Brasil, o Ibovespa teve um dia de recuperação parcial das perdas fortes da segunda-feira e fechou o dia com uma alta de 1,76%, aos 116.478 pontos.

Na Ásia, as bolsas do Japão e Coreia do Sul se recuperaram e fecharam em alta durante a madrugada, mas em Hong Kong, onde os negócios foram retomados após o feriado do Ano Novo Lunar, as perdas foram fortes. O mercado acionário segue fechado na China.

No compasso de espera pela decisão do Fed, os índices futuros amanhecem com leve alta em Nova York, mantendo o ritmo de recuperação. Os balanços corporativos positivos também fizeram a sua parte e ajudam a manter o ritmo positivo.

Na Europa, as sessões também abrem no azul.

Agenda

Além da divulgação do Fed e dos balanços (ver abaixo), o dia também reserva o resultado primário do Banco Central em dezembro (14h30).

O secretario especial de desestatização, Salim Mattar, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimaães, participam do segundo dia de evento do Credit Suisse.

Pressão

O presidente do BNDES, Guilherme Montezano, marcou coletiva para explicar detalhes do contrato da auditoria feita na 'caixa-preta' do banco estatal. A coletiva foi convocada após pressão do presidente Jair Bolsonaro por explicações.

Balanços

Pela manhã, o Santander Brasil divulga o seu balanço. Confira uma prévia do que esperar dos resultados do bancão.

Lá fora, AT&T, Boeing e GE divulgam os seus balanços antes da abertura.

Fique de olho

  • Oi confirmou o seu plano estratégico de vender, até março, um lote de 700 torres de telefonia móvel
  • Nubank contratou novos diretores: Jag Duggal, ex-Facebook, cuidará do desenvolvimento de produtos, Youssef Lahrech, da CapitalOne, é o novo Global Head of Analycs and Technology, e Marcelo Kopel, ex-Itaú, como CFO.
  • Capital Research passou a deter 5,01% dos papéis emitidos da B3
  • Comgás aprovou o pagamento de dividendos no valor de R$ 1,0038 por ação ON e R$ 1,1042 por ação PN
  • Maurício Parolin Russomano é o novo presidente da Unipar
  • Energisa MS e Echoenergia captaram R$ 284 milhões com emissão de debêntures
  • Tecnisa aprovou a indicação de Daniel Citron para o conselho de administração da companhia
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

pandemia no país

Brasil tem 33,5 mil novos casos de coronavírus e 836 mortes em 24 horas

O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de ontem, quando o painel do ministério marcava 137.272 falecimentos. Ainda há 2.423 mortes em investigação

seu dinheiro na sua noite

Um novo flerte do dólar a R$ 5,50

“Nunca aposte contra a América”, alertou Warren Buffett no tradicional encontro de acionistas de sua holding de investimentos em maio deste ano. O bilionário não falava especificamente da moeda dos Estados Unidos, mas toda vez que o dólar mostra sinais de força, alguém (como eu) acaba trazendo a frase à tona. Afinal, é para as […]

aquisição à vista

Stone vai lançar BDRs na bolsa brasileira e pretende usar papéis na compra da Linx

Aprovação pelos acionistas da Linx e da Stone e prévia autorização do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) estão entre as condições para finalizar a operação

Receita de volatilidade

Dólar tem forte alta com depoimento do presidente do Fed; volatilidade limita o Ibovespa

Moeda norte-americana registrou alta acentuada no início de uma série de depoimentos de Jerome Powell perante o Congresso dos EUA

recuperação econômica

Só teremos um ano cheio no turismo novamente em 2023, diz presidente da CVC

O presidente da CVC, Leonel Andrade, disse nesta terça-feira, 22, que o setor de turismo só deve voltar ao movimento pré-pandemia em 2023

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements