Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-24T16:24:27-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
disparada

Ibovespa se aproxima dos 110 mil pontos com dispara de Petrobras e bancos; dólar segue em queda

Ações da estatal sobem na esteira do avanço do petróleo lá fora e papéis de bancos também sustentam o índice, enquanto shoppings lideram alta. Dia é de busca por bolsa com menor percepção de risco nos EUA e vacina no radar

24 de novembro de 2020
11:01 - atualizado às 16:24
Prédio da Petrobras no Rio de Janeiro
Imagem: Shutterstock

O Ibovespa opera em forte alta nesta terça-feira (24), em meio a um ambiente de menor percepção de risco político nos Estados Unidos e à contínua repercussão positiva dos investidores aos avanços de uma vacina contra o coronavírus.

No exterior, os índices americanos à vista operam em terreno positivo. O Dow Jones foi ao novo recorde histórico, alcançando os 30 mil pontos, e agora sobe 1,5%. O S&P 500, índice com o qual o Ibovespa guarda muita correlação, tem ganhos de 1,6%. O Nasdaq avança 1,35%.

Os agentes financeiros reagem ao sinal verde do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para a equipe do eleito Joe Biden iniciar o processo de transição do governo.

No radar, também ficam as nomeações de Biden para ocupar cargos-chave do governo — segundo o Wall Street Journal, a ex-presidente do Federal Reserve (banco central americano, o Fed), Janet Yellen, será a escolhida para secretária do Tesouro do país.

Por volta das 16h20, o principal índice acionário da B3 dispara 2,3%, cotado aos 109.880 pontos, com destaque para as ações da Petrobras, que sobem forte seguindo o avanço do petróleo no mercado internacional.

Papéis de bancos também registram ganhos fortes na sessão de hoje e sustentam a alta do índice em meio ao ingresso de recursos de investidores estrangeiros na bolsa, os quais têm buscado predominantemente blue chips do índice vistas como "pechinchas".

Ações de shoppings também avançam, em meio às perspectivas de um imunizante contra a covid-19 estar cada vez mais próximo, e lideram altas do Ibovespa. Veja as ganhadoras da sessão até agora:

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
IGTA3Iguatemi ON           36,67 7,07%
MULT3Multiplan ON           23,44 6,89%
BRML3BR Malls ON             9,99 7,07%
ECOR3Ecorodovias ON           12,25 6,52%
USIM5Usiminas PNA           12,46 5,95%

Na ponta oposta, ações do setor de saúde ficam entre as maiores quedas, bem como as ações da Weg, cujos papéis são os que mais subiram no ano no índice — investidores aproveitam a alta para realização de lucro. Confira as maiores perdas do Ibovespa:

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
TIMS3Tim ON           13,46 -1,97%
TOTS3Totvs ON           26,29 -1,94%
GNDI3Intermédica ON           70,17 -1,83%
WEGE3Weg ON           77,11 -1,78%
IRBR3IRB ON             7,05 -1,67%

Dólar cai; juros curtos sobem com IPCA-15, longos recuam

Enquanto isso, o dólar continua operando em queda e cai 0,9% para R$ 5,38 agora, refletindo a tomada de risco nas bolsas ao redor do mundo que faz os investidores se desfazerem de ativos de hedge (proteção).

A divisa americana também recua frente a moedas pares do real, como o peso mexicano e o rublo russo, indicando um enfraquecimento generalizado em comparação às divisas de economias em desenvolvimento.

Frente a moedas fortes como euro, libra e iene, como indicado pelo Dollar Index (DXY), o dólar tem leve recuo neste momento, de 0,3%.

Os juros futuros, que tiveram uma sessão de estresse ontem, operam com desempenhos mistos nesta terça. Mais cedo caíam, mas viraram em meio à realização do leilão do Tesouro, que vendeu o lote integral de 1,1 milhão de NTN-Bs em meio a um ambiente de cautela fiscal persistente.

Além disto, para entender a sessão de hoje nesse mercado, é fundamental falar da inflação preliminar de novembro. Foi divulgado hoje o maior valor do IPCA-15 para o mês em 5 anos, afetando os vencimentos mais curtos, como os juros para janeiro/2022, que sobem levemente em meio à percepção de alta dos preços no curto prazo.

As taxas de vencimentos mais longos recuam apenas levemente agora, deixando as mínimas intradiárias que foram vistas mais cedo, acompanhando o cenário de busca por risco nas bolsas lá fora. Veja as taxas agora:

  • Janeiro/2021: de 1,934% para 1,936%
  • Janeiro/2022: de 3,40% para 3,43%
  • Janeiro/2023: de 5,20% para 5,22%
  • Janeiro/2025: de 7,04% para 7,00%
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

FINAL DE ANO TURBINADO

Cosan (CSAN3) vai pagar R$ 700 milhões em dividendos e você tem apenas mais uma semana para garantir a bolada; entenda

O pagamento deverá cair na conta dos acionistas até o dia 28 de novembro; veja o que é preciso fazer para ter direito ao montante

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa emplaca mais um dia de alta, Brasil se destaca entre os países mais desiguais do mundo e surge uma nova estrela no mundo cripto; confira os principais destaques do dia

Depois de livrar o Ibovespa de muitos apuros no primeiro semestre e sustentar o índice no azul mesmo diante dos problemas político-fiscais e econômicos enfrentados pelo país, a alta histórica do minério de ferro se transformou em um movimento de queda livre. Não por acaso, nos últimos meses a bolsa brasileira renovou as mínimas do […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa aproveita alta das commodities e do mercado internacional para emplacar quarto pregão de alta; dólar recua mais de 1%

O alívio com a variante ômicron e a calmaria no noticiário político ajudam o Ibovespa a buscar recuperação na reta final de 2021

Oportunidade animal

Seu bichinho de estimação pode render na bolsa: Petz (PETZ3) vai acelerar aquisições após oferta de ações

Depois de colocar R$ 700 milhões no bolso, a empresa tem uma série de ativos sendo analisados, segundo o fundador e presidente da empresa, Sergio Zimerman

EXPORTAÇÕES MAIS CARAS

Gasolina mais barata? Projeto de lei quer estabilizar preço dos combustíveis; medida não assusta e ações da Petrobras (PETR4) sobem

Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou, nesta terça-feira, projeto de lei estabelecendo alíquotas mínimas para o imposto de exportação que incide sobre o petróleo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies