Menu
2020-10-01T08:18:08-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
esquenta dos mercados

Otimismo com novo pacote de estímulo nos Estados Unidos anima bolsas globais

No Brasil, os investidores seguem atentos ao noticiário em Brasília e nas novidades envolvendo a forma de financiamento do Renda Cidadã

1 de outubro de 2020
8:18
Imagem conceitual mostra cifrão preso em boia em mar agitado
Proteja seu dinheiro da tempestade - Imagem: Shutterstock

Os investidores continuam atentos aos desdobramentos da proposta de financiamento do Renda Cidadã e ao crescimento do número de casos do coronavírus na Europa, temas que inspiram cautela nos mercados. No entanto, o avanço das negociações do pacote americano de US$ 2,2 trilhões em estímulos fiscais aumenta o bom humor dos agentes financeiros globais.

Na agenda, os mercados repercutem a divulgação dos PMIs na Europa e nos Estados Unidos.

Na cola de Wall Street

Seguindo a alta das bolsas americanas, o Ibovespa fechou o último pregão do trimeste em alta de 1,09%, aos 94.603,38 pontos.

A recuperação do bom humor dos investidores no exterior - e que influenciou a bolsa brasileira - teve como gatilho o otimismo com as negociações em torno de um acordo bipartidário sobre um novo pacote de estímulo à economia norte-americana.

A alta das ações da Petrobras, puxada pela aceleração da alta do Petróleo nos mercados internacionais, também influenciou positivamente o Ibovespa.

Cautela persiste

O desempenho positivo da bolsa brasileira não apaga a cautela com a deterioração do quadro fiscal brasileiro.

Os investidores seguem atentos ao noticiário em Brasília e nas novidades envolvendo a forma de financiamento do Renda Cidadã. Ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que precatórios não serão utilizados para financiar a medida.

Ontem, durante a noite, uma reunião foi convocada de última hora e reuniu o presidente Jair Bolsonaro e membros da equipe econômica.

Outro ponto de tensão na capital federal é a relação entre Paulo Guedes e Rodrigo Maia. Em mais uma troca de farpas que escancara o rompimento político entre as partes, o presidente da Câmara afirmou que Guedes está desequilibrado após o ministro afirmar que Maia fez um acordo com a esquerda para não pautar privatizações.

Atuação limitada

A maior parte das bolsas asiáticas não funcionaram devido a um feriado. A bolsa de Tóquio, que teoricamente funcionaria, acabou sofrendo com uma falha técnica e teve o pregão cancelado.

Bom humor

A expectativa pelo novo pacote de US$ 2,2 trilhões de estímulos fiscais americano também deixa os investidores de bom humor. Tanto os índices futuros em Nova York quanto as principais bolsas europeias avançam nesta manhã.

Na noite de ontem, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, disse que ainda não existe acordo, mas a sinalização positiva tanto por parte do governo quanto da oposição é suficiente para alimentar o apetite dos investidores.

Além disso, na Europa, indicadores econômicos recentes do continente aumentam o otimismo na região.

O índice de gerentes de compras (PMI) da indústria da zona do euro avançou a 53,7 em setembro. No entanto, o índice ficou abaixo da expectativa dos investidores tanto na Alemanha quanto no Reino Unido.

No velho continente, o ponto de cautela segue sendo o aumento do número de casos da covid-19 e o possível endurecimento nas regras de circulação de pessoas, o que pode prejudicar a retomada econômica.

Agenda

Os investidores aguardam os números da balança comercial de setembro (14h) e monitoram a participação do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em evento virtual (10h).

Nos Estados Unidos, o destaque é o pedido semanal de auxílio-desemprego (9h30) e o PMI industrial (9h45) e global (12h). Hoje também será conhecido o índice de atividade industrial de setembro (11h).

Fique de olho

  • Dimed pagará R$ 3,5 milhões em juros sobre capital próprio.
  • Banco Daycoval pagará R$ 43,4 milhões em juros sobre capital próprio
  • Hypera aprovou JCP de R$ 185,496 milhões
  • Natura aprovou a realização de nova oferta de ações. A expectativa é que a empresa capte R$ 6,2 bilhões.
  • Sul America fará pagamento de juros sobre capital próprio.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

A novela continua

Casa Branca ainda vê ‘divergências significativas’ com democratas sobre estímulos

Kudlow disse que entre as divergências estão verba para Estados democratas em dificuldades e garantias contra processos para empresas na reabertura.

de olho no 3º tri

BofA vê espaço para que Notre Dame Intermédica siga crescendo e eleva preço-alvo

Bank of America vê espaço para que o GNDI continue ganhando mercado e aumente a sua presença em novas regiões

Ajuste nas contas

Cenário fiscal robusto é condição necessária para social sólido, diz secretário

“A melhor forma de termos uma boa gestão desse endividamento elevado é aprovar as reformas. Temos essa janela de oportunidade”, afirmou Waldery Rodrigues.

Teto de gastos

Auxílio emergencial está contido em 2020 e não passará para 2021, diz secretário

“Mais que uma âncora fiscal, o teto de gastos é super âncora fiscal, temos que seguir”, afirmou Waldery Rodrigues.

Carteira recomendada

Os 10 melhores BDRs para você investir, segundo a XP

Negociação de recibos de ações de empresas estrangeiras na bolsa brasileira foi liberado nesta quinta para todos os investidores, e corretora indica os seus papéis preferidos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies