Menu
2020-02-16T18:42:20-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Mais um para a lista da B3

IPO da Moura Dubeux levanta R$ 1,25 bilhão e ação sai precificada por R$ 19

De acordo com a empresa, os valores arrecadados no IPO irão para o caixa da construtora

11 de fevereiro de 2020
19:59 - atualizado às 18:42
B3 - Bolsa
Imagem: Shutterstock

Na onda dos IPOs da bolsa em 2020, a construtora pernambucana Moura Dubeux levantou nesta terça-feira (11) R$ 1,25 bilhão em sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Como a empresa realizou apenas oferta primária, os valores arrecadados irão totalmente para o caixa da construtora.

De acordo com informações divulgadas ao mercado, o preço das ações da Moura ficou definido em R$ 19, valor no centro da faixa indicativa de preço, que ia de R$ 17 a R$ 21 por papel. No total, os investidores compraram 65.823.529 ações.

Foram coordenadores da oferta os bancos Itaú BBA, Bradesco BBI, Credit Suisse, BB Investimentos e Caixa.

De olho na dívida

A Moura deve utilizar a receita do IPO para promover a redução do nível de seu endividamento. Além disso, também está previsto um reforço de caixa.

Vale lembrar que, em termos financeiros, a Moura vem entregando números constantes. Dados apresentados pelo Broadcast/Estadão mostram que, nos três primeiros trimestres de 2019, a receita líquida da construtora foi de R$ 311,097 milhões, um pouco abaixo da receita de R$ 315,998 milhões do mesmo período de 2018.

Já a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 95,866 milhões de janeiro a setembro de 2019. Um ano antes, esse valor havia sido de R$ 12,541 milhões no mesmo intervalo.

E fique de olho, investidor: a ação da Moura Dubeux estreia na B3 no dia 13 de fevereiro, sob o código "MDNE3".

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Recuperação da estatal

Lucro da Petrobras salta 55,7% em 2019 e chega a R$ 40,1 bilhões, impulsionado pela venda de ativos

A Petrobras fechou 2019 com o maior lucro líquido anual de sua história, sustentada pelos fortes desinvestimentos e ganhos de eficiência na extração de petróleo — fatores que compensaram os menores preços da commodity no exterior

De olho no balanço

Marfrig reverte prejuízo e registra lucro líquido de R$ 27 milhões no 4º trimestre de 2019

No acumulado do ano, o lucro líquido caiu para R$ 218 milhões, ante R$ 1,4 bilhão no ano anterior

Confira os números

Petrobras, Ultrapar, Marfrig, RaiaDrogasil e GPA: os balanços que vão mexer com a bolsa nesta quinta-feira

O dia começa recheado de balanços anuais das companhias listadas no Ibovespa

Recurso da estatal

TRF-4 nega recurso da Petrobras e mantém Odebrecht fora de ação da Lava Jato

No recurso, a estatal buscava o prosseguimento dos réus na ação cível e a manutenção do bloqueio de bens dos executivos

Seu Dinheiro na sua noite

Guedes fora, alta do dólar

Você se lembra de quando o dólar a R$ 4,20 era o grande “patamar psicológico” da moeda americana? Não faz tanto tempo assim, mas esse nível de cotação ficou para trás, e agora parece até um pouco distante. Hoje, o dólar à vista bateu um novo recorde de fechamento. Eu sei que você já leu […]

Mais um recorde: dólar à vista sobe a R$ 4,36 e renova a máxima nominal de fechamento

O dólar à vista subiu mais um degrau nesta quarta-feira (19): pela primeira vez, terminou uma sessão acima dos R$ 4,36, cravando um novo recorde nominal. É a oitava vez em 2020 que a moeda renova as máximas de fechamento

Ainda na liderança

Vitor Hugo crê que permanece como líder do governo; Terra diz não receber convite

O deputado disse que não recebeu sinalizações do presidente Jair Bolsonaro de que poderá ser substituído pelo ex-ministro Osmar Terra

O impasse continua

Após TRT suspender demissões, Petrobras quer negociar desligamentos em fábrica

Encerramento da operação da Ansa é o principal motivo da greve dos petroleiros

Ponto polêmico

Relator mantém trabalho aos domingos na MP do contrato verde e amarelo

Deputado Áureo manteve a permissão para que todos os trabalhadores sejam convocados para trabalhar aos domingos e feriados

Novidade no IR

Programa do IR virá sem dedução da contribuição patronal sobre domésticos

Fim da dedução é a principal novidade para as declarações de IR em 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements