Menu
2020-08-07T10:28:39-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
esquenta dos mercados

TikTok na mira dos EUA aprofunda crise com a China e mercados azedam

Na agenda do dia, o destaque é o relatório do emprego americano, o payroll. No Brasil, os investidores ficam de olho na inflação oficial, o IPCA.

7 de agosto de 2020
8:13 - atualizado às 10:28
TikTok
Imagem: Shutterstock

Os investidores assumem uma postura de cautela nesta manhã, após nova ofensiva do presidente Donald Trump contra a China. Trump assinou duas ordens executivas contra os aplicativos chineses TikTok e Wechat . Os aplicativos serão banidos do país em 45 dias caso não sejam adquiridos por empresas americanas.

O mercado também fica de olho no desenrolar das negociações do novo pacote fiscal nos Estados Unidos. Na agenda do dia, o destaque é o relatório do emprego americano, o payroll. No Brasil, os investidores ficam de olho na inflação oficial, o IPCA.

Dia de alívio

A nova atuação do Banco Central - que reduziu a taxa de juros para a mínima histórica de 2% - e a sinalização de que os juros ficarão em um nível baixo por um bom tempo deu fôlego extra para o Ibovespa nesta quinta-feira.

O principal índice da bolsa brasileira teve alta de 1,29%, aos 104.125,64 pontos. O dólar também avançou, cotado a R$ 5,3432 (1,1%).

Na mira de Trump

O TikTok, aplicativo que é febre entre adolescentes no mundo todo, é o grande protagonista do novo capítulo das tensões entre Estados Unidos e China.

Ontem, o presidente americano assinou uma ordem executiva impedindo americanos de realizar transações com a ByteDance - dona do TikTok -, a WeChat e sua controladora, a Tencent Holdings, dona de jogos populares como o League of Legends.

A medida entra em vigor em 45 dias. Trump justificou o ato dizendo que os aplicativos são uma ameaça à segurança nacional e econômica. Recentemente, a Microsoft mostrou interesse em adquirir a operação americana do TikTok. Durante a madrugada, as bolsas asiáticas fecharam em baixa.

Em segundo plano

Com o deterioramento das relações sino-americanas, dados que mostram reação da economia foram deixados de lado.

Na China, as exportações tiveram resultado surpreendente - uma expansão de 7,2%, contra 0,1% esperado pelos analistas. As importações, no entanto, tiveram queda de 1,4% no último mês.

Na Europa, a economia alemã mostrou reação, com as vendas externas e a produção industrial avançando mais do que o esperado.

Além das relações comerciais entre Estados Unidos e China, os investidores também monitoram as negociações do novo pacote fiscal nos EUA. No momento, há um impasse entre republicanos e democratas. Segundo Steven Mnuchin, secretário do Tesouro, a questão deve ser resolvida nesta sexta-feira.

Expectativa também para o relatório de emprego americano, o payroll, que será divulgado hoje. A expectativa é que 1,5 milhões de vagas tenham sido criadas.

Refletindo o noticiário negativo e no aguardo de novidades, as bolsas europeias operam em queda. Em Wall Street, os índices futuros amanhecem no vermelho.

Agenda

No Brasil, o destaque do dia é o número da inflação oficial, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho (9h). A expectativa dos analistas é de um avanço de 0,36%.

No exterior, o destaque é o relatório de emprego dos Estados Unidos, o payroll.

Fique de olho

  • Mais novidade na bolsa: a rede Sulamericana, Kallas e Patrimar entraram com pedidos de oferta inicial de ações na CVM.
  • A Quero-Quero captou R$ 2,23 bilhões em seu IPO. As ações saíram ao preço R$ 12,65.
  • As ações da D1000 foram precificadas em R$ 17. A oferta movimentou R$ 460,13 milhões.
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Divórcio amigável

Itaúsa sinaliza que pode aceitar proposta da XP por ações da corretora

Holding que é uma das principais acionistas do Itaú Unibanco avaliou como positiva a proposta da XP Investimentos pelas ações com “supervoto” da corretora que hoje estão nas mãos do banco

mercados hoje

Ibovespa tenta manter rali em meio à queda em NY; dólar cai de olho em agenda econômica

Índice caminha para terminar novembro em alta de 18%, enquanto moeda norte-americana deve fechar mês caindo 8%

Razões para sorrir

Com estratégia pulverizada ao longo de novembro, Black Friday fez Magalu crescer mais de 100% no digital

Na ressaca da Black Friday, os investidores pesam o desempenho das companhias de varejo nos últimos dias. Por volta das 10h50, as ações do Magalu subiam 2,03%.

Boas notícias

Ações da Moderna sobem mais de 10% após confirmação de eficácia da vacina e pedido para uso emergencial

Além dos números finais, a empresa também anunciou que irá solicitar a autorização para uso emergencial da vacina junto a FDA e EMA

relatório focus

Economistas elevam pela 16ª semana seguida projeção para inflação em 2020

Aceleração dos preços dos alimentos faz mediana de estimativas para IPCA avançar par 3,54%, segundo BC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies