Menu
2020-08-26T08:15:56-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
esquenta dos mercados

De olho no Renda Brasil e no exterior misto, investidores exibem cautela

No exterior, os investidores estão em compasso de espera, aguardando o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, marcado para amanhã.

26 de agosto de 2020
8:15
Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência no Senado - Imagem: Pedro França/Agência Senado

Os investidores locais seguem atentos às movimentações em Brasília, principalmente no que diz respeito ao relacionamento do ministro da Economia Paulo Guedes e do presidente Jair Bolsonaro. Os dois seguem tentando encontrar uma saída para o impasse em torno do valor estipulado para o programa Renda Brasil. O mercado espera que Guedes sustente uma versão que respeite a situação fiscal do país.

No exterior, os investidores estão em compasso de espera, aguardando o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, marcado para amanhã.

Tensão em Brasília

Os investidores brasileiros seguem atentos ao cenário em Brasília, principalmente no relacionamento entre Paulo Guedes e o presidente Jair Bolsonaro.

Preocupados com o desequilíbrio das contas públicas, o mercado observa as tratativas entre planalto e Economia para a implementação do Renda Brasil. O anúncio do programa foi adiado devido a um impasse entre o presidente Bolsonaro e o ministro com relação ao valor do benefício. Além disso, há dúvidas também sobre a forma de financimanto do programa.

Outro fato que desagradou os investidores foi a ausência do ministro Paulo Guedes no lançamento do programa Casa Verde e Amarela, uma reformulação do Minha Casa, Minha Vida. No evento, Bolsonaro também chamou o atual presidente da Caixa Econômica Federal de PG2, aumentando a desconfiança dos investidores.

Também é motivo de tensão a divisão dos R$ 5 bilhões destinados ao Pró-Brasil - programa de obras de infraestrutura do governo. O ministério da Economia apresentou uma proposta que destina metade dos recursos aos parlamentares, mas, segundo fontes ouvidas pelo Broadcast, o presidente não concorda com a repartição. O risco é que um valor menor prejudique o governo no Congresso.

Misto de cautela

A cautela com o cenário político brasileiro se somou ao mau humor dos investidores no exterior com dados mais fracos do que o esperado da economia americana, puxando o Ibovespa para o campo negativo, mesmo diante de uma melhora nas relações sino-americanas.

O principal índice da bolsa brasileira teve queda de 0,18%, aos 102.117,64 pontos. O dólar teve um dia de alívio, caindo 1,16%, a R$ 5,5272.

Em compasso de espera

As bolsas globais exibem uma tendência mais acomodada, em compasso de espera pelo discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, que acontece amanhã. A expectativa é que o chefe do BC americano fale sobre a perspectiva econômica e o futuro da política monetária americana, após os dados fracos exibidos pela maior economia do globo ontem - o índice de confiança do consumidor caiu pelo segundo mês consecutivo, acendendo um sinal de alerta sobre a retoma da atividade.

Enquanto os investidores aguardam, as bolsas asiáticas tiveram um comportamento misto durante a madrugada.

Sem maiores motivadores na Europa, as bolsas do continente não exibem grande fôlego e também operam de forma mista. Nos Estados Unidos os índices futuros operam próximos da estabilidade, com apenas o Nasdaq avançando mais do que seus pares.

Agenda

Pela manhã, o Congresso deve promulgar a PEC do Novo Fundeb, que foi aprovada ontem pelo Senado.

O Banco Central fará dois leilões de linha ed até US$ 1,5 bilhões, com vencimento em setembro.

Na agenda de indicadores, destaque para os estoques de petróleo nos Estados Unidos (11h30).

Fique de olho

  • CSN planeja IPO para o seu braço de mineração e pode levantar R$ 10 bilhões
  • Rede D'Or é outra empresa que iniciou os seus estudos para uma oferta pública na bolsa.
  • Cyrela pretende lançar IPO da sua subsidiária Plano & Plano.
  • Roberto Klabin Martins Xavier foi eleito presidente do conselho de administração da Klabin até 2021
  • Assembleia extraordinária foi convocada pela Tecnisa para avaliar proposta de fusão feita pela Gafisa.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies