Menu
2020-06-11T14:21:54-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Mercados lá fora

Em dia de B3 fechada, mercados internacionais assumem tom de cautela e operam em forte baixa

Investidores refletem preocupação com segunda onda de contágio em estados americanos e sinais mistos dados pelo Federal Rerserve sobre a economia americana. Petróleo também vive um dia de forte baixa

11 de junho de 2020
10:48 - atualizado às 14:21
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Nesta quinta-feira, a bolsa brasileira está fechada para a celebração do feriado de Corpus Christs. Embora a data tenha sido adiantada na cidade de São Paulo, a B3 manteve suas atividades e decidiu interromper o funcionamento hoje, conforme o seu calendário original anual.

Enquanto isso, no exterior, desde o começo do dia os investidores mostram uma postura de cautela elevada, continuando o clima observado ontem nos mercados. As bolsas americanas operam em forte queda desde a abertura do pregão. Por volta das 14h21, o Dow Jones caía cerca de 5,15%, o S&P 500 recuava 4,24% e o Nasdaq tinha baixa de 3,50%.

Na Europa, as principais bolsas fecharam em forte queda. O índice pan-europeu Stoxx 600 terminou o preção em baia de 4,10%.

Com a bolsa brasileira fechada, o principal fundo de índice brasileiro (ETF) negociado em Nova York, o EWZ, tem queda de mais de 7%. Durante a madrugada, as bolsas asiáticas também fecharam, refletindo as preocupações com a economia americana e a decisão do Federal Reserve.

Fatores de risco

Esse clima de cautela nos mercados tem como explicação a preocupação com uma nova onda de infecções por coronavírus nos Estados Unidos e com os investidores ainda digerindo as projeções econômicas divulgadas ontem pelo Federal Reserve, o banco central americano.

Uma matéria da Reuters mostra que os casos no país voltaram a crescer depois de 5 semanas de declínio, principalmente nos estados da Flórida, Texas e Califórnia. Os números coincidem com a expansão dos projetos de reabertura econômica no país. Os EUA já superaram a marca de 2 milhões de casos.

Além disso, ontem o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) decidiu manter a sua taxa de juros inalterada na faixa entre 0% e 0,25%. Mas, os sinais mistos dados pelo Fed sobre a capacidade de recuperação econômica dos Estados Unidos elevaram a cautela dos investidores, com as bolsas globais fechando em baixa.

No comunicado da decisão, a instituição declarou que a taxa se manterá neste nível até que "haja confiança de que a economia absorveu os eventos recentes", descartando juros negativos no país e projetando uma queda de 6,5% em 2020. A leitura é de que o pronunciamento do Fed aponta danos no longo prazo para a economia americana.

Jerome Powell, presidente do Fed, declarou que o país pode levar anos para que as vagas fechadas pela pandemia voltem a abrir, mas garantiu que a instituição seguirá utilizando todas as 'suas ferramentas' para atingir a pregabilidade máxima e as metas de estabilidade inflacionária. Nesta manhã, o Departamento de Trabalho do país divulgou que 1,54 milhão de pessoas entraram com pedidos de auxílio-desemprego.

Petróleo recua

O clima de pessimismo afeta também o mercado de petróleo.

Com previsões de danos de longo prazo para a economia mundial, os contratos futuros recuam.

Por volta das 13h30, o WTI para junho caía 9,24%, a US$ 35,92 o barril. Já o Brent recua mais de 8%, a US$ 38,28 o barril.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Mais uma opção

Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V

Neste domingo, Anvisa se reunirá para tratar de pedidos para uso de vacinas CoronaVac e a da AstraZeneca/Oxford

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Sinal verde

Bolsonaro não deve mais barrar a Huawei no leilão do 5G no Brasil

Segundo fontes do Palácio do Planalto e do setor de telecomunicações, o banimento da empresa chinesa provocaria um custo bilionário com a troca dos equipamentos

Impasse

Guedes monta operação ‘apara arestas’ para manter Brandão à frente do Banco do Brasil

Por enquanto, o presidente do BB está no “limbo” na avaliação de funcionários do próprio banco, sem uma manifestação pública do presidente e de Guedes

IPO

Espaçolaser pode arrecadar até R$ 3 bilhões em estreia na B3

Maior rede de clínicas de depilação do País lançou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies